20 nov 2017

O milagre da manhã

por
Gabi Miranda

Destaque, Livros

Acabei de ler o livro “O milagre da manhã” e estou inspirada. É claro que nem sempre a gente concorda com todo o conteúdo de uma obra e tudo bem. No começo da leitura quase desisti porque me senti lendo uma pregação de como o Milagre da manhã mudou a vida das pessoas, muitos relatos… um pouco insistente demais e chato. Mas insisti porque eu tinha lido algumas referências sobre o livro. Não era possível não tirar algo de bom dele. Li até o final. Quando chega mais na parte de conceito e dicas, fica melhor e foi possível tirar algumas inspirações.

o milagre da manhã

O milagre da manhã – o segredo para transformar sua vida (antes das 8 horas)

.

Existem apenas duas maneiras de viver sua vida. Uma é como se nada fosse um milagre. A outra é como se tudo fosse um milagre. (Albert Einstein)

O milagre da manhã parte de um princípio que acredito muito: todo dia em que acordamos é uma oportunidade para fazer algo diferente, principalmente tornar seu dia com sentido. Se você acorda reclamando por ter acordado e por todas as coisas que tem a fazer, tem grande chance do seu dia ser uma merda. Mas se você acorda desejando que seu dia seja bom e incrível, ele será. Pois é a forma como você encara o dia que está começando que define como será o seu humor, a sua energia, o seu astral. Então, o autor Hal Elrod, apresenta algumas dicas para mudar a maneira como você desperta de manhã, transformando o seu dia e qualquer área da sua vida.

O conceito básico é que tudo é possível quando você está comprometido e que não adianta ficar se remoendo ou se sentindo mal quanto aos aspectos da nossa vida que não podemos mudar. Quando nos concentramos em aprender com os nossos desafios e em como os utilizamos para agregar valor às vidas dos outros, podemos transformar qualquer adversidade em uma vantagem.

A proposta do Milagre da Manhã

.
A proposta do autor é seguir um roteiro onde ele sugere 6 passos (abaixo). Mas nada impede que você crie os seus com as coisas que te dê mais prazer.

  • Silêncio

    é indicado praticar atividades silenciosas como meditação, oração reflexão, respiração, gratidão.

  • Afirmações

    Mentalizar afirmações positivas, exemplo: “estou comprometido a fazer tudo que preciso hoje para atingir meus objetivos”. Henry Ford disse: “quer você pense que pode, quer pense que não pode, você está certo dos dois jeito.” Porque a ideia é que o pensamento tem poder. Portanto, quanto mais positivo pensar, mais coisas positivas atrairá.

  • Visualização criativa (ou ensaio mental)

    repensar sonhos, objetivos, planos, aonde você quer chegar. Refere-se à prática de buscar gerar resultados positivos usando sua imaginação, criando imagens mentais de comportamentos e resultados específicos ocorrendo em sua vida. O objetivo é imaginar exatamente aquilo que você deseja conseguir. Mas sem esquecer: nada muda sua vida sem ação!

  • Exercícios

    o autor afirma que o exercício matinal deveria ser uma das partes mais importantes dos rituais diários. São vários os benefícios. Ainda que seja por poucos minutos, toda manhã, fazer exercício aumenta nossa energia, melhora a saúde, aumenta a autoconfiança e o bem-estar emocional, e nos capacita a pensar melhor e se concentrar por mais tempo.

  • Leitura

    ler textos inspiradores, assuntos que  contribua para o nosso desenvolvimento pessoal ou profissional. O autor recomenda assumir o compromisso de ler, no mínimo, dez páginas por dia. Isso equivale, segundo ele, a 10 ou 15 minutos de leitura. Depende do seu ritmo de leitura

  • Escrever

    manter um diário onde possa colocar por escrito os pensamentos, sentimentos, sonhos, planos a vida em família, compromissos, lições aprendidas.

Qual o segredo para você acordar toda manhã

 

A vida começa a cada manhã. (Joel Olsteen)

O segredo é você levantar da cama com um propósito e não porque você precisa, mas porque você quer de verdade. Em O milagre da Manhã, o autor indica 5 passos para despertarmos de forma eficaz. Estratégias que funcionam para viciados em soneca como eu. Sim, embora eu funcione melhor na parte da manhã, eu não me considero uma pessoa matinal, pois acho que preciso muitas horas de sono. Eu enrolo muito para levantar da cama e aí entra aquela soneca do celular. Eu sempre vou adiando um pouco mais. Para eu conseguir seguir a proposta do autor, já fiz o teste e preciso acordar às 6:00. E no primeiro dia fui adiando a soneca até às 7:00. Mas eu não tinha chegado ainda no capítulo com as dicas para despertar.

  • Passo 1: estabeleça suas intenções antes de deitar

    Seu primeiro pensamento de manhã costuma ser o último pensamento que você teve antes de ir para a cama. Portanto, se seu último pensamento antes de ir para a cama for algo como “estarei exausto amanhã”, o primeiro pensamento quando o despertador tocar no dia seguinte vai ser algo como “já? eu mal dormi. quero continuar dormindo”. Sou dessas! O segredo é decidir e criar toda noite, conscientemente, uma expectativa positiva para a manhã seguinte.

  • Passo 2: coloque seu despertador no outro lado do quarto

    Colocar o despertador mais longe o possível da cama, porque assim quando tocar, você vai precisar levantar e sair da cama. Coloca seu corpo em movimento – o que gera energia e contribui para acordar.

  • Passo 3: escove os dentes

    Depois de desligar o despertador, vá direto para o banheiro escovar os dentes e lavar o rosto. Essa atividade simples aumenta o nível de motivação ao acordar.

  • Passo 4: beba um copo cheio de água

    Segundo Hall, é importante que a primeira coisa que você faça seja se hidratar toda manhã. Pois depois de 6 a 8 horas sem água (porque você estava dormindo), o corpo estará moderadamente desidratado, e a desidratação provoca cansaço. E muitas vezes quando nos sentimos cansadas durante o dia, tudo o que precisamos é de mais água e não necessariamente de sono.

  • Passo 5: vista suas roupas de ginástica

    Exercícios matinais maximizam nosso potencial, pois nos coloca em estado de pico mental, físico e emocional para que possamos ganhar o dia. Desses passos, esse acaba sendo o meu primeiro. Eu deixo a roupa da academia no banheiro, já me visto e depois escovo os dentes e lavo o rosto. Eu odeio com todas as minhas forças fazer exercício, só quando começo a suar que sinto mais prazer. Em geral, tem sido bom pra mim. Realmente me dá mais energia para encarar o dia.

Pra quem acha que não consegue/não tem tempo para seguir a proposta no período da manhã

.
A gente sempre tem uma desculpa para não fazer atividade física, quem dirá seguir a proposta dos 6 passos que O Milagre da manhã sugere. Por isso, o autor indica uma programação de 60 minutos para cumprir os passos e obter o milagre da manhã. Abaixo, como ele divide o tempo para cada atividade:

Silêncio – 5 minutos
Afirmações – 5 minutos
Visualização – 5 minutos
Exercícios – 20 minutos
Leitura – 20 minutos
Escrever – 5 minutos

E aí você pode montar a programação de acordo com suas preferências e disponibilidade.

O que posso dizer e que também aprendi com o livro e na prática, é que tudo é difícil antes de ser fácil. Toda vez que vamos fazer algo que não sabemos bem, achamos mega difícil e quando aprendemos, fica mais fácil. Como o autor diz, toda experiência nova é desconfortável, antes de ser confortável. E criar novos hábitos é difícil pra caramba. Leva-se pelo menos 30 dias para uma atividade nova virar um hábito. Para “facilitar”, o autor usa uma estratégia dividindo esses 30 dias em três fases de 10 dias.

Dias 1 a 10

fase 1: é considerado insuportável. Parece que não acaba nunca, principalmente porque não estamos acostumados.

Dias 11 a 20

fase 2: desconfortável. Após superar os primeiros 10 dias – considerados mais difíceis, começamos uma fase mais fácil, porém mais desafiadora do processo. E se tirar algum dia de folga porque você acha que isso pode reforçar positivamente o hábito, só dificulta a recomeçar.

Dias 21 a 30

fase 3: irrefreável. É a fase crucial para manter o novo hábito a longo prazo. Esses é o período que reforçamos positivamente e associamos prazer ao novo hábito. Até então, nos primeiros 20 dias, só associamos dor e desconforto. E aqui nessa fase, começamos a sentir orgulho de nós mesmo por ter chegado longe. É nessa fase que começamos a desfruta o hábito e que fará mantê-lo no futuro.

Eu ainda não consegui seguir a proposta por 30 dias consecutivos. Comecei, quebrei aos finais de semana, teve dia da semana que estava indisposta e não fui para academia ou não acordei no horário que me propus (às 6:00). Enfim… é bem difícil. Mas tenho acordado mais cedo e tenho tido um ritmo mais produtivo.

Um dica também do livro, é ter alguém que nos cobre nossa responsabilidade porque isso aumenta a chance de cumprimos o planejado. Juntar forças com alguém também pode tornar o processo mais divertido e poderoso.

compartilhe!

6

comente!

6 respostas para “O milagre da manhã”

  1. Preciso de motivação pra colocar tantas dicas em prática! Estou inclusive sem motivação pra ler! Ahhhhh… que preguiça!!! kkkkkk Adorei a resenha, Gabi!

  2. melissa disse:

    Amei Gabi!!
    Tem dias que dá uma preguiça…desligo o despertador e viro pro lado, aí tenho que correr pq atrasei tudo!
    Uma coisa que melhorou muito meu humor de manhã é deixar a cozinha arrumadinha na noite anterior…

  3. Amei a dica. Já vou guardar no Pinterest! Me inspirou a continuar a leitura de um livro que estou achado chato. kkk. Pode ser que mais adiante fique mais interessante e que eu tira algo de útil e inspirador.
    beijos
    Chris

  4. Genis Borges disse:

    Oi Gabis, que post motivador!
    Tenho seguido algumas dessas dicas por conta da terapia e tem me ajudado muito. Não conhecia o livro, mas muitas coisas são usadas no meu dia a dia.

Comente!