14 jul 2016

Casa organizada combina com consumo sustentável

Quantas coisas você possui e não usa? Ter consciência disso, ajuda no consumo sustentável, numa vida e casa organizada, com foco nas coisas que realmente importam

Fotos: Márcia Alves

Açao Comprando Fora Visa Carol Martins e Gabriela Miranda #comprandofora #visa #artedeorganizar #consumoconsciente Data:07/07/2016 Foto: Márcia Alves

Ação Comprando Fora Visa
Carol Martins e Gabriela Miranda
Foto: Márcia Alves

Fui convidada para participar de uma ação do site Comprando Fora, com o apoio da Visa. O objetivo da ação é promover o consumo sustentável e teve ajuda e consultoria da personal organizer Carol Martins, que esteve aqui em casa e, além de organizar o guarda roupa do Benjamin, tivemos um bate papo sobre como a organização ajuda a nossa visa e como manter a casa organizada.

Estava numa semana conturbada quando a Carol apareceu aqui em casa e deixou tudo mais leve, me trazendo também algumas reflexões. Muita gente acha que organização tem a ver só com arrumação. Eu, por exemplo, sou viciada em arrumar, não gosto de deixar nada fora do lugar (apesar de ter recebido a Carol no maior caos), tenho uma caixa de brinquedos na sala para ficar mais fácil de juntar tudo lá, e um quarto inteirinho dedicado à bagunça onde vou jogando tudo até não ter mais espaço e ter que arrumar ele também. Mas deixar a casa arrumada não significa que a casa está organizada como deveria, de forma que as coisas fiquem funcionais.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

10

comente!

02 jun 2016

Dia dos namorados: dicas para presentear gastando menos

por
Gabi Miranda

Destaque, Dinheiro, Maternidade

O Dia dos namorados está aí e como toda data comemorativa, tendemos a cair na armadilha de gastar um dinheiro

Imagem Google

Imagem Google

O namoro é aquela fase gostosa da conquista, onde queremos encantar a pessoa amada de qualquer forma e fazemos de tudo pra isso, até gastar um dinheirão sem foco nenhum com apenas um intuito: surpreender. Eu não acho errado gastar um dinheiro alto para surpreender quem a gente ama, mas não dá para fazer isso em todas as datas comemorativas. E sabemos, essas datas só aumentam com o passar dos anos num relacionamento. É dia dos namorados, aniversário de namoro, aniversário do dia em que conhecemos o nosso par, Natal… aí casamos e podemos somar a essa lista: aniversário de casamento. Vem os filhos e a lista aumenta: dia das mães, dos pais. Sem contar o aniversário pessoal. Mas temos que dar presentes em todas essas datas?! Olha, se eu não ganho, confesso, fico chateada. E além de ter sido mal acostumada pelo marido, que sempre me surpreende (mesmo quando combinamos de não trocar presentes, ele faz alguma surpresa), tem esse lance da conquista.

Clique e continue lendo!

compartilhe!

7

comente!

19 maio 2016

Como administrar o dinheiro das férias

por
Gabi Miranda

Destaque, Dinheiro, Maternidade

Administrar o dinheiro das férias é tão importante quanto administrar o salário mensal

como administrar o dinheiro das férias

Quando trabalhamos fora e tiramos férias, recebemos remuneração mensal adiantada. Ou seja, recebemos da empresa, dias antes de sair de férias, o salário antecipado do mês seguinte. Vem uma grana gorda e é aí que precisamos ficar atentos para não cair na armadilha de achar que o dinheiro está sobrando. No mês seguinte ao retorno de trabalho, não receberemos salário, pois o mesmo já foi pago lá atrás, há 30 dias. Portanto, é importante administrar bem o pagamento das férias.

Estou fazendo esse post, porque estou de férias no papel e acabei de receber aquela grana gorda, o dinheiro das férias. Como estou tentando organizar o meu orçamento como mãe de dois, resolvi ficar bem atenta com esse dinheiro que vai entrar para não ter surpresas desagradáveis no próximo mês. Se for definir o meu nível financeiro no momento, estou na linha laranja quase mudando para o vermelho e a ideia é me recuperar saindo do laranja para o azul, para isso estou tomando algumas medidas mencionadas AQUI e agora cuidando para administrar bem o dinheiro antecipado para não ficar no vermelho de vez.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

11

comente!

04 maio 2016

A vida financeira com dois filhos

por
Gabi Miranda

Destaque, Dinheiro, Maternidade

A vida financeira muda totalmente com a chegada dos filhos, imagina quando se tem dois, três, quatro…

vida financeira com dois filhos

A minha vida financeira como mãe de dois está catastrófica. O orçamento familiar está em adaptação, todo mês chega fatura do cartão de crédito, a poucos dias para cair o salário acabo entrando no cheque especial e para contribuir as metas estão cada vez mais difíceis no trabalho, não tem entrado freela, não vejo luz no fim do túnel. Incomoda-me bastante usar o cartão de crédito, algo que eu fazia raramente. Contudo, não devo reclamar, porque apesar da escassez, esse ano já fizemos algumas coisas como trocar de carro (sem entrar em financiamento), comprei uma bicicleta que nem estava prevista nos gastos e sigo fazendo uma coisa que pra mim é imprescindível: pagar-me primeiro, ou seja, todo mês separo um dinheirinho para meus pequenos investimentos. Mas todo mês tem acontecido imprevistos e isso quebra o orçamento.

A vida financeira com dois filhos fica comprometida sim, é caro ter filhos, não é brincadeira não. Cada filho tem suas necessidades, embora o mais velho não use mais fraldas, pomada e leite caro, precisa a todo instante de material escolar, de um tênis novo (os do Ben estão com a vida útil curta demais nessa fase), além de mensalidade escolar, tem atividades extras. O segundo filho tem mensalidade do berçário, roupas (no nosso caso precisamos comprar pra Stella de tempos em tempos porque ela não herdou tanta coisa do irmão e está naquela fase que perde num piscar de olhos), e nada a declarar dos produtos de primeira necessidade: pomadas, leite e não conto fraldas porque ainda estamos usando as que ganhamos no chá fraldas, mas estou de olho nos preços e são abusivos.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

7

comente!

14 abr 2016

Educação financeira: ensine seu filho a poupar

por
Gabi Miranda

Destaque, Dinheiro, Maternidade

Educação financeira também tem que vir de casa. Ensine seu filho a lidar com o dinheiro e a poupar desde cedo

educação financeira

Educação financeira é disciplina que já faz parte da nossa vida aqui em casa. Começamos de forma bem simples, há um pouco mais de um ano, quando Benjamin ganhou um cofre que ele mesmo personalizou. Desde então começamos a guardar moedinhas. Antes disso, eu e marido já guardávamos nossas moedas e usávamos o dinheiro para comprar algo supérfluo que quiséssemos, era uma reserva meio que para uso ao bel prazer. Agora o destino das moedas é o cofre do Benzoca. Começamos a dar sem compromisso, depois comecei a vincular o ganho com a ajuda que o Benjamin dava nas tarefas cotidianas, mas como ele sempre ajudou voluntariamente, vive ganhando moedinhas.

Assim como tudo na vida, as crianças aprendem a poupar se ensinarmos. Porém, para cada fase da criança, precisamos dar novos estímulos. Gustavo Cerbasi, autor de “Pais Inteligentes enriquecem seus filhos“, fala isso em seu livro e até montou uma tabela com referencial de comportamento para diferentes fases do crescimento de uma criança.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

3

comente!

31 mar 2016

Pais inteligentes enriquecem seus filhos

por
Gabi Miranda

Destaque, Dinheiro, Livros, Maternidade

Pais inteligentes educam seus filhos para se tornarem independentes e terem uma relação saudável com o dinheiro

pais inteligentes

Eu sempre me pego pensando como estaria minha vida agora se eu tivesse aprendido a lidar com o dinheiro desde a infância. Além de aprender com sofrimento, aprendi tarde, uma vez que para acumular o primeiro milhão é indicado começar a poupar desde muito cedo. Foi por isso, que logo depois que Benjamin nasceu, eu li o livro “Pais Inteligentes enriquecem seus filhos“, de Gustavo Cerbasi, autor de “Casais Inteligentes enriquecem juntos“. Nessa obra, o autor dá dicas de como ensinar e preparar os filhos para usar o dinheiro de forma saudável.

Desde muito cedo, as crianças são incentivadas a consumir a todo instante. Elas querem tudo o que o amiguinho tem na escola, o que vêem na TV, roupas, sapatos, brinquedos de marcas e produtos que são vendidos na porta da escola. As crianças são alvo fáceis, não tem noção da realidade, por isso, é cada vez mais importante direcionar os pequenos ao consumo consciente. Ensinar sim(!) o que é necessário e supérfluo para viver. Mas não basta ensinarmos que não precisamos ter a última geração de celular e comprar. É preciso dar exemplo.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

17 mar 2016

Pague-se primeiro e garanta seu futuro

por
Gabi Miranda

Destaque, Dinheiro, Maternidade

Pague-se primeiro e firme um compromisso para garantir um futuro sem dificuldades

pagar-se

O primeiro passo que aprendi no curso da Bovespa rumo à minha educação financeira, foi: pague-se primeiro. Depois, todo livro que li sobre finanças pessoais tinha esse princípio como regra para controlar a própria vida financeira. Mas o que significa pagar a si próprio primeiro? Consiste em separar todo mês uma quantia pré-determinada de toda sua renda e fazer esse dinheiro trabalhar para você. Tanto nos cursos quanto nos livros, a indicação é guardar 10% de tudo o que você ganha.

Não confunda pagar-se primeiro com gastar seu dinheiro com satisfação, comprando um celular, uma bolsa, um carro, etc. Nada de dar-se algo de presente antes de arcar com seus compromissos financeiros. “Pague-se primeiro” é poupar um valor todo mês que deve ser o primeiro dinheiro a sair da sua conta quando receber seu salário. O plano para ele é simplesmente garantir um futuro para você, seu filho, sua família.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

5

comente!

01 mar 2016

Imposto de Renda: saiba como declarar o IR da família

por
Gabi Miranda

Destaque, Dinheiro, Maternidade

Imposto de Renda é o valor anual descontado do rendimento do trabalhador e entregue ao governo federal. É obrigatório a todas as pessoas físicas, que receberam, em 2015, rendimento tributável superior a R$28.123,91.

 

Imposto de Renda

Começa hoje, 1º de março, o prazo para a entrega do Imposto de Renda, e termina em 29 de abril. É o momento de pais e mães se organizarem e separem todos os documentos de despesas da família, no ano de 2015. Você pode ter muitos dependentes, mas nem todos podem te defender da mordida do leão se não estiverem dentro das regras para declaração de imposto de renda. Mas uma coisa é fato, os filhos ou enteados, até 21 anos (ou qualquer idade quando houver incapacidade física ou mental para o trabalho) ou até 24 anos desde que seja universitário ou cursando escola técnica do segundo grau, podem ser dependentes. Veja como declarar o filho dependente:

Filhos de pais casados

  • O filho deve ser incluso no imposto de renda de um dos pais ou no IR do casal se for feito em conjunto;
  • Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

15 fev 2016

Primeiro filho – Prepare-se financeiramente

por
Gabi Miranda

Destaque, Dinheiro, Gravidez, Maternidade

Preparando-se financeiramente para a chegada do primeiro filho

Por Fabiana Ramos, Coach Financeira e Fundadora do Mulheres com Dinheiro.

Planejamento-primeiro-filho__

 

Que maravilha é a expectativa pela chegada do primeiro filho!! Que delícia receber o exame positivo, observar a sensação de ter um serzinho dentro de você, desfrutar da alegria do primeiro chute,… Que lindo ver a barriga crescendo e o corpo se transformando para acomodar aquele que é o seu maior tesouro.

A gravidez é, a meu ver, a etapa mais linda da vida de uma mulher.

A chegada do primeiro filho traz muitas mudanças à vida da nova mãe e do casal, tanto na questão do próprio relacionamento, quanto no que se refere ao tempo (que antes era somente do casal e agora será dividido por 3) e também em relação às finanças.

Vamos hoje falar sobre as finanças da nova família.

Todos sabemos que um filho traz muitas alegrias, mas também muitos novos gastos.

O ideal mesmo era que o casal tivesse feito uma “poupança-bebê” e tivesse separado uma quantia mensalmente para ir juntando aos pouquinhos… assim, quando a cegonha batesse à porta com o primeiro filho, não haveria motivos de preocupação.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

3

comente!

21 jan 2016

5 dicas de Planilhas de Gastos para controlar seu orçamento em 2016

por
Gabi Miranda

Destaque, Dinheiro, Maternidade

O que muda a vida financeira são nossos hábitos, mas para mudar hábitos precisamos começar de algum lugar. Portanto, comece anotando seus gastos. Planilha de gastos não faz a gente parar de gastar, mas ajuda a organizar as finanças, apresenta com o que estamos gastando o nosso dinheiro. Inclusive, quando anotamos os nossos gastos diários e mensais, é possível analisar em quais itens podemos cortar. Quando enxergamos para onde está indo o nosso rico dinheirinho, passamos a controlar melhor os nossos impulsos. Eu comecei a fazer uma planilha de gastos depois do curso que realizei na Bovespa, comecei usando uma planilha deles e com o tempo criei a minha própria planilha, aquela com a qual me dei bem e hoje é automático fazer meus registros. Eu planilho tudo nela: investimentos, entradas e saídas do meu dinheiro.

Selecionei 5 dicas de planilhas de gastos para controlar seu orçamento em 2016 e não deixar seu dinheiro voar. Tem da opção mais tradicional, como o antigo Excel, até da mais moderninha, aquela através de um toque pelo celular.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

9

comente!

Página 2 de 3123