25 nov 2016

Como desenvolver o hábito de leitura nas crianças

por
Gabi Miranda

Destaque, Livros, Livros infantis

Recentemente comecei a ler um livro com capítulos grandes para o Benjamin. Temos o costume de ler sempre livros de histórias curtas, dessas que se lê em minutos. E nos últimos tempos, três pessoas me falaram que começaram a ler livros com histórias grandes para os filhos. Primeiro uma colega me pediu uma dica para começar a fazer isso com o filho, eu não tinha como ajudá-la. Depois uma amiga disse que iniciou esse hábito. E uma das minhas primas comentou que está lendo Monteiro Lobato para a filha dela de 4 anos. Benjamin tem a coleção completa de Monteiro Lobato e eu não tinha pensado que podíamos começar a lê-los, achei que ele ainda fosse muito novo.

Comecei a refletir sobre isso. Em tempos de tecnologia avançada, as crianças nessa idade só querem ficar grudadas no celular ou ipad. Se tem idade para ficar jogando, assistindo filmes e até ouvindo histórias nesses aparelhos, tem idade para desenvolvermos o hábito de leitura também. Principalmente, com livros de histórias grandes. Além disso, dia desses li no site da revista Crescer, 4 dicas para seu filho aprender a esperar e uma delas é sobre contar histórias em capítulos, um pouco cada dia, como uma forma da criança aprender a esperar, ter paciência, já que faz ela aguardar o desfecho da história (rá! não me contaram histórias grandes quando pequena).
Clique e continue lendo!

compartilhe!

5

comente!

21 nov 2016

5 dicas para melhorar o sono do bebê

por
Gabi Miranda

Bebê, Destaque, Filhos, Sono

Uma das queixas mais comuns nos consultórios pediátricos é a falta de sono dos bebês. Pais e mães querem melhorar o sono do bebê, mas não sabem como. Alguns pediatras indicam deixar o bebê chorando. Deixar o bebê chorar é desvalorizar a sensibilidade e as necessidades dele.

sono do bebê

Melhorar o sono do bebê é sem dúvida um dos maiores desafios da maternidade. Assim como a alimentação é importante para o bebê, o sono também é e tem papel fundamental em seu desenvolvimento. Enquanto o bebê dorme, seu cérebro fica ocupado com a produção de novas células necessárias para o desenvolvimento mental, físico e emocional. É durante o sono que renovam suas energias e produzem hormônios importantes para seu desenvolvimento. Por exemplo, na infância, cerca de 90% do hormônio do crescimento (GH) é liberado durante o sono. Crianças com dificuldades para dormir, tem mais chance de apresentar falta de atenção, irritabilidade, desânimo, falta de memória, baixo rendimento motor, entre outros comportamentos.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

31 out 2016

O que que tem na lancheira do seu filho?

por
Gabi Miranda

Alimentação, Destaque

Com o que se preocupar na hora de montar a lancheira das crianças

tabela-lanchinho

Imagem do site Meu Pratinho Saudável

Você cuida durante 6 meses a 1 ano de forma integral da alimentação do seu filho, até que chega a hora dele ir para a escola. Preocupada com uma alimentação saudável, você começa a pesquisar como montar uma lancheira adequada. Mas vai observar que cada instituição lida de forma diferente com a comida e a bebida que seu filho leva. Na escola antiga do Benjamin, por exemplo, era proibido enviar frutas picadas. Elas precisavam ser enviadas inteiras, o que faz todo sentido, pois, com o calor, mesmo que seja uma lancheira térmica, a fruta pode perder os nutrientes que possui ou até mesmo estragar.

Uma das minhas preocupações era com relação à bebida. Em casa, sempre optamos pelo suco natural. Mas, na correria do dia a dia, prevalece a praticidade. Isso porque saímos muito cedo de casa e não confiamos enviar suco natural para a escola, mesmo que seja na garrafinha térmica. E mesmo que quiséssemos, com o tempo, o irremediável acontece. As crianças começam a comparar seu lanche com o do amiguinho, a conhecer outras coisas, e inevitavelmente querem experimentar. Quem nunca foi ao supermercado com o filho e ouviu dele “mãe, é este aqui que fulano leva, eu quero também!”?! É aí que precisamos buscar opções e variações práticas, mas que não deixem de ser saudáveis, para compor o lanche.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

24 out 2016

Grávida pode dirigir? Dicas de segurança para as gestantes

por
Gabi Miranda

Destaque, Gravidez, Maternidade

Dúvida frequente nos consultórios: grávida pode dirigir até qual mês de gestação? Eu dirigi até o final da minha gravidez, pra isso tomei alguns cuidados

gravida-pode-dirigir

Todo mundo me pergunta até que mês da gestação eu dirigi. Eu só vim dirigir após a gestação do Benjamin. Foi quando eu virei mãe na direção e nunca mais abri mão disso. Na gestação da Stella eu já dirigia e acreditem: dirigi até o final da gestação. Meu obstetra nunca viu empecilho nisso. Dizia que se eu não me incomodasse, poderia continuar dirigindo desde que fosse com segurança. E me alertou sobre os cuidados a serem tomados para diminuir qualquer risco à minha saúde e a do bebê. Então até que mês grávida pode dirigir?

Alguns especialistas indicam que grávida pode dirigir até o 8º mês de gestação. No entanto, essa recomendação deve ser feita pelo obstetra a partir dos termos de saúde da gestante. Não existe lei nenhuma que proíba a mulher dirigir durante a gestação. Portanto, a grávida pode dirigir até quando se sentir confortável e segura. No início da gravidez da Stella, eu vivia indisposta, por isso evitava dirigir. O importante é tomar alguns cuidados para evitar acidentes ou qualquer tipo de problema insatisfatório.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

20 out 2016

Os melhores momentos no Pratagy Beach Resort

por
Gabi Miranda

Destaque, Família, Maternidade, Viagem

Os melhores momentos no Pratagy Beach Resort em fotos

Pratagy Beach Resort

Eu já disse que sou antiga. Gosto de papel e caneta. Fotografia em álbum. Adoro registrar os momentos em família, as viagens então nem se fala…

Fizemos nossa primeira viagem em família após a chegada da Stella. Até então já tínhamos ido ao Rio de Janeiro, todos juntos, mas tinha sido uma viagem mais rápida e de carro. Dessa vez fomos para Maceió – Alagoas, a convite do Pratagy Beach Resort fomos conhecer esse paraíso de lugar.

Nossa câmera quebrou durante a viagem, nos sobrando apenas o celular para registrar os momentos deliciosos que tivemos em família. Todo mundo sabe que foto de celular não é a mesma coisa, principalmente para quem gosta de revelar fotos. Ficamos sem câmera, mas não nos abatemos.

Tiramos a sorte grande porque o Pratagy Beach Resort oferece um serviço fotográfico realizado pela empresa Capsula1 que acaba sendo uma grande surpresa para os hóspedes. Os profissionais ficam andando pelo resort registrando os melhores momentos dos visitantes, resultando num álbum digital incrível, no qual o hóspede retira no último dia de hospedagem. E esse foi mais um dos mimos que o Pratagy preparou para nós.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

2

comente!

18 out 2016

Pratagy oferece alegria e tranquilidade all-inclusive

por
Gabi Miranda

Destaque, Maternidade, Viagem

O resort Pratagy é para os amantes de alegria, tranquilidade. O calor e a hospitalidade do nordeste, com um cenário paradisíaco, somado a uma estrutura perfeita, fizeram da nossa viagem um passeio encantador e inesquecível…

Pratagy

Pratagy

Passagem do resort Pratagy para a praia

Quem curte tranquilidade e sossego precisa conhecer o Pratagy Beach Resort – Wyndham. Localizado à beira-mar, banhado pelo Rio Meirim e cercado pela Mata Atlântica, o resort, considerado um dos melhores all-inclusives do Brasil, está a aproximadamente 20km do centro de Maceió, em Alagoas – um dos destinos nordestinos mais rico em belezas naturais e cheio de amor.

Pratagy é lugar para quem quer descansar, ter tudo à mão, para quem não quer sair do lugar e também para quem quer passear. Ambiente acolhedor, tem espaço para famílias com filhos ou sem, namorados e pessoas de qualquer idade. O resort oferece serviço diferenciado para que seus hóspedes fiquem tranquilos, mas também se divirtam. Alegria, diversão e sabor está incluso no pacote. Passamos uma semana nesse paraíso e conferimos: está tudo all-inclusive!
Clique e continue lendo!

compartilhe!

10

comente!

14 out 2016

Banho do bebê: dicas para essa hora ficar mais deliciosa

por
Gabi Miranda

Bebê, Destaque, Filhos

Uma das minhas horas preferidas é a hora do banho do bebê

banho do bebê

Lembro até hoje do medo que eu tinha de dar banho no Benjamin. Embora tenha assistido (e gravado) com muita atenção ao primeiro banho dele na maternidade, em casa, surgiram várias dúvidas sobre como segurar, como proteger o ouvido para não cair água, como limpar o umbigo e todos esses primeiros cuidados. Tive tanto medo de dar o primeiro banho do bebê Benjamin, que foi meu pai quem deu, assim como foi ele que também deu na Stella. Lembrando agora, como meu pai foi intrometido (!), mas achei lindo ele querer participar desse momento e fazê-lo com tanto amor e segurança. Com o tempo passei a exercer com maestria essa atividade. Pegava o bebê “jogando” de um lado pro outro, toda prosa e orgulhosa de cuidar sozinha da própria cria. E também passei a não querer dividir essa atividade com ninguém. Confesso. Talvez um pouco por ciúmes, porque aquele era um momento íntimo nosso. Também porque eu achava que ninguém faria direito como eu (quem nunca?!). E por insegurança (vai que deixam o bebê cair, se afogar, sei lá). Com um pouco mais de tempo eu me dei conta que era importante marido participar desse momento também e comecei a abrir espaço para ele.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

10 out 2016

Entre o azul e o rosa

por
Gabi Miranda

Destaque, Filhos, Produtos

Entre o azul e o rosa existe infinitas possibilidades

azul-e-o-rosa

Não faz muito tempo o moleque nos pediu um tênis rosa. Não estranhei o pedido. Por mim tudo bem dar um tênis rosa para ele, mas… Não estava preparada para lidar com as reações dos amiguinhos e com os sentimentos que poderiam ser despertados no pequeno. Convenhamos, vivemos numa sociedade machista. 2017 batendo na porta e ainda predomina aquele papo de “rosa é de menina”, “azul é de menino”, boneca é de menina”, “carrinho é de menino” ou certas brincadeiras são para meninos, ouras para meninas.

Existe certo preconceito em algumas coisas que nós adultos falamos sem nos conscientizar. E precisamos tomar cuidado com o que falamos, além da palavra ter poder, estamos educando nossas crianças para serem bons adultos. Limitar cores, brincadeiras, objetos pode até comprometer as potenciabilidades dos nossos filhos. Acredito nisso, mas naquele momento em que o Benjamin nos disse “eu queria um tênis rosa”, eu não estava preparada para o que ele podia enfrentar. Talvez o problema estivesse na minha cabeça e os amiguinhos da escola aceitassem numa boa. Porque o mundo está mudando, porque a geração de amigos do meu filho vem de mães e pais, creio eu, que acreditam num mundo melhor, sem preconceitos, predefinições. Não sei. Não paguei pra ver.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

3

comente!

12 set 2016

Produtividade para quem quer tempo

produtividade

 

Sempre duvidei das amigas que trabalham em casa e afirmam não ter tempo pra nada. A conta não fechava na minha cabeça. A ideia que eu tinha é que se a pessoa não trabalha fora, tem mais tempo para fazer as coisas em geral, consequentemente, consegue administrar e planejar melhor suas atividades. Foi só passar alguns dias em casa, percebi, quem trabalha fora acha que se não trabalhasse produziria mais. E quem não trabalha fora, acha o inverso disso. E aí ninguém consegue produzir como gostaria porque nunca dá, porque não tem tempo, porque tem muita coisa pra fazer, porque sempre tem que…. Estou refletindo há dias sobre a pergunta você é produtiva ou ocupada? até que marido fez um curso sobre o assunto, me trazendo algumas ideias, e, em seguida a Editora Gente me mandou o livro “Produtividade para quem quer tempo“, de Geronimo Theml, um estudioso sobre produtividade e empreendedorismo.

O autor apresenta considerações interessantes sobre produtividade e dicas úteis para organizar melhor nossos dias, alertando sobre o cuidado de não nos deixarmos levar pela enxurrada de distrações que roubam nosso tempo sem percebermos – lembrando que a terceira lei de Newton diz que, para cada ação existe uma reação, e isso se aplica também à produtividade. Esse é um assunto que tem chamado muito minha atenção porque a chegada da Stella mexeu com a forma como eu divido meu tempo, e, principalmente, enraizou em mim um questionamento intenso sobre o sentido das coisas que faço, mas isso é assunto para outro post. Todos nós, independente se trabalhamos fora ou não, desempenhamos diversos papéis na vida: mãe, esposa, filho, colaborador de alguma empresa, estudante, do lar, blogueira, etc… e cada papel desses tem várias funções no dia a dia. São inúmeras atividades para realizar e Geronimo Theml classifica em:
Clique e continue lendo!

compartilhe!

3

comente!

09 set 2016

Fundo de reserva para presentes de Natal

por
Gabi Miranda

Destaque, Dinheiro, Maternidade

Piggybank with santa hat

O final do ano está chegando. Ou você tem dúvidas disso? E quando penso em final de ano, penso em rematrícula, 13ª mensalidade escolar, material escolar, uniformes, IPVA, seguro do veículo, IPTU, festas, presentes…. Pronto, se não cuidar da saúde financeira, a conta entrou no vermelho! De novembro a fevereiro, é o período de maior gasto na casa de todas as famílias e mesmo para quem tem o 13º salário, se não fizer uma programação de entradas e gastos, fica difícil fazer uma economia doméstica.

Não gosto de pensar só no dinheiro que entra, mas como fazer ele permanecer mais tempo na conta. Então estava dia desses pensando em me organizar para os gastos de final de ano. Ano passado acabei sabotando minha vida financeira comprando presentes de Natal sem planejamento. Acabei não dando presentes para a lista inteira da família como gostaria, mas para quem dei, comprei presentes caros. Esse ano, novamente, não darei presentes para a família toda, mas também não vou dar presentes caríssimos.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

Página 4 de 25Primeira...234567...Última