26 ago 2016

Esperienza Barilla

por
Gabi Miranda

Destaque, Receitas, Terapia do lar

Experienza Barilla, uma viagem gastronômica ao universo das massas, molhos e cultura italiana. Veja a receita que aprendi no curso e testei em casa

Barilla

 

Sempre sofri bullying pelos meus poucos conhecimentos culinários. Eu meio que nunca precisei fazer nada em casa e quando fui morar sozinha senti na pela a dura realidade. Tive que aprender a me virar, cuidar da casa, da minha roupa, das contas e da alimentação. Demorei um pouquinho para comprar um fogão e quando o adquiri me dei conta  da minha inabilidade culinária. Lembro até hoje das minhas amigas me zoando porque eu não sabia que pimentão não descascava (gargalho só de lembrar). Uma vez inventei de fazer berinjela à parmegiana (eu nem gosto, mas queria agradar o marido, na época namorado), ele diz que ficou delicioso, mas uma semana depois descobrimos de onde vinha um cheiro desagradável… do forno, as berinjelas estavam tão gostosas que foram esquecidas lá. Até hoje, confesso, não sei distinguir algumas verduras na feira. Benjamin, aos 5 anos, sabe que tomate é uma fruta, nem conto quando descobri isso. Não acredito que estou revelando isso publicamente, mas é verdade.

Claro que com o tempo a gente vai aprendendo e pegando gosto pela coisa. Gosto bastante da cozinha a ponto de ter todos os utensílios imagináveis vendidos na Multicoisas. No entanto, ainda tenho poucos conhecimentos e falta tempo para me dedicar mais às peripécias culinárias. Vou para cozinha quando tenho tempo, e, principalmente, quando estou inspirada. Comprovo isso AQUI onde é possível encontrar algumas receitinhas que arrisco. Fascina-me o poder da comida e, juro, gostaria de ter mais disponibilidade em casa para me aventurar na cozinha e até para fazer cursos culinários (por que não?!). Nas minhas férias de julho, a convite da Barilla, participei presencialmente da Esperienza Barilla – aulas com o chef Paulo Turziani sobre a arte de preparar massas.

Foi uma experiência que transformou minha forma de cozinhar macarrão. Sempre achei que a massa era cozinhada em água fervente com azeite e sal refinado. Sabe de nada inocente! O chef Turziani disse que descobrimos se a massa é boa ao cozinhá-la sem o tal do azeite. E o sal deve ser substituído pelo sal grosso. Ah! E nada de dar choque na massa com água gelada após escorrê-la! Veja algumas dicas de como cozinhar um macarrão AQUI.

No curso aprendemos fazer duas receitas. Uma delas é Risoni Barilla Risotado de linguiça calabresa fresca, uma massa como se fosse risoto e que estou louca para testar em casa. A outra é Rigatoni Barilla com molho do chef e abóboras assadas, que testei em casa no final de semana passado e o resultado foi bem bom! E quando o resultado é positivo, precisa ser compartilhado. Essa receita é muito fácil de fazer e bem rapidinha, embora não pareça.

Rigatoni Barilla com molho do chef e abóboras

Você vai precisar de:

  • 500g de Rigatoni Barilla
  • 1 litro de leite integral
  • 80gr de farinha de trigo
  • 80gr de manteiga
  • Meia abóbora cabotchá
  • 5 gemas
  • 50gr de parmesão
  • 50gr de queijo Emmental
  • Sal, pimenta do reino, noz moscada
  • Tomilho e alecrim
  • 4 muçarelas de búfala grandes
  • 150gr de parmesão

Mix de temperos do chef Turziani

  • Pimenta branca
  • Pimenta rosa
  • Sementes de erva-doce
  • Pimenta do reino preta
  • Pimenta verde
  • Gengibre desidratado

Modo de preparo

  1. Cortar a abóbora em lascas finas, com a casca, unte com azeite, tempere com sal, pimenta do reino e as ervas picadas. Leve ao forno até que dourem. Reservar.
  2. Derreter a manteiga e pré cozinhar a farinha até sentir um perfume amendoado. Acrescentar o leite quente aos poucos e mexer vigorosamente até encorporar completamente. Cozinhar por mais 3 minutos e desligar o fogo.
  3. Em uma pequena tigela, bata as gemas com os queijos ralados. Encorporar ao molho branco mexendo vigorosamente e temperar com sal, noz moscada e pimenta do reino.
  4. Cozinhar a massa até a metade do tempo indicado na embalagem, escorrer e encorporar ao molho.
  5. Misturar as muçarelas cortadas em cubos e a abóbora.
  6. Coloque em uma assadeira, cubra com parmesão e leve ao forno a 180 graus pelo tempo restante do cozimento da massa. Sirva imediatamente.

Não usei o mix de tempero sugerido pelo chef e troque o queijo Emmental pelo Gruyère porque o primeiro não tinha aonde fui comprar os ingredientes. Mas ficou bom do mesmo jeito. E achei que até fui ousada em trocar um ingrediente, geralmente eu desisto de fazer por falta de um item pois tenho medo de errar.

A Esperienza Barilla é oferecida e 3 plataformas: 1) Cozinha Barilla; 2) Food Truck; 3) cursos online. Para participar, basta se inscrever AQUI. Não tem como arrumar desculpa pensando no grau de dificuldade da receita ou na escolha dos ingredientes. Para facilitar, a Barilla envia, no dia anterior a aula, um e-mail especial para todos os inscritos com detalhes de produtos, porções, ingredientes e até utensílios necessários. Ótimo para quem fizer o curso online, acompanhando de casa. A transmissão é feita pelo site da Barilla e todos os inscritos podem enviar perguntas pelo site. E se por algum motivo não der para assistir ao vivo, o conteúdo fica disponível no canal da Barilla no Youtube. Veja o calendário mensal das aulas presenciais na cozinha Esperienza, também pelo facebook https://www.facebook.com/barillabr/.

Gostei demais da experiência e dessa iniciativa da Barilla em nos proporcionar essa viagem ao universo das massas e molhos e compartilhar um pouco dos valores da massa e cultura italiana. 😉

compartilhe!

6

comente!

6 respostas para “Esperienza Barilla”

  1. Eu também gosto de cozinha e tenho muitos utensílios, mas sempre quero um ou outro novo. Muito legal essa experiência e amei a receita.
    beijos
    Chris

  2. Claudia Bins disse:

    Nossa, que experiência bacana! Adoraria fazer :-). Adoro os produtos barilla e sempre tenho em casa.

    Clau
    @AsPasseadeiras

  3. Ai que delícia. Literalmente um prato cheio, principalmente para quem tem um pé na Italia, como eu!

  4. Ainda bem que li o post depois do almoço, porque se estiver tão gostoso quanto lindo, eu ia comer demaaaaaaaaaaais!

  5. patricegu disse:

    Gabis, parabéns! E a gente é uma ótima cozinheira. Olha quanta comida boa você faz para sua família.
    bjs

  6. Gente, o que foi esse prato que você preparou, que linnnndo…
    Amei, já quero fazer tb…

Comente!