06 jan 2012

Alô, é a mãe do Benjamin!

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Hoje liguei no berçário do meu Ben para conversar com a diretora sobre uma possível isenção ou desconto na mensalidade – terá reajuste no mês de fevereiro. Eu achava uma possibilidade remota, mas como diz o ditado “quem não chora…não mama”. Para minha surpresa (e antes de entrar no assunto que me fez ligar) a diretora desata a falar sobre o Benjamin:

 “Olha, daqui a pouco vai chegar um comunicado na agenda do Ben. Ele está muito taradinho! Uma menininha que já engatinha passou ao lado dele e na mesma hora ele apertou o bumbum dela. Foi muito engraçado, porque ela olhou pra ele e ele estava com uma carinha de sem vergonha! Todos em volta riram”.

Juro. Eu falo todos os dias para esse menino: Ben você tem que se tornar um gentleman!

Tocou-me o que ela falou depois. Benjamin está se saindo muito bem, come muito bem, é um bebê muito esperto, ativo, peralta, gosta de participar das atividades e estava às gargalhadas com uma apresentação de teatro com fantoches, que chegava lhe faltar o ar. Emocionei-me. Conheço muito bem essa gargalhada dele, é a música mais linda para os meus ouvidos. Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

05 jan 2012

Porque só quem é mãe…

por
Gabi Miranda

Uncategorized

…deseja 10 horas (8 ainda acho pouco!) seguidas de sono mais que uma bolsa, um sapato ou qualquer outra coisa;
…quando tem a chance de dormir, sente-se culpada;
…sabe o quanto é difícil encontrar um berçário/escolinha que atenda as nossas expectativas e necessidades do nosso filho;
…fica de cabeça quente quando o filho está em casa sob cuidados de outra pessoa (menos quando essa pessoa é a sua mãe);
…repete as mesmas recomendações 399 vezes;
…acha uma delícia ficar olhando o filho dormir, enquanto podia fazer outras coisas;
…fica encanada quando passa pelo quarto e vê que o lençol está tampando o rosto do bebê, não quer tirar para não acordá-lo, mas não consegue ficar em paz enquanto não pede para o pai ir arrumá-lo;
…sabe o quanto dói ver um filho doente;
…descobre o verdadeiro sentido do amor;
…acorda logo cedo achando estranho ter acordado antes do filho;
…sabe que tem competição no mundo das mães: “quantos meses?”. “ 6” . “nossa, o meu tem 3 e é do tamanho do seu”. Não perguntei nada; Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

04 jan 2012

Este ano meu filho vai…

por
Gabi Miranda

Desenvolvimento, Filhos

A revista Crescer de janeiro tem tudo a ver com o post de ontem. A matéria de capa “Este ano seu filho vai…” me fez pirar ao pensar que este ano meu filho vai engatinhar, andar, falar…gente, é muita conquista para um pingo de gente. Fiquei mega empolgada com a matéria que traz 15 desafios do desenvolvimento do seu filho e como lidar com cada um deles. O primordial toda mãe já sabe: ter paciência e respeitar os limites do seu filho. Estimular é importante, mas não podemos esquecer que tudo tem seu tempo certo.

Uma grande amiga comentou comigo hoje que leu o post e afirmou sofrer pelo contrário, sente falta do tempo que já passou. Saudade. Eu tenho que confessar, sofro dos dois: ansiedade (que consegui driblar bastante na gestação) e saudade. Ao mesmo tempo em que quero ver Benjamin dar os primeiros passos, já sinto uma saudade imensa dessa fase que ele está agora. Acho mãe um bicho meio pirado mesmo! Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

03 jan 2012

Por que a gente sempre quer pular etapas?

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Benjamin está com seis meses e meio. Desde que nasceu eu vivo por “não vejo a hora” de ele virar para um lado e outro, sentar sozinho, comer papinha, tomar suco, nascer o primeiro dente, bater palminhas, falar, engatinhar, andar, fazer um aninho….! Por que a gente não pode simplesmente aproveitar cada fase sem pensar na próxima?! Parece impossível esse feito. E o que todo mundo fala começa a acontecer: o tempo passa rápido. Anteontem mesmo ele estava na minha barriga mexendo até não querer mais, ontem nasceu e hoje já está com seis meses. Meio ano de vida!!!! Há quase dois meses eu estava de licença e agora estou trabalhando perdendo todas as fofices que meu bebê tem desenvolvido. E que fase gostosa essa agora…

Benjamin sente cócegas no pescoço, na barriga, no bumbum e no joelho. Solta várias gargalhadinhas gostosas quando eu dou mordidinhas nesses pontos. Agora deu para fazer uma caretinha linda (desconfio ser uma imitação minha de quando dou risada pra ele) quando sorri franzi o narizinho. Eu me derreto. Aprendeu fazer manha, principalmente quando me vê. O bebê que nunca chorava, aprendeu a chorar. Um choro forte, alto, potente. São as fases se alternando. Até seu humor começa a mudar. Ben que sempre acordou sorrindo, agora após a soneca vespertina acorda sério, avalia o ambiente e depois solta seu sorriso habitual. Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

02 jan 2012

Ao marido

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Quero dedicar esse blog ao Piffer (vou falar muito dele por aqui). Ele é tão responsável quanto eu pelo motivo que me faz escrever aqui: Benjamin. Ele merece todo crédito de ótimo marido e tem se revelado um grande pai. Com toda transformação em nossas vidas ele mantém a paciência, o bom humor e me prova todos os dias que tudo sempre dará certo. Sua busca constante pelo bem (seja lá para o que for) me comove. Não tem um dia que eu termine sem pensar que fiz a escolha certa. Para ele então, esse blog e meu amor.

compartilhe!

1

comente!

tags:

01 jan 2012

Blogosfera materna

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Sei que existem muitos blogs maternos e esse só vai ser mais um. Não resisti à vontade de fazer parte desse mundo de mães que compartilham suas experiências. Esse nasce por um desejo de registrar os acontecimentos, emoções, descobertas, alegrias, dúvidas e transformações que a vida materna me traz. “Bossa” porque entre vários significados que o Houaiss traz, um define muito bem o momento que vivo: inclinação para alguma atividade; vocação; talento. Eu que nunca havia trocado fraldas antes, estou encantada desempenhando o papel de mãe. Após o nascimento de um filho, descobrimos que tudo é instintivo. Sim, sou mãe de primeira viagem…

compartilhe!

0

comente!

tags:

Página 154 de 154Primeira...149150151152153154