24 maio 2016

A casa fica melhor com crianças e plantas

por
Gabi Miranda

Decoração, Destaque, Terapia do lar

Feng Shui sugere a cultivação de plantas em casa. Sugiro crianças e plantas 😉

crianças e plantas

No Feng Shui são trabalhadas as boas energias e a harmonização do lar e significa “vento e água”. Ou seja, o Feng Shui apresenta formas naturais de melhorar a energia dos ambientes e também das pessoas. As formas naturais são o Sol, o ar, o vento, a natureza, animais de estimação (e porque não crianças?!) A ideia é ter algum desses elementos circulando pelo nosso lar.

Aqui já temos a Capitu, nossa cachorrinha, muito Sol que passa por todo o nosso apartamento e ventilação não falta, inclusive gosto de deixar as janelas todas abertas para circular e renovar a energia dos ambientes. Uma coisa que sempre quis ter em casa, minha mãe tinha muitas, eram plantas. Por certa preguiça de cuidar, confesso, nunca tive plantas. Eu mal lembro de tomar água, quem dirá regar plantas. Mas estou tentando mudar alguns comportamentos, hábitos, além de incrementar o nosso lar com mais toque feminino.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

11

comente!

18 fev 2016

Máquina de lavar roupas – um caso de amor

Minha história com a máquina de lavar

washing-machine-2-1623763

Minha mãe nunca teve máquina de lavar roupas, cresci vendo ela lavar as roupas literalmente com a barriga grudada no tanque. Assim como deve ter sido com as minhas avós e outras gerações. Antigamente, máquina de lavar roupas era artigo de luxo. E antes delas existirem, as mulheres lavavam as roupas nos rios. Hoje em dia, está cada vez mais fácil equipar a casa com o que há de mais moderno. Comprei minha primeira máquina de lavar quando fui morar sozinha, presente do meu pai. Ainda era uma simples, mas quebrava o galho. Foram 8 anos de casamento! Até que em 2015 nossa família aumentou, a área de serviço do apartamento ficou pequena para secar tanta roupa e vi que era a hora de investir numa máquina de lavar roupas poderosa e desde então vivo um caso de amor com ela.

Curiosidade sobre a máquina de lavar

Site Memória da Eletricidade


Clique e continue lendo!

compartilhe!

19

comente!

17 fev 2014

Casa bagunçada

por
Gabi Miranda

Organização, Terapia do lar

Nas últimas semanas de dezembro, doei e/ou joguei tanta coisa fora: cartas e fotografias, roupas e sapatos, livros e revistas, utensílios de cozinha e banheiro, móveis, etc…

Foram semanas de desapego e organização intensa, mesmo desentulhando, a casa continuava desarrumada, uma casa bagunçada.

Estava pensando se mostrava ou não como estava a nossa situação no apartamento, até que outro dia uma amiga me questionou: poxa, como está de casa nova? Pensei que você colocaria fotos da bagunça mudança no blog. Pois bem, acho que as imagens abaixo dá para ter noção da situação:

casa bagunçada

Quando tirei essas fotos, faziam três semanas que tínhamos nos mudado. E essa é só uma pequena parte. Nos primeiros dias a bagunça era pior e “oba oba”, mil maravilhas. Depois de algumas semanas já não estava mais aguentando conviver com tanta zona. Por mais que você destralhe ou doe coisas, a casa fica toda entulhada, principalmente sem armários. Pois é, mudamos sem a instalação dos móveis planejados, era caixa pra tudo quanto é lado e fiquei bons dias sem nem encontrar roupa. Engraçado que as coisas do Benjamin foram todas bem organizadas, não faltou nada pra ele.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

02 dez 2013

Estamos de casa nova

por
Gabi Miranda

Organização, Terapia do lar

Prestes a completar um ano desse post AQUI e depois de muito nervoso, stress e ansiedade, estamos de casa nova! Mudamos no sábado, 30/11. Foi um dia loooongo, mega corrido e cansativo, mas completamente feliz.

Imaginem vocês que nesse mesmo dia teve reunião na escolinha do Benjamin. Eu não queria faltar, pois na última o pai participativo tinha ido e eu não. E essa era a reunião de encerramento! Como não ir, não saber do desenvolvimento do pequeno, não pegar os trabalhos dele. Podia pegar outro dia, mas vamos combinar que não é a mesma coisa do que participar na reunião.

Então eu fui. Marido ficou em casa com Benjamin e Capitu (imagina: casa toda aberta, caixa e móveis pra lá e pra cá, filho e cachorro sasaricando) esperando o caminhão da mudança. Minha mãe foi pra lá ajudar ficar com o pequeno enquanto marido orquestrava a mudança. Só que o caminhão chegou antes da minha mãe, imaginem minha aflição lá na escolinha, pensando no marido tomando conta de tudo sozinho.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

21 out 2013

Estamos em obra

por
Gabi Miranda

Organização, Terapia do lar

Em janeiro contei que a casa em moramos estava a venda. Contei também que esse ano a construtora entregaria o apertamento que compramos em 2010 – ano que também engravidamos do Benjamin. Há 10 dias pegamos a chaves do nosso novo e tão sonhado lar (Êêêêê…!).

Sou por natureza uma pessoa ansiosa e, assim que me vi com as chaves nas mãos, saí agendando tudo que era necessário para iniciarmos o processo de mudança. Além da minha ansiedade natural, tem a ansiedade pra fazer tudo rápido porque não vai ser fácil pagar aluguel + financiamento + obra + mudança + tudo que uma casa nova exige (piso, redes de proteção, luminárias, torneiras, aquecedor, gás, cortinas, chuveiro, pintura, móveis planejados, mesa de jantar, cama, eletricista, pedreiro, etc) + todas as contas cotidianas + etc. Haja dinheiros!

Nós havíamos contratado uma arquiteta – a querida Ana que fez um projeto lindo, do nosso gosto e adequado para nosso apertamento. O projeto envolve quebrar paredes, ou seja, modificar toda a planta original. Então nesse sábado começamos a obra.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

2

comente!

14 ago 2013

Chegou a hora da vistoria no apartamento

por
Gabi Miranda

Organização, Terapia do lar

Em janeiro desse ano, anunciei aqui a VENDA da casa em que moramos e falei da nossa aquisição: a casa o apartamento próprio.

Pois é, 7 meses se passaram, a casa ainda está a venda e nós ainda moramos nela.

A novidade é que estamos bem próximos de nos mudarmos. Dias atrás numa ligação, isso ficou evidente. Era chegada a hora da vistoria do apartamento.

Pode parecer bobo, mas gente, ninguém tem noção da ansiedade, alegria e emoção que tomou conta de mim. Tudo junto e misturado. Data e horário marcado estávamos os três lá: eu, Marido e Benjamin. Ah, a Ana, arquiteta também.

Quando vi Benjamin andando pela área da piscina, quadra de futebol, quase tive uma parada cardíaca causada por forte emoção. Ok, exageros a parte, fiquei bem emocionada. Uma sensação de tarefa sendo cumprida. Porque agora, depois do meu Ben na minha vida, é diferente o sonho da casa própria. É por ele, é para ele.

Ao entrar no apartamento….sei lá, passou um milhão de coisas na minha cabeça – das quais vou registrando por aqui ao longo das próximas semanas. Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

24 jan 2013

Vende-se essa casa

por
Gabi Miranda

Terapia do lar

(Esse post vai ser grande, pode ser lido em doses homeopáticas)

Era uma vez…

Sempre morei de aluguel, não por essa ser a minha maior aspiração. Em minha existência de 30 anos, morei em 5 casas. Foram períodos bem longos em duas delas, sendo que nas três primeiras foi com minha mãe e minha irmã. Uma das maiores lembranças da minha vida é o dia em que chegamos (eu e minha mãe) na primeira casa. Antes, pelo que entendo das lembranças, morávamos de favor na casa de parentes de 2º grau da minha mãe. Minha irmã, bem pequena, ficou nessa casa enquanto eu e minha mãe passamos a primeira noite na casa nova, só nossa, da minha mãe.

Era a maior conquista dela…

Conseguir alugar uma casa para morar com suas filhas, construir sua vida. A casa até era espaçosa: dois quartos, sala, cozinha, banheiro (que ficava na parte externa) e um quintal. Não tínhamos nada, nenhum móvel, eletrodoméstico, utensílio, NA-DA! Acompanhou-nos apenas um colchão de casal – onde dormimos a primeira noite e o eco das nossas vozes e dos nossos passos. Compreendi o motivo da Luana, minha irmã, tão pequena, não estar ali com a gente.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

9

comente!

21 nov 2012

O quarto da bagunça

por
Gabi Miranda

Organização, Terapia do lar

Eu mencionei sobre o quarto da bagunça na Minha Sala (na verdade a minha casa) é atravancada. Eu pensei duas milhões de vezes se revelava esse canto da minha casa ou não. Resolvi revelar para desmaterializar de vez  com esse negócio de casa/família perfeita.

No feriado de 02 de novembro já tinha programado a arrumação, mas a sexta passou, o sábado também, o domingo estava quase passando quando entrei no quarto resolvida a acabar amenizar a bagunça. Quando abri a porta, encontrei ele desse jeito:

(as imagens a seguir são fortes, tire as crianças e as sogras da frente do computador)

Fala se não dá vergonha de fazer esse tipo de revelação?!

Tá certo que bem nesse dia tinha milhões de roupas pra passar, mas o que dizer dessas caixas de sapatos todas bagunçadas?! Nada. Aliás, isso estava me incomodando demais. Nos últimos tempos eu me limitava ao uso de três pares de sapatos, tamanha era minha falta de coragem para puxar uma caixa ou pegar na sapateira.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

17 out 2012

Minha sala (na verdade a minha casa) é atravancada.

por
Gabi Miranda

Organização, Terapia do lar

Desordem me incomoda. Bagunça me incomoda um pouco mais. Zona me incomoda, incomoda, incomoda muito mais.

Acho até que demorou para esse bicho da bagunça me picar. O fato é que desde quando voltamos de viagem a bagunça tem me incomodado bastante. Minha sala está atravancada. Um monte de brinquedos, um monte de coisas fora do lugar, um outro monte de coisas amontoadas…veja com seus próprios olhos.

Um monte de brinquedos.


Um monte de coisas fora do lugar (afinal aparelho de som definitivamente não é lugar de sapato, mas esse é só um exemplo das coisas fora do lugar na minha casa).


Um monte de coisa amontoada. (e acreditem, essa mesa estava muito pior, é que um dia antes comecei uma organização)


Coitado do aparelho de DVD. Alguém enxerga um aí..?!

Um estado quase ecumênico me envolveu no feriado 12 de outubro. Acordei feito furacão só que ao contrário, disposta a colocar ordem na bagunça.

Na verdade já tem algum tempo que sinto uma vontade quase incontrolável de destralhar a casa. Mudaremos no primeiro semestre do próximo ano e ultimamente tenho esperado ansiosamente pela época da mudança, período em que estatarei disposta a doar e jogar fora um montão de coisas. Clique e continue lendo!

compartilhe!

7

comente!

24 ago 2012

O quarto do Meu Ben e nossa sala Montessoriana

Essa semana lá no Mamatraca o assunto é decoração. Dei conta de que nunca falei do quarto do Ben aqui no blog. Daqui a pouco mudamos e não fiz aqui o registro do seu primeiro quarto. Então vamos lá.

O quarto dele tem dois fatores que não me agradam muito: 1. não tem janela; 2. não tem porta, nem a parede na qual a porta deveria estar (ele faz um corredor para o outro quarto, a foto ajuda entender). Essas coisas me fizeram sofrer durante a gestação toda. Onde já se viu um quarto sem janela?! Achava um absurdo não ter janela no quarto e pensei milhares de vezes mudar para um dos outros dois quartos existentes na casa (mas um fica na parte de trás para a rodovia – tem muito barulho e ventilação exagerada; o outro, meu e do marido, é na frente da casa – não me deixava segura deixá-lo lá, ambos com varanda e sacada). O quarto do Ben fica no meio desses dois e o que me acalmou é que a iluminação e ventilação dos dois quartos é suficiente para o quarto do meio – que é grudado ao meu quarto.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!