24 fev 2016

Introdução alimentar da Stella

por
Gabi Miranda

Bebê, Destaque, Filhos

Introdução alimentar é uma fase importante na vida do bebê, pois vai ser crucial para o desenvolvimento saudável dele. É um processo cheio de descobertas e eu tinha esquecido o quanto essa fase é especial para pais e filhos.

introdução alimentar

Em janeiro fizemos a introdução alimentar na vida da Stellinda e tem sido uma fase saborosa para todos nós. É muito especial a cada vez que apresentamos um alimento novo para ela. Começamos apresentando as papinhas de frutas aos 5 meses e uma semana. Sim, antecedemos um pouco porque era nítido o interesse dela pelas coisas que comíamos. Então marido foi a uma consulta com a pediatra e no topo da lista de perguntas que pedi pra ele fazer estava: podemos começar a introdução alimentar da pequena?

Porque é minha segunda filha, há quem acredita que não tenho dúvidas. Mas tenho várias, principalmente nesse quesito de introdução alimentar. Pode oferecer qualquer tipo de alimento? Eu só lembrava o básico: primeiro oferecemos frutas (e ok banana, maça, pêra…e quais mais?!), depois alimentos salgados e janta só lá pelos 9 meses de idade. Ovo tinha um lance de oferecer primeiro a gema ou a clara?! Já não lembrava mais… Leite de vaca e derivados (queijos e iorgutes) só após um ano. A pediatra me mandou um receituário descrevendo em colunas tudo o que podia: frutas, legumes, verduras, alimentos com glúten e carnes. Todos de todas as categorias.

Quero investir numa alimentação saudável para Stella até os dois anos de idade, assim como fiz com o Benjamin. Esse é o período que leva para a criança desenvolver o paladar. Tudo o que for oferecido durante os primeiros dois anos contribuem também para a formação imunológica do bebê. É importante, por exemplo, evitar alimentos com sal e açúcar para que a criança não se acostume tanto com um ou outro. Acredito que possa até ser mais difícil evitar alguns alimentos já que o irmão já come de tudo e, embora não coma doces, não tome refrigerantes, tem uma guloseima ou outra (como: danones, iogurtes, suco de caixinha) que ele ingere e que talvez chame a atenção dela.

Com 5 meses e meio iniciamos com as papas salgadas. Seguimos as orientações da pediatra e fazíamos uma espécie de purê com os alimentos todos misturados. O ideal mesmo é oferecer os alimentos separadamente para que o bebê conheça todos os sabores. 😉

*

Agora Stella está com 6 meses e meio e nós iniciamos a alimentação com o método BLW – vou contar como tem sido em outro post.

compartilhe!

0

comente!

0 resposta para “Introdução alimentar da Stella”

Comente!