17 mar 2016

Pague-se primeiro e garanta seu futuro

por
Gabi Miranda

Destaque, Dinheiro, Maternidade

Pague-se primeiro e firme um compromisso para garantir um futuro sem dificuldades

pagar-se

O primeiro passo que aprendi no curso da Bovespa rumo à minha educação financeira, foi: pague-se primeiro. Depois, todo livro que li sobre finanças pessoais tinha esse princípio como regra para controlar a própria vida financeira. Mas o que significa pagar a si próprio primeiro? Consiste em separar todo mês uma quantia pré-determinada de toda sua renda e fazer esse dinheiro trabalhar para você. Tanto nos cursos quanto nos livros, a indicação é guardar 10% de tudo o que você ganha.

Não confunda pagar-se primeiro com gastar seu dinheiro com satisfação, comprando um celular, uma bolsa, um carro, etc. Nada de dar-se algo de presente antes de arcar com seus compromissos financeiros. “Pague-se primeiro” é poupar um valor todo mês que deve ser o primeiro dinheiro a sair da sua conta quando receber seu salário. O plano para ele é simplesmente garantir um futuro para você, seu filho, sua família.

E como fazer esse dinheiro trabalhar para você?

Para começar você pode colocá-lo numa poupança e posteriormente num fundo de renda fixa que rende um pouco mais.

Por aqui, no início era difícil, depois virou um hábito e hoje é algo automático. Assim que meu salário cai na conta, coloco em prática meu programa “pague-se primeiro”. Pago o Benjamin (eu fico de olho no futuro dele), depois eu me pago, em seguida eu separo uma quantia para algum desejo pessoal (que pode ser algo de médio ou longo prazo ou até para imprevistos) e só depois começo a pagar as contas. Um regra é de ouro: todo dinheiro extra que entra, eu poupo. Faço isso porque o dinheiro extra não é sempre que entra e não gosto de contar (e me acostumar mal) com ele.

Quando o custo de vida aumenta, como foi o caso agora com a chegada da Stella, me aperto. Não deixo de arcar com nenhum compromisso financeiro, vou me adaptando, mas mantendo a disciplina. Agora chegou o momento de incluir a pequena no meu programa “pague-se primeiro”. Vamos abrir uma poupança e uma previdência privada para ela, assim como fizemos com seu irmão quando ele nasceu.

Minha mãe era uma consumista-nata e foi dela que herdei os maus hábitos financeiros. Ela costumava dizer que não guardava dinheiro porque a qualquer hora poderia morrer. Então pra que guardar?! Foi por conta dos maus bocados que passamos que dei o primeiro passo para assumir o controle da minha vida financeira. Eu prefiro planejar o meu futuro, mesmo sabendo que posso morrer a qualquer hora, e ter uma sensação de segurança agora, no presente. Por isso, assumo todo mês esse compromisso de me pagar primeiro e sugiro a todos que façam o mesmo: sempre pagar-se primeiro.  😉

compartilhe!

5

comente!

5 respostas para “Pague-se primeiro e garanta seu futuro”

  1. Lele disse:

    Gabis
    to aprendendo bastante com seus posts sobre financas. ADOREI
    bjs
    Lele

  2. Jay Santos disse:

    Que massa Gabriela.
    Amei a dica do Pague-se primeiro. Vou levar pra mim. estou precisando 😉
    Bjs.

  3. MARIA GABRIELA CARAM disse:

    Muito bom e hoje me encontro nesta situação: PAGUE-SE PRIMEIRO E GARANTA SEU FUTURO.

    Tem sido uma escola muito boa para mim.

    Beijos #Sucesso!

  4. Gleysa Lopes disse:

    Nossa super dica! Preciso fazer isso, hoje em dia temos duas previdências para Heitor, mas não guardamos nenhum dinheiro para nos, e realmente importante pensar nisso, e essa dica que de pagar antes e a melhor opção mesmo!

    Um forte abraço,
    Gleysa

Comente!