25 out 2017

Roma com crianças é amor

por
Gabi Miranda

Destaque, Maternidade, Viagem

Roma com crianças não é brinquedo não. Roma com crianças é para os fortes.

Enfim chegou nossas tão sonhadas férias. Chegou e já acabou. Tanta coisa aconteceu nessa viagem! Um post é pouco para compartilhar as aventuras e perrengues que foi viajar para a Europa, pulando de cidade em cidade com duas crianças (e sem mala!). Portanto, vou dividir nossa viagem em vários posts. Vou começar falando do nosso primeiro destino: Roma.

Nossa viagem começou dia 20 de setembro, quando embarcamos de SP para Roma, com conexão em Madri. Ao fazer a conexão, esqueci minha bolsa LV no avião com tudo o que tinha direito: celular, euros, carteira, documentos. Naquela coisa insana de sair do avião (todo mundo tem tanta pressa), você tem que dar conta de todos os itens além das crianças. Simplesmente esqueci a bolsa. Antes ela do que uma das crianças, né? Imagina o trauma.

Marido correu pra buscar a bolsa e quando chegou no avião foi informado que já havia sido retirada e encaminhada para a Polícia Federal. Claro! Uma bolsa esquecida no avião poderia muito bem ser terrorismo. Olha, foi um corre-corre dentro do aeroporto de Madri para encontrar essa bolsa… fiquei tão desesperada. Quando uma mulher nos avisou que tinha sido encontrada, o voo estava pronto para sair e ela comunicou que precisávamos correr. Pegar na mão um do outro e correr sem parar. A bolsa estaria na porta do avião.

Só consigo pensar na minha mãe falando: só não esquece a cabeça porque está grudada

Saímos correndo feitos loucos. Imagina, a cena. Dois adultos com duas crianças. Agarrei a Stella no colo com uma mão e na outra segurava a mão do Benjamin, que empurrava o carrinho vazio. Não acreditava que estava acontecendo aquilo e me sentia uma idiota. Como esquecer a bolsa??? Diante de tanta tralha. Resumidamente, achamos a bolsa. Ao avistar a comissária vindo ao meu encontro com a bolsa na mão, minhas pernas ficaram bambas, chorei, abracei a moça desconhecida, agradeci. Tudo em ordem.

Embarcamos rumo ao destino final, Roma. Ao chegar em Roma, cansadíssimos, após horas de viagem e o estresse emocional com o ocorrido da bolsa, aguardávamos a nossa mala na esteira. A esteira ficou vazia. Ops, cadê a nossa mala?! A mala gigante que preparamos com os itens da família toda havia sumido. Estávamos em Roma com crianças e não tínhamos a mala com todas as nossas coisas. Mas estávamos em Roma!

Roma é amor!

Ainda me faltam palavras para descrever Roma. E só consigo definir assim: Roma é amor. Mas Roma com crianças, é perrengue (com muito amor). Eu já vi muitas pessoas falarem bem de Roma com crianças. E não vou fazer o contrário disso, só vou salientar um pouco a realidade. Itália, pelo que vimos, não está preparada para crianças. Não se adaptou para recebê-las. E se tivesse se adaptado, talvez tirasse todo o glamour. Pelo menos das cidades que conhecemos. Nosso roteiro pela Itália foi: Roma, Florença e Veneza. Hoje falarei só de Roma.

Que lugar lindo! Roma é encantadora. O que mais me chamou a atenção e me faz afirmar que Roma com crianças é para os fortes, foi a falta de trocadores e o chão das ruas. Sim, o chão da maioria dos pontos turísticos da cidade é de uma espécie de paralelepípedo. Existe um desnível grande, o que inviabiliza um pouco a locomoção com carrinho de bebê. Chegamos no primeiro dia de outono e a cidade, mesmo nessa época do ano, é bem quente durante o dia. Por isso, indicam não ir no verão com crianças e idosos, pois a estação é absurdamente quente.

Roma Pass – Dica valiosa

Os pontos turísticos são bem cheios, portanto ajuda muito se comprar os ingressos antecipados. Foi o que fizemos. Adquirimos o Roma Pass – que dá direito a duas entradas gratuitas em atrações turísticas de Roma e transporte público durante sua validade, 48 ou 72h – e não pegamos nenhuma fila. Quem tem filhos sabe o quanto isso é valioso. Eu gostei tanto disso, mas tanto que não parei de repetir isso no meu primeiro vídeo sobre a viagem no Canal do Youtube. Porque uma coisa é você comprar pela internet, outra é você testar na prática. Se tem uma dica valiosa que posso dar para quem vai à Roma com crianças, é essa. Compre o Roma Pass.

Ficamos 4 dias em Roma. O primeiro dia escolhemos o seguinte passeio: Coliseu e Fórum Romano. Nós amamos os dois lugares. A energia é uma coisa de louco. Fica difícil dizer de qual desses dois lugares gostei mais. O Fórum é um lugar deslumbrante que você pode passar o dia todo tranquilamente andando por todos os pontos dele. É um lugar difícil de ir com as crianças, principalmente com carrinho. Acabamos não explorando ele todo. Se estiver com crianças, reserve um dia inteiro para conhecer esses dois pontos turísticos.

abre parenteses para uma curiosidade

contei que Stella assou horrorosamente? Pois é, de forma que ela nunca tinha assado. Cada cagada era um flash! Não podíamos demorar para trocá-la. Tinha trocador assim de fácil acesso? Não! O carrinho nos salvou porque era nele que ela era rapidamente trocada

fecha parenteses

Aqui ainda teria o Monte Palatino, no entanto não fomos. As placas indicavam que o caminho era mais difícil. Como estávamos com o carrinho, desistimos optamos por não ir. Porque desistir, a gente não desiste de nada. Nós escolhemos não fazer. Rá!

No final do dia andamos pela cidade até o centro de Roma, onde eu queria ver a Fontana Di Trevi a noite. Que espetáculo! Esse é um lugar que vale ir de dia e de noite. Não paga nada e você ainda desfruta de um passeio pelo centro que eu amei. Muitas lojinhas, restaurantes e sorveterias.

Em Roma tem muita coisa pra fazer. E se você vai pra Roma com criança, não adianta encher o dia de passeios porque não dá tempo de fazer tudo. Precisa ter paciência e fazer respeitando o tempo dos pequenos.

Vlog da viagem

Aí estava eu lá pagando de blogueira, fazendo vídeos para o stories, todo mundo amando, acompanhando, comentando, pedindo mais, pensei: vou fazer vídeo pro canal. Sério, não foi algo programado. Primeiro que eu tenho muita dificuldade ainda com isso. Segundo que eu ficava morrendo de vergonha de gravar, como você poderá confirmar nesse primeiro vídeo. Pensa numa pessoa travada? Pois é, mas fiz e depois fui me soltando (lá pelo 12º dia). Vamos ver o que dá para aproveitar, porque como é difícil também fazer vídeo, sem roteiro (não que eu faça), com crianças e ainda querer aproveitar e não perder cada segundo.

Tem muito mais para falar da viagem. Continua…

compartilhe!

5

comente!

5 respostas para “Roma com crianças é amor”

  1. […] muito por Roma. Conhecemos os pontos turísticos que em nossa opinião não podiam ficar de fora. Coliseu, Fórum Romano, Vittoriano, Pantheon, Piazza Venezia, Vaticano e esses outros três lugares que indicamos muito o […]

  2. […] ir para Roma com 2 crianças deve ser mesmo uma aventura! – que eu ainda quero […]

  3. Vou acompanhar a aventura toda, com certeza! Já amei esse primeiro post!

  4. Elaine Alberico disse:

    kkk, morri de rir… isto mesmo Gabi, a vida é assim mesmo… na tempestade aprendendo a dançar na chuva! E chuva em Roma realmente não é pra qqer um né… tbém tive o privilégio de conhecer esta cidade inesquecível! bjooo

  5. Mariana disse:

    Nossa Gabi tenho muita vontade de conhecer Roma meu esposo foi só que a trabalho.
    Queria muito ir com o Gabriel.
    Olha Gabi o que não faltou nessa viagem foi aventura hem mas se falou de um jeito super tranquilo.
    Bjs
    Mari
    Vamosmamaes

  6. Regina Dias disse:

    Acompanhei tua viagem pelo Instagram e fiquei encantada com os lugares, mas muito aflita com a perda da Mala… No final encontraram????

    • http://bossamae.com.br/novo/wp-content/themes/bossa-mae/img/img-coment.png Gabi Miranda disse:

      Oi Regina, então menina, encontraram e a mala chegou em casa no dia em que chegamos da viagem.
      Ainda vou escrever sobre isso. 😉
      Obrigada pela visita e por nos acompanhar.
      Super beijo

Comente!