05 maio 2015

Montevidéu com crianças

por
Gabi Miranda

Maternidade, Viagem

Dessa vez foi difícil definir nosso destino de férias uma vez que eu não queria ir pra muito longe. Por conta dos enjoos, de tanto passar mal, nem estava mais querendo viajar. Mas não achava justo com a nossa família. Principalmente porque imagino que a próxima viagem vai demorar muito com a chegada de um bebê em nossas vidas. Então, depois de muitas pesquisas (do marido, porque eu nem pra isso tinha forças), resolvemos ir à Montevidéu e Punta del Este. Os relatos dessa viagem serão divididos em dois posts. vamos iniciar pelo primeiro destino: Montevidéu – a capital do Uruguai. Descobrimos que Montevidéu com crianças é uma combinação perfeita

Montevidéu é uma cidade muito aconchegante, limpa e organizada. Bastante conhecida pela comida: o tradicional churrasco e um tal de “chivito”, uma espécie de beirute caprichado. Lá, encontramos vários brasileiros e foi muito fácil de se comunicar em português. O dinheiro de lá é o peso uruguaio, que vale cerca de 8,5 vezes menos que o nosso real, mas na conversão pareceu tudo um pouco mais caro do que aqui.

1º Dia:

Chegamos no belo aeroporto de Carrasco. O voo de SP é de curta duração, cerca de 2:15h, ideal para não entediar as crianças. De lá para o hotel (Dazzler). E do hotel já fomos para o Mercado Municipal experimentar os famosos e bem-servidos pratos uruguaios. Depois da comilança, esticamos para uma caminhada pela Cidade Velha até o centro. Passamos por alguns pontos interessantes: Portal da Cidadela – o que sobrou da muralha que cercava a cidade velha; Praça Independência – principal praça de Montevidéu; Mausoléu do Artigas – personagem principal da história uruguaia; Edifício Salvo – o mais antigo da cidade; Fonte dos Cadeados – para prender para sempre o nosso cadeado (e jogar a chave fora, como o Ben fez!) e Prefeitura – que tem um mirante panorâmico da cidade. Ufa(!), depois dessa caminhada toda, descanso no hotel.

Montevidéu com crianças

2º Dia:

Tentamos conhecer o Estádio Centenário, mas estava fechado devido à semana santa. Então fomos conhecer a Catedral Municipal e o Teatro Solís. Neste último, fizemos uma visita guiada e gratuita, com direito a algumas cantigas locais interpretadas. Gostamos bastante. Paramos em uma livraria e demos uma olhada nos livros infantis, o Ben adora isso. Pausa pro almoço e nova volta na Praça Independência para a digestão. Depois encontramos uma outra praça com parquinho, por lá tem várias dessas espalhadas pela cidade, são bastante seguras e bem familiares.

O Ben a-do-rou cada um desses que a gente passou. Em seguida pegamos um táxi e fomos conhecer o farol de Punta Carretas, que no fim foi o passeio mais marcante para o Benjamin. Chegando lá, marido e ele subiram no farol para ver a vista lá de cima, eu não tive condições de encarar os infinitos degraus. Fiquei sentada numa pedra ouvindo o som do mar e admirando o céu. Na descida, demos uma volta na praia que tinha por lá e o Benzoca se deparou com o que virou a maior lembrança que ele tem do Uruguai: um carangueijo. Fala disso até hoje e diz que foi o que ele mais gostou na viagem.

Depois ainda, tivemos fôlego para conhecer o Parque Rodó, um grande parque meio no estilo Ibirapuera, mas que ainda tem um parque de diversões dentro, com roda-gigante e carrossel! O Ben até jogou futebol com uns uruguaios neste parque… viu a bola rolando e correu sem titubear para eles. Acho que a linguagem do futebol é universal. Dia puxado, andamos bem uns 3km a pé.

Montevidéu com crianças

dia2_

3º Dia:

Escolhemos fazer o passeio da vinícola, para conhecer de perto onde são feitos os vinhos Bouza, da famosa uva Tannat. A van nos buscou no hotel e levou direto para a vinícola com mais alguns brasileiros, infelizmente, nenhum deles com criança. Lugar muito bonito e interessante. O Ben adorou ver onde nascem as uvas e até brincou com uns gatos que tinham por lá.

Com direito à degustação dos vinhos (com moderação) e queijos maravilhosos de lá. Na volta o motorista nos deixou no Espaço Kibon, uma área próxima à praia onde tem as letrinhas “MONTEVIDEO”, muito legal para tirar umas fotos. Caminhamos pelas ‘Ramblas’ – como são chamadas as orlas, ou calçadões, de lá – e voltamos pro hotel. À noite, fomos até o Shopping Punta Carretas para conhecer e jantar, o Ben até comprou um presente para ele com as moedinhas que tinha acumulado desde o primeiro dia (foi até o caixa e entregou o dinheiro pro moço, uma gracinha!)

Montevidéu com crianças

4º Dia:

resolvemos conhecer a praia! Curiosidade é que Montevidéu é banhada pelo Rio da Prata e não por um mar. Mas as praias até que são povoadas e o pessoal curte como tal. Nada tão cheio como no Brasil, mas bem legal para aproveitar. Curiosidade 2: a água é bem fria, mas apesar disso, o tempo estava bom e deu para entrar para experimentar.

Parada para almoço e provar mais um “chivito” da cidade, quando a garçonete disse para o Ben: “coma tudo que te dou um presente!” Tadinho, ele não deixou um grão de arroz no prato para contar história, achando que ia ganhar um boneco novo dos Vingadores. Doce ilusão (e nós tentamos alertar que seria uma lembrancinha), ao fim do almoço, a garçonete leva ele até a geladeira dos sorvetes e lhe dá um de laranja. Logo ele que não gosta nem de sorvete, nem da fruta laranja (só do suco)!

Na volta do almoço paramos em um outro parque da cidade com playground. Benjamin logo se soltou e saiu pulando nos brinquedos, fez amizade com uruguaios, jogou bola, convidou os novos amigos para conhecer sua casa no Brasil e tudo mais. Até nós fizemos amizade com os pais de lá. Isso é muito legal no Uruguai, a sensação de segurança nos locais públicos e o clima familiar que encontramos nos parques. À noite uma pizza para fechar o dia.

dia4

dia4_

compartilhe!

8

comente!

tags: , ,

8 respostas para “Montevidéu com crianças”

  1. […] uma viagem de 10 dias para o Uruguai (eu – grávida da Stella, marido e o Benjamin) que de Montevidéu fomos para Punta del Este. Vai ser a primeira vez que além de ficarmos 15 dias, vamos ficar […]

  2. carol disse:

    Olá! Você lembra o bom ou onde era esse outro parque com playground? Obrigada

  3. Seider disse:

    Boa tarde . Onde ficou hospedada? gostou do local ?

  4. Fabíola B. Hilário Rodrigues disse:

    Olá Gabi!
    Qual praia vocês conheceram no 4º dia? Tem estrutura com banheiros, guarda sol, comes e bebes, etc? Acha viável frequentar com uma criança de 2 anos.
    Muito obrigada

    • http://bossamae.com.br/novo/wp-content/themes/bossa-mae/img/img-coment.png Gabi Miranda disse:

      Oi Fabíola, vc vai brigar comigo se eu disser que não lembro o nome da praia? Mas não tinha estruturas assim para bebê não.
      Se o hotel de vcs for perto da praia, acho viável. Se for longe, complica um pouco para bebês. Mas com criança de dois anos, acho que basta ter um chuveiro pra depois tirar a água salgada. O que também não vi nas praias de Montevidéu.
      Boa sorte!
      bjsssss

  5. Luciana disse:

    Boa tarde Gabi.
    Estamos indo pra Montevidéu agora em setembro e a minha maior preocupação é a comida dos pequenos😬
    Tenho um bebê de 1 ano e uma de 3 que adoram arroz e feijão , esse tipo de comida existe por lá ? O que seu filho comia ? Como se virou ?

    • http://bossamae.com.br/novo/wp-content/themes/bossa-mae/img/img-coment.png Gabi Miranda disse:

      Olá Luciana,
      Tem arroz, massa, carnes. Meu filho comeu de tudo.
      Não lembro de feijão. Mas até pizza comemos.
      Fica tranquila, tem bastante opções.
      Ótima viagem!
      bjs

  6. Douglas Bernardo De Moraes disse:

    Bom dia Gabi!

    Muito legal post dando dicas de passeios com criança. Estou pensando em fazer esta viagem, e aproveitando sua experiência, poderia indicar ou dar detalhes sobre lugares para comer e se é fácil fazer o passeio nas vinícolas.

Comente!