11 out 2017

Feliz vida de casal

por
Gabi Miranda

Casamento, Destaque, Maternidade

Parece que foi outro dia que aceitei sair com ele e começamos uma vida de casal. Tudo começou  em meados de 2005. E durante alguns meses levamos aquele relacionamento nada sério, só de paquera, baladas, noites furtivas. Ele dizia que não era para eu me apaixonar por ele. Eu dizia o mesmo e afirmava: é mais fácil você se apaixonar por mim. Gente, isso era óbvio. Uma moça alegre, comunicativa, alto astral, no auge da juventude, sem compromissos, que bebia sem pensar no amanhã, que gostava de dançar… sim, era eu! Continuo sendo. Só parei de beber. Porque não é fácil o dia seguinte de uma pessoa que bebe e tem filhos. Rá!

Nos apaixonamos. Começamos a namorar. E todo mundo dizia que eu completava ele. Juro, não tô tirando isso da música Eduardo e Monica. Namoramos por 3 anos. Numa certa noite, ele chegou com um Kider Ovo, sim o chocolate, insistiu para eu abrir e quando abri tinha um pedido de casamento enrolado numa aliança. Ele sempre foi de fazer surpresas e continua sendo depois de tantos anos.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

2

comente!

13 set 2017

Sexo no casamento (com filhos)

por
Gabi Miranda

Casamento, Destaque, Maternidade

sexo no casamento

Como vai o sexo no casamento com filhos? É o que faltam perguntar naquela lista infindável de perguntas quando se tem um relacionamento. Sabe aquelas perguntinhas? Quando vocês casam? Quando chega o primeiro filho? E aí, vai ter o segundo? Então… As pessoas também ficam curiosas para saber como anda o sexo no casamento alheio. As que são solteiras, querem saber para se certificar se o sexo muda mesmo após o casamento ou não. As que já são casadas, querem saber se só elas estão fora daquela famosa média brasileira de sexo 3 vezes por semana.

Você não faz sexo 3 vezes por semana? Nem duas? Tem semana que passa em branco?! Deixa eu te contar uma coisa, acontece na maioria dos casamentos com filhos e tá tudo bem. Um estudo feito pela Universidade de Chicago em 2012 revelou que 15% dos casais estão entre dois e seis meses sem sexo. E o cansaço é uma das maiores queixas. Atualmente exige-se demais do casal. Eles tem que ser ótimos pais, esposa(o), profissionais, cuidar da casa, acordar de madrugada para atender a criança que acordou berrando de um pesadelo e ainda fazer sexo diariamente. São tarefas domésticas, maternas, profissionais…  E não basta ser sexo. Tem que ser O SEXO. E como fazer sexo com qualidade estando exausto? Porque nessa área, acredito que a qualidade seja tão mais importante do que a quantidade. Não?!
Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

tags: ,

16 ago 2017

Como ser feliz no casamento com filhos

por
Gabi Miranda

Casamento, Destaque, Maternidade

Tenho pensado muito na relação do casal após os filhos. Como ser feliz no casamento quando se tem filhos. Penso, penso, penso e tento tomar cuidado para não cair na expressão que a maioria das pessoas afirmam: filhos estragam o casamento. A vida do casal muda completamente com a chegada dos filhos, mas dizer que filhos estragam o casamento é um tanto injusto. Com eles. A verdade é que quando temos filhos, a atenção acaba voltada para os filhos. Um perigo. O casal deixa de ser homem e mulher, para serem pai e mãe das crianças. Esquecemos de desempenhar junto os dois papeis: o de esposa (o) e pais.

Leia também: Como harmonizar maternidade com a vida sexual

Muitas pessoas comentam que acham incrível a minha relação com o marido. Nas redes sociais é tudo lindo! Eu não contei a vez que surtei esse ano e pela primeira vez saí de casa com mala e cuia. Era um domingo, estava fazendo almoço, Stella pendurada no meu pé chorando e pedindo colo. Até aquele dia, era sempre assim quando eu ia pra cozinha. Eu ficava brava porque acho a cozinha perigosa quando se tem fogão ligado, porque achava que não podia contar com a colaboração do marido. E ele pronunciou que eu sempre estragava o final de semana. Estourou uma linha tênue no meu cérebro e no coração. Já que eu sempre estragava o final de semana deles, não fazia sentido eu estar ali. Foi esse o raciocínio que me fez tomar a decisão de sair de casa.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

4

comente!