11 jul 2016

Se os dias são comuns, é porque temos tranquilidade

por
Gabi Miranda

Desabafo, Destaque, Maternidade

Já parou para pensar que se os dias são comuns, é porque temos tranquilidade?!

dias são comuns

Imagem do Freepik escolhida pelo Benjamin

Semana passada tivemos dias conturbados por aqui (tanto que o blog ficou abandonado). Stella foi tacada novamente por uma conjuntivite, juntou com um resfriado e dentes nascendo. Foi tudo junto e misturado. Por conta dos dentes, tivemos noites mal dormidas e muito chororô. Por conta de tudo misturado, principalmente pela conjuntivite, Stella foi afastada do berçário a semana toda, consequentemente a mãe também foi do trabalho. Eu estava na semana antes das minhas mini férias, algumas coisas ainda por resolver e, para ajudar (sqn), estouraram vários problemas no trabalho e fiquei tentando driblar os cuidados com a pequena, a resolução dos problemas na empresa, a falta de tato das pessoas. Foi uma semana daquelas.

É em período assim que penso em largar tudo e me dedicar aos meus filhos. Sinto certa satisfação pessoal em trabalhar fora, mas me decepciona depositar esforço em algo no qual sinto não ser valorizada. Falta empatia no mercado de trabalho. A sensação que tenho, é quanto mais você faz nunca está bom e os resultados positivos é como se você não fizesse mais do que a sua obrigação. Enquanto que em casa, sinto que sou insubstituível, indispensável, necessária. Não é qualquer pessoa que pode desempenhar o meu trabalho. E sim, cuidar dos meus filhos é minha obrigação. Obrigação pela qual ganho muito mais. Tem sim os dias de confusão mental, stress, vontade de ficar em silêncio, dias em que não damos conta de nada. Contudo, os filhos estão sempre demonstrando de alguma forma, o quanto somos importantes, o quanto o papel que desempenhamos é fundamental na vida deles.

Durante a semana passada, vi nas redes sociais, duas colegas com os filhos doentes, ambos internados. Fiquei aflita por elas. Principalmente, porque eu reclamava da minha situação, enquanto estava apenas em casa com a Stella e minhas colegas com seus filhos hospitalizados. Todos nós enfrentamos batalhas que muita gente desconhece. Temos nossas dificuldades e problemas, mas sempre tem alguém numa situação mais delicada. Tem gente com problema de saúde, passando fome, frio, maus-tratos. Tem gente desempregada ou trabalhando numa empresa que não tolera ausência do funcionário. Eu tenho a sorte de trabalhar numa empresa que me oferece flexibilidade quando necessário, mais ainda por ter um chefe compreensível.

E mais. Tenho oportunidade de oferecer condições quase perfeitas para meus filhos. E de acordar todos os dias dentro dessas mesmas condições. Às vezes acho que não tenho nem direito a reclamar dos pequenos problemas cotidianos. Mas escapa em dias fora da rotina comum. Algo essencial que aprendemos com nossos filhos é sobre separar as coisas e valorizar o que nos importa. Às vezes achamos os dias sem graça, parece que nada acontece. E quando um filho fica doente, por exemplo, percebemos o valor da tranquilidade, da paz de espirito. Porque se os dias são comuns, significa que temos tranquilidade e não que nossa vida é chata. E se os dias são comuns, é muito melhor que os conturbados.

compartilhe!

2

comente!

2 respostas para “Se os dias são comuns, é porque temos tranquilidade”

  1. patricegu disse:

    Gabis, que bom que as coisas voltaram aos dias comuns. Também gosto da rotina. Fico desestruturada quando as coisas saem dela. Mas, sabe, já faz algum tempo que não tenho diminuído o meu caos se comparo ele com os de outros. Entendi seu ponto chamando a atenção para a gravidade das situações, quando comparadas.
    Me compadeço pelos problemas dos outros, mas tenho aprendido, lá no curso, que cada indivíduo é singular ou, dizendo com outras palavras, que a nossa singularidade merece tanta atenção, empatia e cuidado quanto a das mães com filhos internados. Espero que tenha sido clara. E adorei o post.
    bjs

  2. Que bom que o caos já passou e voltasse a escrever pra gente!
    Super concordo com a mensagem desse texto. E é por isso que eu valorizo tanto a rotina nossa de cada dia!
    🙂

Comente!