16 dez 2016

Dê o seu tempo de presente de Natal para o seu filho

“Minha filha de 3 anos está me implorando um tablet de presente de Natal. Você acha que devo dar? Ela me pede isso toda hora, ela quer muito.”

Pergunta feita por uma pessoa da plateia numa palestra sobre tecnologia. O palestrante recuou um pouco. Aparentemente ficou receoso e preocupado em não julgar aquela mãe. Achei sensato, enquanto minha cabeça estava girando em pensamentos.

 

Google

Porque meu filho me pede um tablet, significa que devo dar?

Criança deveria desejar ganhar um brinquedo, mas a realidade é que muitas crianças pedem mesmo um tablet de presente. Constatei isso ao pegar uma dessas cartinhas que a gente pega nos Correios nessa época do ano. Obviamente, não presenteei a criança com o tal objeto de desejo. Nem para um filho meu eu daria. Porque, como mãe, eu sei que posso e devo escolher o que é melhor para meus filhos.

Um tablet é um presente muito caro para uma criança. Principalmente, uma criança de 3 anos. Tablet não é brinquedo. Um dos meus papéis na vida dos meus filhos enquanto são pequenos, é direcionar o que é importante. E não é importante eles terem um tablet. Nem o melhor nesse momento. Nós temos um iPad em casa, mas que eu comprei pra mim e não de presente de Natal para um dos meus filhos. O Benjamin faz uso do aparelho, mas de forma completamente limitada. Pensando agora, já faz boas semanas que ele nem lembra que tem um tablet em casa. Nem eu lembrava. Não sou contra o objeto, mas sou a favor do uso moderado.

“Vendem-se” muitos aplicativos como pedagógicos e nem todos são. Algumas ferramentas servem para o bem se forem usadas de forma bacana e cabe a nós pais, ensinarmos isso. As crianças estão sujeitas a conteúdfos não apropriados para a idade delas. Para possuir um tablet, uma criança precisa ter idade para entender algumas coisas, como, por exemplo, as regras de tempo de uso; e aprender a usar, afinal o uso desse aparelho precisa ser de forma consciente porque temos acesso livre a internet e não é qualquer conteúdo que uma criança pode acessar.

Leia também: pesquisa revela que filhos se sentem trocados por smartphones

Oferecer o tablet para uma criança, pode ser favorável enquanto o adulto não pode dar a atenção devida. Mas devemos ter cuidado! Não usar a tecnologia para terceirizar o que precisamos dar para nossos filhos: o nosso tempo. Claro, cada um escolhe o que quer vê e o que consumir. Cada pai sabe o que é melhor para o seu filho. Eu acho que filho requer a atenção dos pais. Não tem coisa melhor para uma criança que ter a mãe ou o pai sentado junto no chão brincando de carrinho, bonequinhos ou jogando um jogo. Aqui em casa, estamos numa fase de organização e o Benjamin descobriu alguns jogos de tabuleiro. Eu e marido amamos jogos! Quando começamos a namorar, passávamos horas a fio jogando.

Foi uma grande descoberta para toda família.  Quando descobrimos os jogos com o Benjamin ele passou a querer a jogar e se tornou uma outra forma de explorar o desenvolvimento do Ben. E temos passado mais tempo unidos. Criança tem isso… se reconecta com a gente e faz com que nos reconectemos com a gente mesmo. Mas para isso precisamos dar o nosso tempo para elas.

Ao invés de um tablet, que tal dar para seu filho um brinquedo, um jogo e o mais importante: seu tempo de presente de Natal.

compartilhe!

1

comente!

Uma resposta para “Dê o seu tempo de presente de Natal para o seu filho”

  1. […] Leia também: dê seu tempo de presente de Natal para seu filho […]

  2. Aqui em casa também deixo bem claro que tablet não é brinquedo. Mas o filhote tem acesso, sim. É limitado e controlado, mas não vemos mal em fazer uso em certas situações.

Comente!