31 out 2016

O que que tem na lancheira do seu filho?

por
Gabi Miranda

Alimentação, Destaque

Com o que se preocupar na hora de montar a lancheira das crianças

tabela-lanchinho

Imagem do site Meu Pratinho Saudável

Você cuida durante 6 meses a 1 ano de forma integral da alimentação do seu filho, até que chega a hora dele ir para a escola. Preocupada com uma alimentação saudável, você começa a pesquisar como montar uma lancheira adequada. Mas vai observar que cada instituição lida de forma diferente com a comida e a bebida que seu filho leva. Na escola antiga do Benjamin, por exemplo, era proibido enviar frutas picadas. Elas precisavam ser enviadas inteiras, o que faz todo sentido, pois, com o calor, mesmo que seja uma lancheira térmica, a fruta pode perder os nutrientes que possui ou até mesmo estragar.

Uma das minhas preocupações era com relação à bebida. Em casa, sempre optamos pelo suco natural. Mas, na correria do dia a dia, prevalece a praticidade. Isso porque saímos muito cedo de casa e não confiamos enviar suco natural para a escola, mesmo que seja na garrafinha térmica. E mesmo que quiséssemos, com o tempo, o irremediável acontece. As crianças começam a comparar seu lanche com o do amiguinho, a conhecer outras coisas, e inevitavelmente querem experimentar. Quem nunca foi ao supermercado com o filho e ouviu dele “mãe, é este aqui que fulano leva, eu quero também!”?! É aí que precisamos buscar opções e variações práticas, mas que não deixem de ser saudáveis, para compor o lanche.

A pediatra das crianças vetou o suco de caixinha, com razão. Isso não quer dizer que Benjamin não toma suco de caixinha, seria hipócrita ao afirmar isso. Ele toma sim, mas agora reduzimos o consumo. Começamos a optar pelo suco integral, que é um pouco mais caro, mas para o lanche da escola é bem mais prático. Vem pronto, não tem necessidade de refrigeração e tem vários sabores. O meu preferido, e do Benjamin também, é o sabor de uva. Uma marca que gostamos e tem um preço razoável é a Suvalan.

Sou péssima para montar a lancheira, assim como para montar qualquer tipo de cardápio, não tenho criatividade. A tarefa acaba sendo do marido. E eu pego no pé porque muitas vezes o lanche se repete e acho que devemos variar. Algumas coisas não podem faltar na lancheira: alimentos ricos em proteínas, cálcio, carboidratos. E aí temos o agravante de que Benjamin não come muita coisa, barrinhas, frutas, biscoitos integrais (nem doces), torradas… Assim como ele não bebe achocolatado, pensando bem, ele não bebe nada além de suco e leite, enfim, não dá para variar tanto. No momento estamos numa luta para introduzir outras frutas na alimentação dele, aproveitando que a Stella come.

Fui pesquisar algumas ideias, num site que eu gosto muito, o Meu Pratinho Saudável, para montar um cardápio nutritivo e encontrei esses três posts:

Monte uma lancheira saudável sem crise

Suco no lanche da escola

Lanches escolares

Existem várias formas de montar um lanche saudável, e essas dicas podem ajudar a montar uma semana diferente do cardápio escolar. 😉

compartilhe!

1

comente!

Uma resposta para “O que que tem na lancheira do seu filho?”

  1. Uma das praticidades da escola do filhote é que eles mesmo fornecem o lanche (cardápio preparado por uma nutricionista). Pelo menos por enquanto não preciso me preocupar com isso!

Comente!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.