13 set 2017

Sexo no casamento (com filhos)

por
Gabi Miranda

Casamento, Destaque, Maternidade

sexo no casamento

Como vai o sexo no casamento com filhos? É o que faltam perguntar naquela lista infindável de perguntas quando se tem um relacionamento. Sabe aquelas perguntinhas? Quando vocês casam? Quando chega o primeiro filho? E aí, vai ter o segundo? Então… As pessoas também ficam curiosas para saber como anda o sexo no casamento alheio. As que são solteiras, querem saber para se certificar se o sexo muda mesmo após o casamento ou não. As que já são casadas, querem saber se só elas estão fora daquela famosa média brasileira de sexo 3 vezes por semana.

Você não faz sexo 3 vezes por semana? Nem duas? Tem semana que passa em branco?! Deixa eu te contar uma coisa, acontece na maioria dos casamentos com filhos e tá tudo bem. Um estudo feito pela Universidade de Chicago em 2012 revelou que 15% dos casais estão entre dois e seis meses sem sexo. E o cansaço é uma das maiores queixas. Atualmente exige-se demais do casal. Eles tem que ser ótimos pais, esposa(o), profissionais, cuidar da casa, acordar de madrugada para atender a criança que acordou berrando de um pesadelo e ainda fazer sexo diariamente. São tarefas domésticas, maternas, profissionais…  E não basta ser sexo. Tem que ser O SEXO. E como fazer sexo com qualidade estando exausto? Porque nessa área, acredito que a qualidade seja tão mais importante do que a quantidade. Não?!

Lembrei agora de um casal sem filhos que morava perto de nós. Todo domingo eles faziam sexo estarrecedor (ou não). Como eu sei disso? O marido urrava de prazer. Mas só ele. Todo domingo e detalhe: no mesmo horário. Estava mais para algo administrativo, sabe de bater ponto, do que outra coisa. Eu ria muito e imaginava que por existir essa monotonia do dia e horário, o sexo devia ser igual, no quarto deles e o famoso papai e mamãe. Absolutamente, nada contra. Eu ficava pensando na mulher. Não se ouvia um gemido por parte dela. Se eles não tinham filhos e estavam nessa pegada, imagina quando viessem os filhos… Porque a mulher é a parte mais cobrada nesse território também. Elas precisam estar com o corpo perfeito e ainda devem fazerem sexo como ninguém.

Quando os filhos chegam, não há como manter a mesma frequência e intensidade, gente. Não tem  como. É só pensar na agenda do casal. Acordar cedo, arrumar crianças para irem pra escola, sair para trabalhar, voltar pra casa no final do dia, dar conta da casa, ajeitar tudo para o dia seguinte, dar jantar, banho, colocar as crianças para dormirem. Resta cair na cama exausto. A vida de um casal com filhos é como correr uma maratona diariamente. Mas fala-se pouco sobre isso.

Aliás, não me admira nada se daqui a pouco as pessoas começarem a postar em suas redes sociais histórias da vida sexual contando vantagens. Se é que já não existe isso por aí.  Aí os casais acham que tem algo errado com eles, pois todos os outros casais com filhos parecem estar transando loucamente várias vezes na semana. Eu tenho um palpite de que não é bem assim. E ser for, a qualidade é duvidosa.

Não quero assustar ninguém. Muito pelo contrário. Quero dizer que está tudo bem e é perfeitamente normal. Quer dizer, isso é relativo, né?! Até a Fernanda Lima já disse que ela e Rodrigo não transam nessa mesma quantidade que dizem por aí ser o ideal e que nem sempre eles tem vontade. A relação de um casal com filhos também se transforma. A chegada dos filhos só ameaça a relação a dois quando de fato não existe amor, paciência, jogo de cintura. E não são só os filhos que podem afetar a relação do casal, não. Até crise financeira pode ser gatilho para isso. Assim como a rotina e a falta de sedução também são fatores que desgastam a relação do casal. Mas as coisas vão se encaixando, os filhos vão crescendo, a vida se ajeita. Com o tempo, o casal vai arrumando alternativas para ter um tempo a dois. O que não pode é se acomodar.

O sexo não é a coisa mais importante de uma relação. Calma, é importante! Como li outro dia, é “o sexo é o conjunto da obra e não a prioridade”. Quero dizer é que tem outros aspectos que chegam a ser fundamentais numa relação e o sexo é a pitada para manter a relação ainda mais viva. O companheirismo, o romantismo, a conquista, talvez sejam até mais importantes. Uma coisa leva a outra. Ser um casal com filhos não precisa ser tão complicado.

Leia também: como ser feliz no casamento co filhos

Marido está me chamando, vou ali… calma, não é para fazer sexo, é para trocar a fralda de cocô de uma das crianças… quem sabe, depois delas dormirem. 😉

 

 

compartilhe!

1

comente!

tags: ,

Uma resposta para “Sexo no casamento (com filhos)”

  1. Priscilla disse:

    Achei o máximo! Estou com quase 10 anos de casada e o terceiro filho a caminho… Aqui em casa levamos muito no bom humor. Não… A frequência não é a mesma do começo do casamento e está muito aquém do que gostaríamos. Mas a gente aprende a se adaptar e não deixa de ser gostoso porque é raro. Eu acho que o sexo conecta o casal porque é o momento mais íntimo, onde somos um para o outro o que ninguém mais vê. É importante sim, mas contabilizar isso em qualquer momento da vida, sobretudo depois dos filhos, não diz nada sobre quem somos.

Comente!