06 mar 2017

Quando trocar o bebê conforto pela cadeirinha?

por
Gabi Miranda

Bebê, Destaque, Filhos, Produtos

Essa é uma dúvida comum entre os pais: quando trocar o bebê conforto pela cadeirinha?

Trocamos o bebê conforto  pela cadeirinha. Agora Stella está sentada de frente como aparentemente sempre desejou. Ao contrário do Benjamin que trocamos o bebê conforto pela cadeirinha com um ano de idade, trocamos a Stella somente agora com um ano e meio. Isso porque ela não tinha o peso ideal para a troca. Agora, ela não chegou no teto do peso, mas a altura já tinha ultrapassou o limite.

Antigamente, o uso da cadeirinha não era obrigatório. Mas desde 2010 o uso do bebê conforto e cadeirinha são obrigatórios e reconhecido pela Lei da Cadeirinha que determina o uso do bebê conforto, cadeirinha, assento de elevação. Qual desses usar depende da idade, peso e altura da criança:

  • Bebê Conforto: deve ser usado apenas para recém-nascidos com até 13 kg ou 1 ano de idade. Ou ainda quando a cabeça do bebê estiver próxima do topo do equipamento num formato de concha. Deve ser sempre instalado no banco traseiro e de costas para a frente do veículo;
  • Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

03 mar 2017

O poder do discurso infantil

Uma vez, alguém me disse que criança perde a graça a partir dos 5 ou 6 anos. Os bebês sempre ganham presença por serem mais graciosos e fofos. Certamente essa pessoa, que já não lembro quem seja, não convive com uma criança de 5 anos, não imagina o poder do discurso infantil. Digo isso, porque convivo diariamente com uma criança nessa idade e posso afirmar, uma criança de 5 anos tem tanta graça quanto um bebê. Falo com certeza, pois tenho as duas experiências aqui em casa.

Talvez o meu menino de 5 anos tenha desenvolvido habilidades para superar as comparações e a invisibilidade causada por um bebê a uma criança de 5 anos. Porque aos olhos de adultos desatentos, o menino de 5 anos (ou mais), torna-se invisível. Percebo isso nos corredores e elevadores por onde andamos. Meu filho também percebe e já me questionou porque um adulto não o cumprimentou e só falou com sua irmã. Sim, acontece – e muito – disso. E me sobe um sentimento próximo a raiva. Uma vontade de ir lá tirar satisfação com o indivíduo mal educado que simplesmente ignorou a presença do meu primogênito e causou-lhe certa angústia e frustração. Quiçá algum dia ele desenvolva um sentimento até negativo contra a irmã, achando que ela pode ser uma ameaça à sua sociabilidade.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

6

comente!

20 fev 2017

Dicas para adaptar o sono do bebê com o fim do horário de verão

por
Gabi Miranda

Bebê, Destaque, Sono

dicas para adaptar o sono do bebê

Com o fim do horário de verão, precisamos atrasar o relógio em hora e temos que nos adaptar com esse novo horário. Alguns adultos acham mais fácil se ajustar ao fim do horário de verão, mas a mudança deixa as crianças um pouco confusas, inclusive o relógio biológico delas. E pode sim atrapalhar a rotina, afetando, por exemplo, o sono noturno. Para se adaptar ao novo horário, as crianças podem levar de 5 a 7 dias, depende de cada criança. Particularmente, acho mais fácil se adaptar ao fim do horário de verão, pois favorece a melatonina – o hormônio regulador do sono. Volta a escurecer mais cedo, fica mais fácil de colocar as crianças para dormir por volta das 19:00/20:00h quando a melatonina sobe.

Nesse período, muitas mamães ficam preocupadas em acertar a rotina do bebê. Esquecemos que as crianças são adaptáveis, podem sentir ou não a mudança do horário. E mesmo que sinta, conseguem se adaptar facilmente se seguirmos a rotina tranquilamente. Hoje compartilho algumas dicas para que pais e filhos não sofram com essa mudança. Abaixo, algumas dicas para adaptar o sono do bebê. Dicas simples mas úteis, que farão a diferença para se adaptar ao novo horário.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

15 fev 2017

Sorvete de frutas preparado no Processador de Alimentos para Bebês da Hamilton Beach

Recebemos recentemente, o Processador de Alimentos para Bebês da Hamilton Beach. E lá fui eu sem nem conhecer a máquina, gravar um vídeo testando o produto. Gosto disso, de testar e falar da minha experiência com sinceridade para os leitores.

Sobre o vídeo digo, apesar da timidez, da falta de traquejo, foi uma delícia produzir. Parecia que estava fazendo ao vivo. Era como se fosse, pois separei os ingredientes e, se algo desse errado, não tinha como voltar atrás porque não tinha mais os itens em casa. Ou seja, precisava dar certo para que eu pudesse formar minha opinião sobre o aparelho.

Sobre o produto, estou pensando até agora… COMO EU NÃO TINHA ISSO EM CASA ANTES?!

A primeira receita que fiz no meu processador, foi um sorvete de frutas e você confere o vídeo abaixo:

O Processador de Alimentos para Bebês

.

O processador de papinhas Hamilton Beach é ótimo para quem tem bebê em casa em fase de introdução alimentar. E para mamães, como eu, que trabalham fora, é uma maravilha. Sabemos o quanto a vida com bebê em casa é corrida. Precisamos otimizar nosso tempo para que possamos aproveitá-lo junto dos nossos filhos ao invés de passar o tempo todo na cozinha. Pensando em facilitar a vida de mães e pais, que a Hamilton Beach lançou o Processador de Alimentos para Bebês.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

8

comente!

07 fev 2017

A bebê está virando menina

por
Gabi Miranda

Bebê, Desenvolvimento, Destaque, Filhos

Stella, Stellinda, Amora. Minha bebê está virando menina! Ela completou 1 ano e 6 meses! Isso significa 18 meses, 547 dias, 13.128 horas, 787.680 minutos, 47.260.800 segundos. Nesse período todo, são muitas mudanças, aprendizados, medos, ansiedade, maturidade.

Ontem fui visitar uma grande amiga na maternidade. Ah! É a madrinha da própria personagem desse post. Ao contemplar um bebê no berçário e a nova condição da minha amiga, mãe de RN, é claro que me bateu a nostalgia. Já me parece tão distante o dia em que a Stella era um RN e quando paro pra pensar, lembro exatamente do dia em que me dei conta que precisava aproveitar ao máximo aquele bebezinho que adorava dormir no colo 24h ao invés de ficar em seu berço. Quando redescobri a maternidade.

Olhando a pitica, percebo o quanto ela desenvolveu nesse tempo, já está virando menina. Comecei despretensiosamente a listar na nota de blocos do celular, tudo o que ela anda fazendo. Porque muitas coisas ela já faz há meses e já não lembro quando começou. E nesse momento eu queria mesmo é ter uma memória de elefante para não esquecer cada detalhe do seu desenvolvimento e guardar para sempre todas as sensações que me causam ao vê-la fazendo algo novo, cada sorriso, o som da sua gargalhada. Porque parar o tempo, é impossível e nem teria graça né?! Pararia-se o tempo e também o andar dos acontecimentos.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

03 fev 2017

Quarto das crianças com camas Montessori

Camas Montessori é a grande aposta aqui na nova decoração do quarto das crianças

Transformar o quarto das crianças era um sonho desde quando pegamos a chave do apartamento. É que antes era o quarto só da criança. Como tínhamos o plano de mudar isso para o plural, esperamos acontecer. E quando aconteceu, decidi não saber o sexo do bebê. Foi então que decidimos realizar qualquer alteração no quarto das crianças após o nascimento do novo membro da família. Um ano se passou e chegou a hora da mudança.

O quarto das crianças é bem pequeno. A mamãe fez o favor de roubar um pedaço para fazer um closet no quarto do casal. Eles também poderiam ter um quarto para cada um, pois temos três dormitórios disponíveis. Mas eu sempre quis que eles dividissem o mesmo quarto e acho que terão bastante tempo para dormirem sozinhos depois. Não tem coisa melhor que compartilhar o quarto, os segredos, a cumplicidade.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

6

comente!

24 jan 2017

Fralda MamyPoko me surpreende na qualidade e lança promoção imperdível

por
Gabi Miranda

Bebê, Destaque, Produtos

A escolha de qual fralda usar no bebê é sem dúvida um dos itens na lista de preocupação das mães. A melhor fralda descartável é aquela que não vaza, não assa o bebê e o deixa confortável. Se tiver preço bom então, deixa confortável o bolso da família e fica tudo perfeito.

Conheci as fraldas MamyPoko quando a Stella nasceu e fui surpreendida pela qualidade do produto. Foi a única fralda que não assou a baby bossinha enquanto RN. Agora, um ano depois, estamos experimentando a MamyPoko Fralda-Calça. Stella está naquela fase que não para mais quieta e esse modelo de fraldas é super adequado para bebês da idade dela, pela facilidade na troca.

mamypoko

MamyPoko é uma fralda com tecnologia japonesa e agora dispõe de uma exclusiva superfície ondulada que forma caminhos de ar, melhorando a ventilação, mantendo a pele do bebê sequinha por até 12 horas. Fizemos o teste antes de usar na Stella, e resultou na absorção de 5 copos de água sem vazar.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

25

comente!

16 jan 2017

O ano novo começa agora

O ano novo começa agora para nós, cheio de novidades escolares

ano novo

Benjamin e Stella entrando juntos na escola

Fim de uma fase. Chega um momento em que precisamos fazer escolhas, precisamos enxergar que o tempo para determinadas coisas finda. E eu percebi que não tinha mais para onde fugir, nem fingir. Fim de ano. Essa época mágica que faz com que a gente reveja vários aspectos e setores da vida. Bom período para novos ajustes. Decidi que estava na hora de mudar Stella de escola. Ela estava num lugar menor, sempre foi muito bem cuidada, mas outros aspectos me incomodavam desde a época do Benjamin. Hora de mudança.

Toda mudança na vida dos filhos, exige pais otimistas. Toda mudança dói, nos tira de um porto seguro rumo ao desconhecido. Stella estava saindo do berçário para esses maternais da vida. Fico bem desconfortável com esses arranjos de maternal, jardins, etc. Acho mesmo que nessa idade, bebês devem ficar livres para explorar o mundo, o que não significa ficar em sala de aula. Mas achei ótima oportunidade para fazer outra composição escolar.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

13 jan 2017

Dicas para evitar picadas de insetos

picadas de insetos

Chegou o verão e com ele os indesejáveis mosquitos. O Brasil, por ser um país tropical, vive num clima quente e úmido, o que favorece a multiplicação de insetos. Como sabemos, muitos mosquitos são transmissores de doenças graves. Entre eles, o famoso Aedes aegypti, conhecido por transmitir: dengue, Zika, chikungunya e febre amarela. Chega essa época, ficamos atentos para evitar picadas de insetos.

Veja como se proteger do Zika Vírus

.

Essa é uma época em que devemos redobrar os cuidados, principalmente nas viagens. Tive conhecimento, através do Guia do viajante da Dra. Ana Escobar, de outros mosquitos transmissores. São eles:

Anopheles: transmissor da malária. Ele vive especialmente em áreas próximas de rios e lagoas. É encontrado nos seguintes estados do Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. É um mosquito que tem hábitos noturnos.

Barbeiro: nome popular do inseto que transmite a Doença de Chagas. Está presente nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. A Doença de Chagas é causada por um parasita, chamado Trypanosoma cruzi, que penetra no “barbeiro”, seu agente transmissor, quando este pica pessoas ou animais contaminados. O barbeiro tem hábitos noturnos. E normalmente picam o rosto das pessoas. Daí seu apelido: barbeiro. Após a picada, defecam no local, fazendo com que as pessoas se cocem. Nessa hora, o Trypanosoma penetra na pele e atinge a circulação sanguínea.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

11 jan 2017

Vacinas que precisam estar em dia para viajar tranquilo

por
Gabi Miranda

Destaque, Filhos, Saúde

vacinas que precisam estar em dia

Ahhh… chegaram as férias! Época de viajar com a família. Fazemos lista do que levar nas malas, roteiro de viagem e um monte de coisas. Mas será que lembramos de tudo? Para viajar tranquilo mesmo, não podemos esquecer um item fundamental: as vacinas que precisam estar em dia. Todas as pessoas, crianças ou adultos, se vão viajar ou não, devem estar com as vacinas atualizadas. É claro que precisamos dar uma atenção maior para as crianças e cuidar da saúde delas.

Recentemente, recebi o Guia do Viajante, por Dra. Ana Escobar, onde tem várias dicas para viajar tranquilo. Uma dessas dicas é exatamente sobre vacinas. Dra. Ana explica cada uma das doenças e sobre as vacinas. Abaixo, compartilho as informações.

Leia também: Como manter segura a carteira de vacinação do seu filho

Se você vai viajar pelo Brasil, fique atento em estar em dia com as seguintes vacinas:

Tétano

A vacina antitetânica é dada rotineiramente para os bebês a partir de 2 meses de idade. São 5 doses, sendo a última aos 5 anos. A partir daí todos devem receber doses de reforço pelo menos a cada 10 anos.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

Página 4 de 20Primeira...234567...Última