06 set 2017

Viagem sem filhos

por
Gabi Miranda

Destaque, Maternidade, Viagem

viagem sem filhos

E no final de semana passada fiz, a lazer, uma pequena viagem sem filhos. Foi tudo muito rápido, sem pensar e planejar muito. Já faz algum tempo eu pensava em como encontrar a Mônica do blog Equilibrosa. Nos conhecemos através da internet, ela tem um blog que adoro e vínhamos conversando através do instagram, até que nossas conversas pularam para o whatsapp e viraram frequentes. O papo é sempre tão bom que surgiu essa vontade de nos encontrarmos fora da relação virtual. Até porque o whatsapp não tava dando conta. Sempre falávamos com a ideia de nos encontrarmos em família, até duas semanas atrás quando a Mônica me contou que iria pro RJ para ir à Bienal e se não dava para eu ir também. Foi assim que marido comprou minhas passagens e fui.

Tenho certas limitações para viagem sem filhos. Quando preciso fazer viagem a trabalho, sofro. Até onde me lembro não tinha feito viagem a lazer sem eles. Às vezes bate vontade de fazer uma viagem sem filhos só com o marido, mas também ainda não aconteceu. E como foi essa pequena viagem sem eles? Foi ótima. Viagem curta, mas que deu para curtir e refletir um tiquinho. Ao sair do avião no Rio de Janeiro senti uma sensação de liberdade. Caminhar livremente sem bolsas, tralhas, sem segurar na mão de ninguém e sem a preocupação em não perder alguém ou ficar de olho constantemente em alguém. De início, rola um estranhamento, parece que está faltando algo. Mas depois somos envolvidas por essa tal liberdade. E quando percebi, eu parecia saltitar leve e alegremente.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

04 set 2017

Autonomia no chuveiro: quando a criança pode tomar banho sozinha

por
Gabi Miranda

Desenvolvimento, Destaque, Filhos

tomar banho sozinha

Até outro dia era um bebê e nos sentíamos inseguros para dar banho. Quem não tem medo de segurar um recém-nascido na hora do banho? Mas o tempo passa, e passa bem rápido, e quando nos damos conta, estamos brigando para a criança ir pro banho. Afinal, com 6 anos, acreditamos que a criança pode tomar banho sozinha. Não demora muito para nos pegarmos falando como nossos pais “você já tem 6 anos, precisa aprender a tomar banho sozinho, como vai ser quando for dormir na casa de um amiguinho?”.

A verdade é uma só, nossos filhos vão crescendo e se tornam independentes para algumas tarefas, mas só passam a se virar sozinhos em algumas situações quando de fato são incentivados e se sentem preparados. A gente passou semanas tentando fazer o Benjamin tomar banho sozinho, até pensar em pagá-lo para realizar tal tarefa, eu já estava pensando. Aí ele chega um belo dia e disse que queria tomar banho sozinho. Assim, sem crise. No dia seguinte, não acreditei ao chegar em casa e vê-lo indo pro banho sozinho. O menino ainda afirmou: mãe, quando tomo banho sozinho sou mais rápido e economizo água.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

01 set 2017

Setembro, chegou! Hora de renovar as energias

setembro

Amo setembro, mês que anuncia a primavera, consequentemente promessa de muitos dias de sol. Muitas pessoas recalculam suas metas em julho ou agosto. Pra mim, é em setembro que recalculo como tem sido o ano. E que ano tem sido 2017 aqui pra gente! E pro Brasil todo. Aqui em casa fomos pegos de surpresa com uma situação que acabou mudando as nossas vidas. Não sei que lição é para tirarmos disso, mas ainda enxergo como uma grande oportunidade de fazer algo diferente.

Logo, esse setembro está com gostinho de agarrar com mãos, braços (e pernas) todas as responsabilidades que envolvem essa ocasião. Aliás, para qualquer projeto de vida, independente do que fazemos, da idade em que estamos, se não nos colocarmos no caminho do que desejamos, ninguém vai pegar nossa mão e nos colocar lá. Né?! Estou entrando em setembro com vontade de fazer crescer e florescer meus sonhos. E tenho pensado muito que enquanto nós não levamos a sério nossas metas, elas continuarão estacionadas.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

28 ago 2017

Dicas para quem vai viajar com bebê

por
Gabi Miranda

Destaque, Maternidade, Viagem

viajar com bebê

Está bem, a Stella já não é mais considerada um bebê aos olhos dos outros. Mas aos olhos da mamãe aqui, ela continua sendo. Até porque é muito pitica minha filhota e custa acreditar que ela completou dois anos! Ela vai fazer sua primeira viagem internacional em família. E tenho pensado no que levar para viajar com bebê.

Sendo bebê ou criança precisamos tomar alguns cuidados para viajar. Fico um pouco preocupada, pois vamos para Europa e além de ser aproximadamente 12 horas de voo, são muitos dias num país e cidades diferentes. A poucos dias da viagem, tenho começado a pensar bastante no que levar de roupa, acessórios, medicamentos, etc. Veja algumas dicas para quem, assim como nós, estão planejando uma longa viagem com bebê pela primeira vez.

Dicas para quem vai viajar com bebê

No avião

Nos procedimentos de decolagem e pouso é comum que a criança sinta a pressão no ouvido e isso lhe cause desconforto. Geralmente, quando o bebê mama já ajuda aliviar isso. Aprendi com a pediatra das crianças, que me deu essa dica quando fiz a primeira viagem com o Benjamin ainda bebê. Costumamos levar brinquedinhos, caderno de atividades para o Ben que é maior e de folhas brancas para a Stella rabiscar. O iPad é um eletrônico que também ajuda bastante para distrair os pequenos.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

3

comente!

23 ago 2017

Ser mãe não basta pra mim

por
Gabi Miranda

Destaque

ser mãe não basta

Tem gente que não entende o que quero da vida quando falo que quero passar mais tempo com meus filhos, mas sem deixar de trabalhar. Até algum tempo atrás eu também não entendia. E não achava possível somar as duas coisas. Hoje tenho convicção de que ser mãe não basta pra mim. Eu não tenho a ilusão de que parar de trabalhar fora e cuidar dos filhos é sinônimo de felicidade. Basta um final de semana prolongado em tempo integral com filhos + casa para ter certeza de que ser mãe não basta pra mim. Não sei ficar em casa, embora tenha desejado muito isso nos últimos tempos.

E o que basta pra mim? Fazer o certo em doses que sejam boas para todos. Atualmente, meus filhos precisam de mim e eu preciso dedicar tempo a eles. Não só por uma necessidade, mas um desejo pessoal meu. Sinto que estou perdendo a melhor parte da vida deles. A relação mãe e filho é uma das mais poderosas, além de ser mágica. E como li outro dia, no blog Antes que eles cresçam, para acontecer a magia dessa relação você precisa estar presente.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

6

comente!

21 ago 2017

Cidades que vamos conhecer na Europa com as crianças

por
Gabi Miranda

Destaque, Maternidade, Viagem

Europa com as crianças

Contei outro dia que vamos para a Europa com as crianças. Agora a viagem está bem perto. Fechamos a viagem em fevereiro de 2017 e parecia tão longe… Tanta coisa aconteceu em nossa vida nesse período. Coisas até que fariam a gente desistir da viagem se não estivesse fechada. O fato é que agora falta um mês e fomos invadidos por aquela ansiedade genuína de quando está chegando o que tanto desejamos. E todo mundo perguntando afinal, as cidades que vamos conhecer na Europa com as crianças.

Eu e marido nunca fizemos viagens de muitos dias e para vários lugares. Sempre era para um lugar só e ficávamos no máximo 8 dias. Ah não, o máximo que fizemos foi uma viagem de 10 dias para o Uruguai (eu – grávida da Stella, marido e o Benjamin) que de Montevidéu fomos para Punta del Este. Vai ser a primeira vez que além de ficarmos 15 dias, vamos ficar quicando de cidade em cidade. Detalhe: com duas crianças, sendo que uma tem 2 anos apenas.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

tags:

18 ago 2017

As emoções da gestação

por
Gabi Miranda

Destaque, Gravidez, Maternidade

As emoções da gestação

Nascimento da Stella, julho de 2015

Há algumas semanas foi aniversário de dois anos da Stella. Fiquei muito nostálgica lembrando as emoções da gestação dela. Cada gravidez tem sua particularidade. O primeiro filho é emoção que não cabe no peito. O segundo, como já temos conhecimento da experiência da gravidez, conhecemos também as emoções, estamos um pouco mais preparadas. No caso da gravidez da Stella, tivemos algo inusitado. Não soubemos o sexo dela na gestação, o que aumentou a emoção nesse período, e, principalmente no dia do seu nascimento.

Sendo o primeiro, segundo ou terceiro filho, a partir do momento que nos descobrimos grávidas, vamos passar por várias emoções. É só o começo de uma transformação que vai fazer a nossa vida ainda mais incrível. Cheio de momentos cansativos sim, mas cheios de alegrias incalculáveis. Foi relembrando esses dois momentos da minha vida, que listei algumas das emoções da gestação.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

2

comente!

16 ago 2017

Como ser feliz no casamento com filhos

por
Gabi Miranda

Casamento, Destaque, Maternidade

Tenho pensado muito na relação do casal após os filhos. Como ser feliz no casamento quando se tem filhos. Penso, penso, penso e tento tomar cuidado para não cair na expressão que a maioria das pessoas afirmam: filhos estragam o casamento. A vida do casal muda completamente com a chegada dos filhos, mas dizer que filhos estragam o casamento é um tanto injusto. Com eles. A verdade é que quando temos filhos, a atenção acaba voltada para os filhos. Um perigo. O casal deixa de ser homem e mulher, para serem pai e mãe das crianças. Esquecemos de desempenhar junto os dois papeis: o de esposa (o) e pais.

Leia também: Como harmonizar maternidade com a vida sexual

Muitas pessoas comentam que acham incrível a minha relação com o marido. Nas redes sociais é tudo lindo! Eu não contei a vez que surtei esse ano e pela primeira vez saí de casa com mala e cuia. Era um domingo, estava fazendo almoço, Stella pendurada no meu pé chorando e pedindo colo. Até aquele dia, era sempre assim quando eu ia pra cozinha. Eu ficava brava porque acho a cozinha perigosa quando se tem fogão ligado, porque achava que não podia contar com a colaboração do marido. E ele pronunciou que eu sempre estragava o final de semana. Estourou uma linha tênue no meu cérebro e no coração. Já que eu sempre estragava o final de semana deles, não fazia sentido eu estar ali. Foi esse o raciocínio que me fez tomar a decisão de sair de casa.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

4

comente!

14 ago 2017

Big Little Lies – o que é melhor, o livro ou série?

Big Little Lies

Li recentemente o livro Pequenas Grandes Mentiras que originou a série da HBO mais falada do ano, Big Little Lies. O livro é tão bom, mas tão bom, que ao terminar de ler, fui ver a série. Ambos tem diferenças. A série muda partes das histórias e deixa de revelar algumas situações importantes, detalhes que podem até ser irrelevantes para alguns, mas que me incomodaram bastante e por isso me fez achar o livro bem melhor. No entanto, a série não deixa de ser boa tanto quanto o livro, tem características diferentes que não comprometem sua qualidade.

Big Little Lies conta a história de mulheres mães e os relacionamentos em torno de suas vidas. Mas não é só isso. É uma história sobre relacionamentos abusivos, bulling, formatos familiares, culpa, crises maternais e intrigas. Todas parecem ter vidas perfeitas, mas conforme a trama vai se desenrolando, percebemos que são tão comuns e reais ao ponto de nos identificarmos em vários aspectos ou de sentir muita empatia pelas personagens.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

11 ago 2017

Vantagens da BabyTub

por
Gabi Miranda

Bebê, Destaque, Filhos, Saúde, Sono

Conheça algumas vantagens da BabyTub

A BabyTub é uma banheira terapêutica elaborada especialmente para bebês recém-nascidos e um modelo exclusivo para crianças até 4 anos. O banho na banheira BabyTub remete ao útero, um lugar aconchegante, quentinho e seguro. Por isso, os banhos se tornam tranquilos, relaxantes e um verdadeiro calmante para os bebês, inclusive para as crianças maiores quando usam o ofurô. É permitido usá-lo desde o primeiro dia de vida do bebê.

Aqui em casa estamos usando muito o modelo ôfuro, indicado para crianças de 1 a 4 anos. Ele possui um assento ergonômico que promove mais segurança para os pequenos e um formato interno anatômico que ajusta à coluna do bebê. Desde que recebemos esse produto, os banhos tem sido mais divertidos. E esse modelo da BabyTub tem sido muito aproveitada pela Stella, 2 anos e Benjamin, 6. Normalmente, dou banho nos dois aproveitando a mesma água. Primeiro a Stella, depois o Ben. Gosto da ideia de ter um ralinho, que possibilita abrirmos para esvaziar o ofurô.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

Página 4 de 30Primeira...234567...Última