15 maio 2017

Por que controlar as finanças é um ato de amor

por
Gabi Miranda

Destaque, Dinheiro, Maternidade

controlar as finanças

Segundo Mara Luquet, colunista da Rádio CBN e Jornal Globo, as mulheres são as maiores vítimas de pobreza na terceira idade. De acordo com uma pesquisa sobre o que os brasileiros acham mais importante na velhice, ser independente financeiramente e ter saúde física, são itens em último lugar da lista. Portanto, Mara acredita que controlar as finanças é um ato de amor e aconselha:

O melhor investimento para o filho é a mãe cuidar de si própria. Ser inteiramente independente financeiramente. Porque se você estiver financeiramente bem, você pode, inclusive ajudar seus filhos se eles precisarem.

Controlar as finanças é um ato de amor

Nunca tinha pensado no assunto dessa maneira até assistir a palestra de Mara Luquet no 3º Seminário de Mães. Aliás, acho que nunca pensei. Eu pago uma previdência privada pra mim e outra para o Benjamin (preciso fazer a da Stella), mas nunca tinha pensado que ser independente financeiramente na terceira idade é uma forma de cuidar de mim. Tenho uma visão bem romântica da maternidade. Imagino que vou criar meus filhos e eles crescerão pessoas incríveis que me amarão acima de tudo e jamais me largarão de lado. O que vejo por aí é uma realidade um pouco diferente. Analisando por mim. Minha mãe deu a melhor criação, me tornou uma pessoa boa, mas saí de casa aos 20 e poucos anos e fui atrás da minha independência. Ajudava minha mãe no que era possível, mas não dava, por exemplo, uma mesada e tínhamos nossas diferenças em relação ao dinheiro.

“Filhos são do mundo”. Escutamos o tempo inteiro essa frase. Nós os criamos, mas eles são do mundo. Assim que criam asas, eles saem voando por aí. Constroem seu caminho, sua família, sua vida fora do casulo. E eles não deixam de ajudar suas mães porque não gostam de nós, mas se olharmos para nós mesmos, encontramos a resposta, é porque eles terão suas próprias vidas, seus compromissos, seus filhos para se preocuparem.

Lembro da minha mãe dizendo que viveria muitos anos, mas o suficiente para ninguém precisar cuidar dela ou para não jogarem ela num asilo. Ela dizia que não queria depender de ninguém. E hoje eu entendo o que ela queria dizer com isso. Nossa visão é que os filhos acabam sendo um pouco ingratos. Por isso, também acho que não devemos fazer escolhas pensando só nos nossos filhos. Temos que fazer escolhas pensando na gente. Isso será bom pra mim no futuro? O que isso me trará de resultado? Jamais devemos escolher algo pensando que futuramente seremos retribuídos pelos nossos filhos. Mas justamente porque eles terão a vida deles para seguir. E que maravilhoso se conseguirmos criar pessoas que consigam andar com as próprias pernas, que se tornem independentes, aventureiros, exploradores.

Eu já me vi falando que meus filhos são meu maior investimento de vida. Lindo! Mas o que todas nós mães temos que ter claro dentro de nós, é que ser mãe é um investimento sem retorno nenhum. Não podemos criá-los esperando algo em troca. E a gente não precisa fazer tudo pelos filhos achando que estamos fazendo um bem a eles. Precisamos também dizer “não” para nossos filhos, aliás essa é uma das melhores coisas que podemos fazer pelos nossos filhos, dizer “não”. A criança que recebe um “não”, que sabe esperar, é menos ansiosa, egocêntrica e mais paciente. Com certeza isso ajuda para o sucesso na vida adulta, inclusive na área financeira. Falo isso porque hoje em dia as crianças querem tanto e ganham tudo tão mais facilmente, quando nós pais podemos ensiná-los a esperar e a fazer escolhas.

Dicas de Mara Luquet:
.

  1. Invista em você também para que no futuro você fique bem financeiramente;
  2. Ensine seu filho a esperar;
  3. Ensine seus filhos a fazerem escolhas. Não adianta dar carro, casa, tudo de mão beijada. É preciso ensinar seu filho a se relacionar com o dinheiro. Ensiná-lo escolher entre poupar e gastar

Ao fim da palestra da Mara, fui bater um papo com ela e quando perguntei qual seria o melhor investimento que os pais podem fazer para os filhos, ela confirmou:

O melhor investimento é você! É cuidar de você, da sua vida financeira.
.

Leia também: Por que ensinar nossos filhos a lidar com o dinheiro?

.

Assista também um pouco de como foi o Seminário de Mães:

.

compartilhe!

0

comente!

Comente!