20 jan 2017

Perfeita é a mãe!

Se você ainda não assistiu, precisa assistir o filme Perfeita é a mãe! Uma mistura de comédia e dramas maternos que garante muita risada

perfeita é a mãe

Perfeita é a mãe mostra a vida de três mães comuns como qualquer uma de nós. Muitas se identificarão. Uma que trabalha fora, em casa, está sempre atrasada e se esforça para fazer tudo da melhor forma para sua família e acaba sendo traída pelo marido. Outra, dona de casa, mãe de 4 filhos, mega submissa ao marido (por sinal, machista). E ainda uma outra, solteira e mais tranquilona, que só quer saber de curtir a vida. Elas se tornam grandes amigas. E como em todas as rodas maternas, no filme tem também o grupinho de mães que se acham perfeitas, que acreditam fazer tudo certinho e se acham melhores mães do que aquelas que fazem diferente delas. E como parece ter tempo de sobra, usam esse tempo para julgar. A partir daí a trama se desenrola.

O filme tem cenas um pouco forçadas, mas é muito engraçado e não deixa de trazer algumas reflexões. Como a realidade das mães independentes que mesmo trabalhando fora, querem dar conta de tudo e desejam ser perfeitas. Essa é a minha realidade. E vivo constantemente em guerra comigo mesma, numa tentativa de me fazer entender que não existe a mãe perfeita. A mãe que não trabalha fora, muito provavelmente tem as mesmas crises que as minhas. Também se sente sobrecarregada, também acha que não consegue dar conta de tudo, também está cansada de ser julgada e também não sabe se está fazendo certo.

E quer saber? Quando se trata de sermos mães, não sabemos o que estamos fazendo. Nunca saberemos até que eles cresçam. E antes disso, quando começamos a entender cada fase da maternidade, nossos filhos crescem e nós voltamos 10 casas nesse jogo. Mas a gente vai tentando e fazendo o nosso melhor. O que todas as mães, mesmo diferentes, temos em comum? O sentimento de culpa, a dúvida se estamos fazendo certo ou não, o cansaço, a sensação de estar sempre sobrecarregada. E todas, sempre, somos julgadas. Muita expectativa e cobrança da sociedade, da própria família e de nós mesmas.

Vivemos nos esforçando para sermos mães perfeitas e acabamos parecendo loucas. Mães perfeitas não existem. Nós também erramos. Erramos tentando acertar. Mas eu acredito na máxima que somos as melhores mães que nossos filhos poderiam ter. Portanto, perfeita é a mãe do meu filho, a mãe do vizinho, você, a nossa mãe (descoberta que fazemos após nos tornamos mães também).

Perfeita é a mãe é tradução que deram para o nome do filme Bad Moms. Traduzido literalmente é algo como mães más ou mães ruins. E é isso que as três mães principais do filme decidem se tornar. Mães ruins. Porque ser mãe perfeita nos tempos de hoje, parece impossível. E o que o filme mostra é que tudo bem sermos mães ruins se isso significa não sermos perfeitas. Tudo bem deixar a casa de pernas pro ar. O supermercado pra lá. Enviar comida comprada para o evento do colégio das crianças. Ser boazinha demais com nossos filhos. Separar um tempinho para nos cuidar. Ou sair com as amigas. Deixar o pai se virar sozinho com os filhos.  E tudo bem também deixar o filho aprender a se virar sozinho. Que precisamos parar de fingir que sabemos de tudo e, principalmente, de julgar umas às outras. Melhor seria se fôssemos julgadas pelo que fazemos e não porque enviamos para a festa da escola um bolo pronto da confeitaria.

Quando nos enxergamos nessa tal mãe ruim que o filme fala, deixamos de nos cobrar tanto, relaxamos, ficamos mais leves. Consequentemente nos tornamos mães ainda melhores. Até nossos filhos reconhecem isso.

Pra quem ainda não assistiu, assista! Super indico. Relaxa e faz rir. Tem coisa melhor? O filme está disponível na Netflix. Fica a dica. 😉

 Veja 10 filmes infantis para assistir na Netflix

 

compartilhe!

0

comente!

0 resposta para “Perfeita é a mãe!”

  1. […] porta do banheiro, não joga bola pela casa…. A mãe respira e é… (complete a frase)! Perfeita é mãe, só do […]

  2. […] fantasias. Eu jamais diria o que vou dizer agora, mas fui encorajada depois que assisti o filme Perfeita é a mãe! e me identifiquei com a fantasia materna da personagem feita pela atriz Kristen Bell, dona de casa […]

Comente!