25 maio 2016

Dicas para tornar a ida ao dentista menos traumática

por
Gabi Miranda

Comportamento, Filhos, Saúde

Dente de leite e dicas para tornar a ida ao dentista menos traumática

dicas dentista com criança

Imagem Google

Aqui em casa não cansamos de cuidar dos dentes do Benjamin. Eu tenho trauma de dentista, não gosto de jeito nenhum e tinha pavor de imaginar meu filho na cadeira do dentista. Pois o mesmo dente de leite que fez cárie ano passado, voltou a dar defeito, dessa vez a cárie se instalou e cresceu, me assustou a rapidez com que isso aconteceu e mais ainda porque cuidamos para evitar esse tipo de coisa. Fizemos mais uma visita ao dentista e Benzoca teve que passar por outra obturação no mesmo dente que já havia feito, porém dessa vez foi tenso porque até anestesia ele teve que tomar. Dra. Helena, dentista, de nossa confiança, explicou: tem gente que cuida muito e tem cáries, tem gente que cuida pouco e não tem nenhuma. Ela descreveu eu e a minha irmã (que dificilmente teve cáries). Ou seja, tem pessoas com mais predisposição para cáries e tem que que cuidar muito, mas muito mesmo para evitá-las.

(Sem) medo do dentista

Da primeira vez, marido levou o Ben ao dentista, dessa vez ele levou para a avaliação e adivinhem quem, três dias depois, levou para fazer o procedimento. Quem? Quem? Quem? A pessoa mais medrosa (e mais corajosa também) do mundo, a mãe. Como de normal eu não tenho nada, sofri três dias por antecipação e me concentrava, para acalmar meu coração, na lembrança da minha mãe me dizendo “não sofra antes do tempo”. Foi assim a vida inteira, sempre sofri antecipadamente. Reuni forças para transmitir coragem ao meu filho e não deixar transparecer minha insegurança e nervosismo. Obviamente, eu estava tensa, repassando na cabeça todos os procedimentos íntimos para mim e desconhecidos pelo meu menino. Fiquei pensando como minha mãe fez tantas vezes comigo e buscando inspiração nela para mostrar ao Ben (e a mim) que as idas ao consultório não precisam ser uma tortura.

Pra a ida ao dentista não se tornar um momento traumático, a primeira dica fundamental está na escolha do profissional. Eu optei pela dentista da família, que por acaso atende criança e é toda preparada para atender os pequenos. A anestesia, por exemplo, Benjamin nem soube que era uma “injeção”, ele viu um jacaré que soltou uma água não tão saborosa. Eu nem sabia que ela tinha artifícios para atender as crianças de forma mais lúdica, a escolhi por ser a profissional de minha confiança, por ter paciência e sensibilidade para lidar comigo (uma adulta de 30 e poucos anos) e por ter certeza que ela teria muito mais cautela com meu filho. Jamais levaria o Ben em alguém novo. Penso que precisa ser um profissional cujo trabalho já conheço ou com centenas de referências e indicações seguras.

Dentista com criança

 

Veja minhas dicas para tornar a ida ao dentista menos traumática

Um dia antes da consulta

  • Converse com a criança sobre o papel do dentista, não minta e tente passar confiança para que ela se sinta segura e tranquila;
  • Fale um pouco o que vai acontecer, mas sem dar detalhes dos procedimentos (isso o profissional fará na hora e com jeito);
  • Não faça da ida ao dentista um evento festivo. Não tem graça nenhuma ir ao dentista e pode ser um momento para servir de mais um reforço sobre a importância da higiene bucal desde cedo.

No dia da consulta

  • Mantenha a tranquilidade e tente agir normalmente, converse com a criança, brinque, cante no percurso até o consultório;
  • Se a criança chorar… não sei o que fazer! Não aconteceu com a gente, mas acredito que eu esperaria, conversaria e tentaria acalmá-la;
  • Alguns serão contra. Muitos serão! Mas cada um sabe o filho que tem e deve agir como o coração (e o contexto) mandar. No dia da consulta, como estava de folga, sugeri após o dentista irmos ao cinema e Benjamin logo sugeriu: “se eu me comportar no dentista, podíamos mesmo é ir no shopping e você comprar um presente pra mim”. Ele nunca tinha feito um pedido desses, muito menos feito ligação de bom comportamento com presente. Foi irresistível e me vi presa na armadilha. Tratei de explicar que lhe daria o presente não por se comportar bem no dentista, mas porque eu queria presenteá-lo e tudo bem presentear, de vez em quando, sem motivo, as pessoas que amamos;
  • Segure a mão do seu filho enquanto ele estiver na cadeira do dentista. Quantas vezes minha mãe fez isso não só nessas situações…. Perguntei ao Benjamin se ele queria que eu segurasse a mão dele, ele respondeu que sim. A assistente da dentista prontamente se dispôs a ficar com a Stella que estava junto com a gente e eu segurei a mão do pequeno do início ao fim;
  • Ao final da consulta, elogie! Além de elogiar muito, repeti inúmeras vezes naquela semana o quanto estava orgulhosa dele. E não era só para valorizar a atitude e comportamento dele, era porque realmente fiquei imensamente orgulhosa do meu Ben;
  • Se a experiência não foi legal para a criança, deixa que ela reclame e expresse seus sentimentos. Quando marido perguntou ao Benjamin como tinha sido no dentista, ele foi logo falando que não tinha gostado do jacaré, rsrsrs. Explicamos que nem sempre o “jacaré” é necessário e que se cuidarmos dos dentes diariamente, de manhã, tarde e noite, após todas as refeições, não será tão amargo ir ao dentista. 😉

compartilhe!

4

comente!

4 respostas para “Dicas para tornar a ida ao dentista menos traumática”

  1. Claudia Bins disse:

    Ótimas dicas, super importante cuidar da saúde bucal dos pitocos sem traumas!

  2. OI Gabis, eu também tenho pânico de dentista e graças a Deus sou do tipo que não tem predisposição a caries. E ainda bem que não passeio o meu trauma para as filhas.
    A escolha do profissional é fundamental para passar segurança pra gente e assim a gente passar segurança para os filhos.
    Adorei as suas dicas
    beijos
    Chris

  3. Sem dúvidas a escolha do profissional e passar tranquilidade para as crianças são fundamentais na ida ao dentista. Ótimas dicas! Bjs

  4. Essas dicas são realmente ótimas! Aqui a família é de dentista e já vemos o pai, avô e tios fazendo esses comentários! Muito legal! Parabéns!
    Bj
    Juliana Carreras
    http://www.mamaerobo.com

Comente!