25 set 2017

Como otimizar o tempo das mães que trabalham fora

otimizar o tempo das mães que trabalham fora

Muitas pessoas me perguntam como dou conta de tudo. Afinal, são dois filhos, marido, casa, cachorra, trabalho fora, blog, programa de TV, curso, hobby, etc. Pra começar eu não dou conta de tudo. Ser mãe de dois e trabalhar fora é um desafio e tanto na minha vida (e de tantas outras mães). Abro mão de fazer muitas coisas. Tenho hobbys que amo, como o scrapbook que acabo sempre deixando de lado. São muitas atividades diárias e aprendi que tenho que priorizar o que é importante. Três itens são essenciais na minha vida: minha família, meu trabalho e o blog. Então meu dia é meio que dividido entre eles. Adoraria ter horas a mais no dia. Como não tem, o jeito é tentar potencializar o tempo que tenho. Mas como otimizar o tempo das mães que trabalham fora?

Tem dias que eu só quero um tempo para sentar no chão e brincar com as crianças. Nessas horas, abro mão de tudo o que tiver pra fazer. Deixo o cesto de roupa suja cheio mesmo. Durante a semana, não dá tempo de fazer muita coisa, pois chego em casa por volta das 20:30. Se as crianças estão acordadas, dedico um tempo a elas. Se não estão, é o momento de fazer algo pra mim. E isso inclui até ficar sem fazer nada, assistindo TV – o que é raro, confesso, pois assistir TV sem um propósito me faz ter a sensação de desperdiçar meu tempo. Aos finais de semana, acordamos cedo e tenho o costume de praticar pela manhã todas as atividades domésticas para que eu possa ficar com o dia livre depois.

Esse ano, uma das minhas metas era organizar melhor meu tempo e as tarefas. Tanto consegui, que incluí nas minhas horas mais algumas atividades. É possível otimizar o tempo das mães que trabalham fora, mudando hábitos, aperfeiçoando a forma como utilizamos o tempo e desencanando sem culpa das coisas por fazer. O que percebi é que quando você cria novos hábitos e uma rotina, começa ter melhor consciência do que é mais importante na sua vida. E até o seu desempenho melhora. Quando organizamos nosso dia, a sensação é de que ganhamos um pouco mais de tempo.

Com um pouco de organização, é possível sim ganhar um tiquinho mais de tempo no dia. Mas claro, é preciso criar hábitos, métodos que funcione para você e sua família. O que dá certo para mim, pode não dar para você. É necessário considerar os seus horários, sua rotina e até personalidade. Para me ajudar, estabeleci prioridades e sigo algumas dicas práticas para aumentar minha produtividade nas tarefas cotidianas. Espero que possa te ajudar de alguma forma também. 😉

Dicas de como otimizar o tempo das mães que trabalham fora

Escolhas

Não tem jeito, a vida é feita de escolhas. Portanto, priorize o que realmente importa pra você. Se o importante é brincar com seu filhos, deixe as atividades domésticas para depois. Quando estiver em casa, o objetivo tem que ser dedicar-se a família. O trabalho tem que ser feito na empresa e não levado para casa. Esperar as crianças dormirem é sempre uma opção para executar alguma tarefa doméstica ou algo que ficou faltando no dia. O ideal é entender o que é uma tarefa circunstancial, urgente e importante. Estabelecendo isso, é fácil priorizar.

Organização

Planeje sua semana, seu dia e foque nas atividades que precisa executar. O que me ajudou muito esse ano, é ter um planner. Nele faço listas de coisas que tenho para fazer, comprar, escrever. E me ajuda a eliminar a sensação de que estou esquecendo algo – o que era frequente na minha vida. Isso também me auxilia a priorizar as tarefas mais importantes. Os papeis importantes na minha vida, como ser mãe, esposa, mulher, profissional e blogueira, tem espaço no meu planejamento. Portanto, eu traço minhas tarefas, divido minha semana e me programo para cumprir todas as minhas tarefas relacionadas aos papeis que desempenho. Tem muita coisa pessoal que faço também no trabalho, como por exemplo: pagar contas, atualizar as redes sociais, comprar algum item na internet. O Horário do almoço também é precioso para executar alguma atividade, como fazer as unhas.

Televisão – assista programas que realmente te interessam

Quando digo que prefiro assistir televisão com um propósito, me refiro a assistir um filme ou um programa que quero muito, algo que vai agregar na minha vida. Para me ajudar, esse ano fiz no planner, uma lista de filmes que quero assistir. Então, toda vez que me vejo com um tempo livre, me dedico para ver um dos filmes da lista. Assistir TV por assistir, me dá a sensação de desperdício. E acontece! Tem dias que estou a fim de saber o que está acontecendo na novela. E agora me apeguei ao seriado “os dias eram assim”. Enfim, penso que ao invés de ver televisão, posso ler um livro. Ou dormir cedo – que é algo que faz parte da minha lista de prioridades, estar na cama até às 22:30.

Qualidade e Quantidade

Há que acredita que isso não exista, mas eu acredito sim que o importante é a qualidade e não a quantidade. Vejo muitas pessoas com uma quantidade absurda de tempo com seus filhos, mas como esse tempo é usado? Geralmente, os filhos acabam tendo uma agenda cheia também. Ou ambos estão usando o mesmo ambiente, mas cada um fazendo uma coisa. E não julgo essas pessoas, pois sei que se tivesse tempo sobrando com meus filhos, talvez não aproveitaria como deveria. Como tenho menos tempo do que gostaria com meus filhos, aquele tempo é precioso demais, portanto não desperdiçamos. Como a criança não tem muita noção do tempo, o que a deixa feliz é o que você faz com ela no tempo em que estão juntos. Às vezes coisas até simples, mas quando feitas com dedicação, faz enorme diferença. E não tem jeito, a criança percebe quando estamos com ela e nossa cabeça pensando em outras coisas.

Celular e afins

Eu vivo um caso de amor e ódio com o meu celular. Esse aparelho, ao mesmo tempo em que aproxima as pessoas, também as afastam. A gente perde muito tempo com ele na mão e se deixar nos perdemos nas redes sociais. Principalmente, quem tem blog. Porque o celular acaba facilitando a vida e dá para trabalhar através dele mesmo. Faz mais de um mês que determinei horários para usá-lo. A noite, em casa, só uso após as crianças dormirem e ainda assim faço escolhas. Por exemplo, vou olhar whats e responder alguém? Vou ver as redes sociais? Ultimamente, tenho pulado essa etapa e ido direto para meu livro. Não é bom ficarmos nos celular antes de dormir, isso atrapalha nosso sono. Aos finais de semana, seleciono as mensagens de whats que vou responder, não interajo em grupos e não vejo mensagens de trabalho. Também desativei todas as notificações de e-mails e whats.

 

Leia também: produtividade para quem quer tempo

 

compartilhe!

0

comente!

Comente!