25 nov 2016

Como desenvolver o hábito de leitura nas crianças

por
Gabi Miranda

Destaque, Livros, Livros infantis

Recentemente comecei a ler um livro com capítulos grandes para o Benjamin. Temos o costume de ler sempre livros de histórias curtas, dessas que se lê em minutos. E nos últimos tempos, três pessoas me falaram que começaram a ler livros com histórias grandes para os filhos. Primeiro uma colega me pediu uma dica para começar a fazer isso com o filho, eu não tinha como ajudá-la. Depois uma amiga disse que iniciou esse hábito. E uma das minhas primas comentou que está lendo Monteiro Lobato para a filha dela de 4 anos. Benjamin tem a coleção completa de Monteiro Lobato e eu não tinha pensado que podíamos começar a lê-los, achei que ele ainda fosse muito novo.

Comecei a refletir sobre isso. Em tempos de tecnologia avançada, as crianças nessa idade só querem ficar grudadas no celular ou ipad. Se tem idade para ficar jogando, assistindo filmes e até ouvindo histórias nesses aparelhos, tem idade para desenvolvermos o hábito de leitura também. Principalmente, com livros de histórias grandes. Além disso, dia desses li no site da revista Crescer, 4 dicas para seu filho aprender a esperar e uma delas é sobre contar histórias em capítulos, um pouco cada dia, como uma forma da criança aprender a esperar, ter paciência, já que faz ela aguardar o desfecho da história (rá! não me contaram histórias grandes quando pequena).
Clique e continue lendo!

compartilhe!

5

comente!

18 abr 2016

2 dicas de livros infantis para incentivar a leitura

por
Gabi Miranda

Destaque, Livros, Livros infantis

Hoje é Dia Nacional do Livro Infantil, não podia deixar de dar dicas de alguns livros infantis que adoramos aqui em casa

livros infantis

 

Não é surpresa para ninguém, quem nos acompanha sabe o quanto amo livros e aqui em casa incentivo bastante o Benjamin porque acredito que quanto mais eu estimular, mais chances tenho de ver meu filho virar um adulto que gosta de ler. A leitura infantil abre muitas portas para um universo infinito de possibilidades. O hábito da leitura traz muitos benefícios: desenvolvimento de repertório, capacidade de comunicação (falada ou escrita), estimula a criatividade, conhecemos outros mundos.

Esse ano tenho três objetivos em relação a leitura. 1. Ler ao menos um livro por mês; 2. Comprar um livro por mês para o Benjamin. Estou conseguindo atingir a minha meta, já estou no sexto livro do ano e estamos em abril, estou aí com a média de leitura acima do projetado. Já a segunda meta não tenho batido, mas por uma razão muito simples, Benjamin ganha bastante livros e não vejo necessidade de comprar, tento de alguma forma seguir um consumo consciente. Mas no mês que ele não ganhar nenhum livro vamos sim comprar juntos. 3. Levá-lo para conhecer uma biblioteca. Ainda não fomos em nenhuma de verdade. Ele gosta tanto de ir à livraria, que tenho certeza, vai gostar de biblioteca também.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

3

comente!

02 out 2015

Biblioteca do Ben: Girafas não sabem dançar

por
Gabi Miranda

Destaque, Livros, Livros infantis

foto 4

Eu adoro ler. Adoro livros. E adoro que Benjamin adore livros. Adora que conte histórias para ele. Pode até soar batido e piegas, mas ler é viajar sem sair do lugar. Importantíssimo, porque ativa o lado cognitivo da criança, estimula o desenvolvimento da fala, a imaginação, a criatividade e melhor ainda quando os pequenos já estão em alfabetização, pois auxilia na escrita. Por gostamos tanto de livros, decidimos a partir de agora abrir a biblioteca do Ben, indicando aqui o que tem de melhor nela, o que Benjamin ganha e o que garimpamos aí pelas livrarias. E para abrir essa nova seção no blog, vamos começar com uma sugestão deliciosa de leitura: Girafas não sabem dançar.

Em seu aniversário de 4 anos, Benjamin ganhou do vovô Alvaro uma sacola grande com vários livros, entre eles estava Girafas não sabem dançar que conta a história de Geraldo, uma girafa com joelhos tortos que a tornava desengonçada, resolveu ir ao baile anual dos animais da selva. Ao chegar na festa, se deparou com todos os animais dançando, vários estilos musicais: rock, valsa, tango, quadrilha e até chachachá. Não sei quem disse que girafas não sabem dançar. Mas claro, Geraldo ficou com vontade, se encheu de coragem, foi para a pista e…foi um desastre só. Todos os bichos começaram a chamá-lo de desastrado. A girafa ficou triste e fugiu do baile se sentindo arruinada. No meio do caminho ele encontrou um grilo amigo que lhe incentivou a não desistir. Não vou contar o que acontece no final, mas é um livro que ensina aos pequenos a importância de confiar em si e não ligar para o que os outros falam.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!