10 nov 2015

Maternidade contribui para o desempenho profissional da mulher

por
Gabi Miranda

Destaque, Maternidade, Trabalho

Imagem Google

Imagem Google

Que a maternidade transforma a vida, não é nenhuma novidade. Mas ela também aumenta o desempenho das mulheres em vários setores, inclusive o profissional. Uma pesquisa, realizada há algum tempo, pela Microsoft, com 2.000 funcionárias e 500 empregadores, afirma que a maternidade contribui para o desempenho profissional da mulher, que a performance das mulheres muda (para melhor) após o nascimento dos filhos. Segundo a pesquisa:

  • 62% das mulheres afirmam ter se tornado melhores na realização de multitarefas
  • 46% disseram sentir melhoras na gestão do tempo
  • 34% comentaram sobre o aumento das relações cordiais com os colegas de trabalho
  • 27% se tornam mais organizadas
  • 57% dos empregadores concordaram que mulheres com filhos trabalham melhor em equipe dos que aquelas que ainda não são mães.

Não sou nenhuma especialista no assunto comportamental, mas segundo a minha experiência materna, imagino o motivo de tanta mudança. Sobre o aumento da gentileza nas relações, acho que tem a ver com o nosso desejo em querer um mundo melhor para nossos filhos, portanto começamos a mudança dentro de nós, gerando gentileza. Tratamos melhor as pessoas para que se torne uma corrente do bem. E acho que tem uma questão de espírito e alma leves, a maternidade nos faz tão felizes que acaba espelhando em nosso modo de agir com o mundo.

Embora seja maravilhoso ficar em casa e cuidar da cria que acabou de nascer, para a mulher que já trabalha fora e fica de licença maternidade, é muito difícil esse processo de clausura. O período da licença maternidade acaba sendo também um divisor de águas. Eu, por exemplo, vivo um duelo de sentimentos. Amo cuidar dos meus filhos, mas não vejo a hora de voltar ao trabalho e sentir que estou fazendo parte de um grupo, arregaçar as mangas e colocar a mão na massa. Desconfio que passamos a trabalhar melhor em equipe por conta daquele jeitinho maternal que adquirimos ao nos tornarmos mães. Alguns talentos comportamentais da maternidade podem sim ser essenciais para colocar em prática na vida profissional.

A mãe que não tem organização e não cuida da gestão de seu tempo, está perdida. Pelo menos, é assim que me sinto quando percebo que não tenho tempo pra nada. Não dá para ser mãe e não ser minimamente organizada. Logo, nos tornamos pessoas capazes de realizar inúmeras tarefas ao mesmo tempo, como confirma a pesquisa.

Outras pesquisas já constataram que a produtividade da mulher só aumenta após a maternidade. E não é só isso, aumenta também a capacidade de paciência, compreensão, persuasão e determinação. Ou seja, mães são profissionais mais tolerantes e ótimas negociadoras.

Portanto, cara leitora, se você, assim como eu, está prestes a voltar ao trabalho, após uma licença maternidade intensa, fique tranquila. Foi-se o tempo em que as empresas dispensavam as profissionais recém-mães. Atualmente, as mães são bem vistas no mundo corporativo. É claro que não pode abusar do posto. Cabe a nós demonstrarmos nossas aptidões, desempenho, o desejo em trabalhar e a empresa perceberá o nosso valor. 😉

 

compartilhe!

0

comente!

Comente!