03 mar 2017

O poder do discurso infantil

Uma vez, alguém me disse que criança perde a graça a partir dos 5 ou 6 anos. Os bebês sempre ganham presença por serem mais graciosos e fofos. Certamente essa pessoa, que já não lembro quem seja, não convive com uma criança de 5 anos, não imagina o poder do discurso infantil. Digo isso, porque convivo diariamente com uma criança nessa idade e posso afirmar, uma criança de 5 anos tem tanta graça quanto um bebê. Falo com certeza, pois tenho as duas experiências aqui em casa.

Talvez o meu menino de 5 anos tenha desenvolvido habilidades para superar as comparações e a invisibilidade causada por um bebê a uma criança de 5 anos. Porque aos olhos de adultos desatentos, o menino de 5 anos (ou mais), torna-se invisível. Percebo isso nos corredores e elevadores por onde andamos. Meu filho também percebe e já me questionou porque um adulto não o cumprimentou e só falou com sua irmã. Sim, acontece – e muito – disso. E me sobe um sentimento próximo a raiva. Uma vontade de ir lá tirar satisfação com o indivíduo mal educado que simplesmente ignorou a presença do meu primogênito e causou-lhe certa angústia e frustração. Quiçá algum dia ele desenvolva um sentimento até negativo contra a irmã, achando que ela pode ser uma ameaça à sua sociabilidade.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

5

comente!