18 mar 2015

Metas do ano – 2015

por
Gabi Miranda

Maternidade, Organização

Eu sei, já passou dezembro, janeiro, Carnaval e parece que o tempo de falar nesse assunto também. Mas quer saber, nem ligo! Meu tempo é outro e acho que nunca é tarde para redefinirmos e traçarmos nossas metas do ano e objetivos.

Sempre fui de fazer planos a curto, médio e longo prazo. Depois que levei uma rasteira da vida, confesso que tenho medo de fazer planos. Passei achar melhor deixar a vida me levar. Mas também acho que não dá pra viver assim a vida toda. Precisamos ter pelo menos um pouco das rédeas das nossas vidas em nossas mãos. E também não significa que não tenho objetivos de vida. Tenho sim, mas não vivo mais abitolada em atingir naquela data o que tracei. E também não sinto mais tanta vontade de fazer planos a todo instante.

Portanto, mudei um pouco a minha estratégia. Ao invés de traçar planos e, seguindo a sugestão de uma grande amiga, resolvi fazer uma listinha de metas para cumprir durante ano. Só que agora coloquei como metas aquelas coisas que acredito ter mais controle, coisinhas do dia a dia que não damos muita importância, falamos que vamos fazer e acabamos por não fazer. Então minha amiga me passou o modelo de planilha dela e montei a minha lista, agora decidi compartilhar com vocês, quem sabe pode ajudar alguém. É bem simples.

metas do ano

Mas não basta também definir as metas do ano e ficar por isso, para cumpri-las, sendo pequenas ou grandes, precisamos seguir alguns critérios:

  • As metas do ano precisam ser escritas e, de preferência, ter lugar de destaque na nossa vida – algo que você enxergue todos os dias. A minha planilha fica no meu computador, mas talvez o ideal é que ficasse grudada num espelho. Mas é uma planilha que abro constantemente porque nela também tem minha planilha financeira;
  • Precisamos ter um olhar positivo para as metas do ano. Não adianta nada ter uma meta e ficar pensando que não vai conseguir atingir, é preciso de foco e, principalmente, de disposição para atingi-las;
  • Precisam depender principalmente de nós. O que depende do outro foge do nosso controle;
  • Precisa ter um período estipulado para atingi-las. Tenho metas mensais, coisas que pretendo atingir com determinada frequência e tem aquelas coisas que não dá para atingir de um dia para outro e precisa de um planejamento – coisas que precisam ser feitas para alcançar o objetivo principal;
  • Precisa ter disciplina e acompanhamento semanal ou mensal;
  • Precisa de compromisso da nossa parte – o que você faz todos os dias para chegar perto da sua meta?
  • E por último, mas não menos importante, é preciso TER FOCO!

compartilhe!

1

comente!

Uma resposta para “Metas do ano – 2015”

  1. […] então consequentemente aproveito para dar uma olhada na aba de metas do ano. Continuo seguindo esse modelo de planilha que deu certo pra mim em 2015. Muitos dos meus objetivos foram alcançados no ano […]

  2. Lele disse:

    É isso aí Gabis
    sempre é tempo de rever as metas e objetivos.
    não precisamos esperar grandes marcos ou a virada do ano.
    E foco!! Muito!
    beijao
    Le

Comente!