15 jun 2015

Lista de exames na gravidez

por
Gabi Miranda

Gravidez, Maternidade

Quando fiquei grávida do Benjamin, nem procurei pesquisar os exames que precisavam ser feitos. Fui no escuro mesmo, sempre aguardando o pedido do obstetra. Apesar de ter realizado todos os exames na gravidez devidamente, hoje penso o que é bom nos prepararmos e sabermos a importância de cada exame solicitado. São inúmeros exames na gravidez. Começam a ser realizados a partir do momento que surgem as duas linhas paralelas vermelhas, indicando que sim, estamos grávidas. Resolvi listar todos eles para ajudar outras gravidinhas.

exames na gravidez

1

 

 

Nesse período será solicitado um monte de exame de sangue. Não se assuste, pois todos eles podem ser feitos de uma vez só, com uma única picadinha.

Glicemia de Jejum
Para que serve: para diagnosticar diabetes gestacional.

Hemograma completo
Para que serve: para verificar sinais indiretos de infecção, anemia ou alterações nas plaquetas.

Urina 1 e Urocultura
Para que serve: para verificar se tem alguma infecção urinária sem sintomas aparentes.

Sorologias para agentes infecciosos
Para que serve: verifica o contato da gestante com micro-organismos  ausadores de doenças que podem interferir no desenvolvimento saudável da gestação

Sífilis
Para que serve: identifica se a gestante possui essa doença sexualmente transmissível. Se não for tratada pode passar para o bebê pela placenta, podendo causar mal-formações ou até a perda do feto.

HIV
Para que serve: identifica se a gestante possui essa doença que quando tratada corretamente durante a gestação e na hora do parto, reduz a chance do bebê ser contaminado.

E não acaba por aí…

Hepatite B e C
Para que serve: verifica se a mãe possui e caso seja positivo, pode-se medicar o bebê assim que nasce, reduzindo o risco de contaminação.

Tipagem sanguínea
Para que serve: apresenta o grupo sanguíneo e o fator RH da gestante.

Toxoplasmose
Para que serve: verifica se a mãe já teve ou tem propensão a ter. Essa infecção pode passar para o bebê pela placenta e ter ou não consequências. Caso dê negativo o resultado da mãe, aconselha-se cuidados com alimentação e higiene.

Rubéola
Para que serve:  a Rubéola é uma infecção viral e perigosa para o feto quando a mulher adquire na gestação, podendo provocar mal-formações no bebê. Esse exame serve para identificar se a mãe tem ou não a infecção.

Papanicolau
Para que serve: identifica infecções vaginais e verifica se está tudo bem no colo uterino

Ultrassonografia endovaginal ou transvaginal
Para que serve: confirma a presença e frequência cardíaca do embrião e tempo de gestação.

Ultrassonografia Morfológica do Primeiro Trimestre
Para que serve: verifica medidas importantes do bebê como a translucência nucal e osso nasal. O objetivo principal é verificar se o bebê tem mal-formações e risco de doenças genéticas, em especial a Síndrome de Down.

2

 

 

 

Ultrassonografia Morfológica do Segundo Trimestre
Para que serve: além de verificar os itens mencionados acima, também analisa a placenta, volume do liquído amniótico, colo uterino.

 

3

 

 

 

Nesse período, o médico vai repetir todos os exames de sangue realizados no início da gestação, além de um específico:
Curva glicêmica
Para que serve: identificar diabetes gestacional, comum aparecer após as 28ª semana de gestação.

Ultrassonografia obstétrica
Para que serve: verifica a quantidade de líquido amniótico, medidas e peso do bebê, maturação e localização da placenta.

Cardiotocografia
Para que serve: registra os batimentos cardíacos e a movimentação do bebê, além de contração uterina.

Cardio
Para que serve: avalia a formação do coração do bebê, bem como os batimentos cardíacos.

Doppler colorida
Para que serve: o Doppler presenta imagens em tempo real do fluxo sanguíneo de diversas partes do corpo da mãe e o bebê. Ajuda a avaliar se os principais órgãos do bebê estão com oxigenação dentro do esperado, além da circulação do cordão umbilical e do coração.

Pesquisa da bactéria estreptococo B na cultura de secreção vaginal
Para que serve: último e não menos importante que os outros, um pouco constrangedor também, mas simples e rápido, detecta a presença dessa bactéria na vagina e no ânus (é conhecido também como exame do cotonete, porque o médico apenas passa uma espécie de cotonete na parte externa desses dois órgãos). No caso de dar positivo, indica-se o uso de antibióticos na hora do parto para proteger a criança de uma infecção neonatal.

Fonte: Manual da Mamãe

compartilhe!

1

comente!

Uma resposta para “Lista de exames na gravidez”

  1. […] o último exame, aquele conhecido por nós gravidinhas como o do cotonete, cujo nome correto é “pesquisa da bactéria estreptococo B na cultura da secreção vaginal e anal”, a ser feito entre a 36ª e 37ª semana. Constrangedor, mas importantíssimo. Também teremos […]

  2. Lele disse:

    Muitos exames mesmo né?
    Não me lembro de ter feito todos… mas acho que fiz né?
    heheh
    Beijos
    Lele

Comente!