25 abr 2016

A arte de sentir gratidão

gratidão

Minha vida, até aqui, pode ser dividida em três partes: antes e depois do Benjamin, depois da morte da minha mãe. Antes do nascimento dele eu era uma pessoa e me tornei outra completamente diferente. Quem me conhece sabe. A mudança é notável não só para quem está de fora, mas pra mim também. Benjamin encheu minha vida de sentidos e das coisas mais maravilhosas que podem existir no mundo. Ele me trouxe a fé, a esperança, a crença em um Deus.

A morte da minha mãe me causou a dor mais profunda até hoje, me afastou de Deus, abalou minha fé, mas me ensinou outras tantas coisas que, atualmente, apesar da saudade, consigo enxergar o valor que essa perda agregou na minha vida. Aprendi muitas coisas com a morte dela. Passado o luto, consigo enxergar isso. Foi no meio do luto da minha mãe que engravidei novamente, e, entre um processo de reabilitação, entre tristeza e alegria, passei a dar valor às possibilidades e oportunidades que a vida nos proporciona.

Então, Stella chegou. É aí que entra a terceira parte da minha vida. Ela chegou e se fez renovar toda a minha fé. E todas essas mudanças causaram transformações significantes na minha vida. Todas estão entrelaçadas e me fazem uma pessoa melhor. Hoje priorizo enxergar o lado bom da vida, ser grata e agradecer por tudo. Descobri a importância de estar satisfeita para continuar buscando as melhores coisas do dia-a-dia. Mantenho minha mãe viva dentro de mim, fazendo o exercício de praticar pequenos atos como manter o bom humor, ser gentil com as pessoas, ver o lado bom das situações mesmo que não pareça ter, e ser grata. Essas coisas que ela fazia muito bem.

Descobri que a  gratidão como filosofia de vida nos faz melhor

Hoje percebo que sentir gratidão virou algo natural em mim. Sou grata e acordo feliz por ser saudável, ter um emprego, ter aonde morar, ter minha família bem e perto de mim, por todas as potencialidades sejam elas positivas ou não, mas que me fazem perceber o valor das coisas, me fortalecem e me fazem uma pessoa melhor.  Na verdade muitas outras coisas me fazem sentir gratidão e vontade de agradecer. Hoje completo 35 anos, o sentimento de gratidão e o desejo de agradecer se faz imensurável. Agradecer à minha mãe, ao marido, ao meu pai, meus irmãos, meus filhos, aos amigos, ao meu chefe, aos leitores do blog (que sempre interagem comigo e de alguma forma mudam o meu dia sempre pra melhor), à Deus, ao Buda, ao Universo, à vida. Meu muito obrigada! 😉

Agradecer é um ato, tem a ver com educação, reconhecimento e justiça. Gratidão é um sentimento, é algo que se carrega no peito, que pertence à pessoa como um valor, uma filosofia de vida. Um agradecimento sincero eleva a qualidade das relações entre as pessoas. Gratidão faz mais que isso. Eleva a qualidade humana de que a tem.
Eugênio Mussak

compartilhe!

5

comente!

5 respostas para “A arte de sentir gratidão”

  1. […] sobre gratidão, para quem quiser refletir um pouco mais, recomendo a leitura desse texto da querida Gabi Miranda, do blog Bossa […]

  2. Gabi,
    Que lindo!
    Acredito muito na gratidão! Quanto mais gratos (mesmo às situações difíceis), mais coisas boas acontecem!
    Beijo enorme,
    Barbara Sarkis

  3. Solange disse:

    Nossa que lindo !!! Uma das postagens mais lindas que ja li em toda vida . Parabéns pela sabedoria e pela nova idade !!! Que você seja a cada dia mais e mais feliz e suas postagens contribuí e muito para a humanidade . Obrigada

  4. Sabe que para mim a gratidão e a felicidade está em tudo, nas pequenas ou nas grandes coisas…. é bom ser grato, nos deixa mais leves.
    Beijos querida
    Lele

  5. gabrielamgama disse:

    Gabis, uma das coisas mais importantes que aprendi foi o sentimento de Gratidão e isso veio depois da maternidade. Tem dias que parece mais difícil, mas no geral a gratidão é um lindo sentimento de se alimentar.

  6. Então hoje é dia de festa?! Parabéns, Gabi!!! Temos mesmo muitos motivos para agradecer. Hoje, vou agradecer especialmente por ter te encontrado no meio desse marzão que é a internet. Beijo no coração e boa semana!

Comente!