15 mar 2017

Por que ensinar nossos filhos a lidar com o dinheiro?

por
Gabi Miranda

Destaque, Dinheiro, Maternidade

lidar com o dinheiro

Embora seja o desejo de muitos pais por aí, não podemos contar exclusivamente com a escola na tarefa de preparar nossos filhos para a vida. E acho ok. A escola tem o papel dela, assim como a família. O nosso papel como pais, é buscar escolas com metodologia boa de ensino. Finanças não é uma grade curricular obrigatória, atualmente poucas escolas ensinam sobre dinheiro. A escola ensina matemática. Mas por que ensinar nossos filhos a lidar com o dinheiro?

Porque a incumbência de introduzir valores na vida de nossos filhos e auxiliá-los a administrar suas capacidades financeiras compete a nós. Porque somos nós quem temos que dar o exemplo. Conversar sobre dinheiro. Ensinar a criança administrar. Não incentivar o consumo. Cultivar a independência e autonomia. Por vários motivos que já comentei aqui no blog desde que comecei a escrever sobre minha relação com dinheiro, começamos a ensinar o Benjamin a lidar com o dinheiro. Algumas pessoas podem achar cedo, afinal ele só tem 5 anos e meio.

Nesse meu curto (porém intenso) tempo no papel de mãe, aprendi que as crianças interpretam tudo de maneira diferente. Uma frase dita e a criança capta com outro sentido. E isso vai mudando a cada idade. Nessa fase que estamos vivenciando, por exemplo, o Benjamin acredita que muitas notas e moedas (independente do seu valor, porque ele não sabe quantificar pelo valor), significa que temos “muitos dinheiros”. Então, se ele tem uma nota de R$10,00, gasta R$2,00 e voltam pra ele de troco 4 notas de R$2, ele acha que tá rico. (e eu acho essa ingenuidade linda)

Mas quando eu achei que estava na hora de ensinar meu filho a lidar com o dinheiro?

Primeiro o Benjamin começou a aprender na escola somar e subtrair. Depois observamos essa percepção que ele tinha sobre o dinheiro, de mais notas significar ter mais dinheiro. Em duas passagens da Fada do Dente por aqui, ela deixou R$50 reais pra ele. Nós já ensinávamos ele a poupar, ele já possuía um cofre (leia: toda criança merece ter um cofrinho). No final do ano ele quis abrir esse cofre. Ele também deu sinais de acreditar que sempre temos dinheiro.

Leia também: Pais inteligentes enriquecem seus filhos

Foram motivos suficientes para começar a ensiná-lo a lidar com dinheiro. Aproveitamos essas oportunidades para incutir o aprendizado.  É claro que não tem nada sendo forçado e estamos seguindo de forma tranquila e natural. Temos consciência que a forma como estamos ensinando agora, não será a mesma durante o desenvolvimento dele. Nesse momento está sendo algo mais lúdico.

Cada criança e família possuem um repertório. Acho importante não deixar para falar de dinheiro só quando a criança atingir determinada idade, acreditando que ela poderá entender melhor quanto mais velha for. Aqui começou agora com 5 anos e prefiro pecar por ser cedo do que por ser tarde demais. Durante meu desenvolvimento não tive na minha casa conversas, lições e exemplos positivos financeiramente. E quando passei por um perrengue financeiro, na adolescência, sofri. Gustavo Cerbasi, pra mim1515 o mestre em educação financeira, diz que se você já escutou do seu filho pequeno a frase “Não tem dinheiro? Então passa no cartão!“, é porque o processo de educação financeira dele começou atrasado.

#FicaDica

 

compartilhe!

0

comente!

0 resposta para “Por que ensinar nossos filhos a lidar com o dinheiro?”

  1. […] Leia também: Por que ensinar nossos filhos a lidar com o dinheiro? […]

Comente!