04 set 2017

Autonomia no chuveiro: quando a criança pode tomar banho sozinha

por
Gabi Miranda

Desenvolvimento, Destaque, Filhos

tomar banho sozinha

Até outro dia era um bebê e nos sentíamos inseguros para dar banho. Quem não tem medo de segurar um recém-nascido na hora do banho? Mas o tempo passa, e passa bem rápido, e quando nos damos conta, estamos brigando para a criança ir pro banho. Afinal, com 6 anos, acreditamos que a criança pode tomar banho sozinha. Não demora muito para nos pegarmos falando como nossos pais “você já tem 6 anos, precisa aprender a tomar banho sozinho, como vai ser quando for dormir na casa de um amiguinho?”.

A verdade é uma só, nossos filhos vão crescendo e se tornam independentes para algumas tarefas, mas só passam a se virar sozinhos em algumas situações quando de fato são incentivados e se sentem preparados. A gente passou semanas tentando fazer o Benjamin tomar banho sozinho, até pensar em pagá-lo para realizar tal tarefa, eu já estava pensando. Aí ele chega um belo dia e disse que queria tomar banho sozinho. Assim, sem crise. No dia seguinte, não acreditei ao chegar em casa e vê-lo indo pro banho sozinho. O menino ainda afirmou: mãe, quando tomo banho sozinho sou mais rápido e economizo água.

Quando a criança pode tomar banho sozinha?

Percebo que muitas vezes inserimos o banho na vida da criança como se fosse uma obrigação. Ok, é. Mas além disso, envolve algo muito mais relevante, os hábitos de higiene que devem ser apresentados como benefícios. E no caso do banho, é um momento relaxante e prazeroso. Não deve ser imposto como um castigo.

No caso do banho, o que cheguei à conclusão aqui em casa, é que o menino se sentia confortável tendo um adulto sempre fazendo a “lição de casa” por ele. Acabava não tendo interesse em fazer, já que tinha alguém sempre a disposição para lhe dar banho. E o nosso papel como pais, também é criar desafios para que a criança se sinta estimulada. Como, por exemplo, envolve-las em atividades que a criança já consegue fazer sozinha. Tomar banho sozinha é algo que desde cedo, se incentivada, a criança consegue executar. Claro, que precisa de supervisão e que o adulto ao final faça uma geral.

Em resumo, o que precisamos é dar espaço para que os nossos filhos saibam se virar sozinhos. Ensinar pequenas ações de higiene e cuidado pessoal, é algo que pode ajudar a criança crescer responsável e confiante. Vale lembrar que o desenvolvimento das crianças é pautado por vários marcos e que esses marcos são grandes conquistas deles. Portanto, a cada passo rumo a autonomia, precisamos comemorar.
.

Leia também: dicas de como limpar a banheira do bebê

compartilhe!

0

comente!

Comente!