24 mar 2016

Zika Vírus: dicas de proteção

por
Gabi Miranda

Bebê, Destaque, Filhos, Gravidez, Maternidade

Zika Vírus foi descoberto em 1947, a primeira epidemia causada por esse vírus no mundo foi em 2013. Atualmente, acredita-se que desde de 2015, o Zika Vírus está assustando milhares de brasileiros.

Zika Vírus

Imagem Google

Recentemente participei de um encontro com  a Dra. Ana Escobar, pediatra e consultora do programa Bem Estar, que falou sobre A importância dos primeiros 1000 dias em tempos de Zika Vírus. Foi um encontro com bastante informações sobre esse vírus que tem alarmado o Brasil. Sabemos que o transmissor do Zika Vírus é o mosquito Aedes aegypti, o mesmo que transmite a Dengue, a febre amarela e a chicungunya. Homens e mulheres de todas as idades podem pegar, inclusive as grávidas. Existem ainda muitas dúvidas e estudos a respeito dessa praga. Por exemplo, devemos ter cautela para engravidar? As pesquisas indicam que uma mulher que teve Zika Vírus antes de engravidar, não corre o risco de infectar o bebê, mas é tempo de cuidado. Segundo a Dra. Ana Escobar, quem pode aguardar um pouco para engravidar, deve aguardar. Veja, abaixo, outras informações e dicas da Dra. Ana Escobar.

Como age o Zika Vírus na gravidez

  • O Zika Vírus permanece na corrente sanguínea de 5 a 7 dias;
  • Teoricamente, os bebês que apresentam microcefalia, é porque a mãe foi picada e contaminada nos primeiro trimestre da gestação;
  • Estudos indicam que os bebês, cuja as mães picadas e contaminadas a partir do 4º mês de gestação, não apresentaram má formação;
  • Os estudos revelam que o Zika Vírus atravessa a placenta e penetra o neurônio impedindo seu crescimento normal, tornando-se microcefalia;
  • Considera-se microcefálico quando a circunferência da cabeça tem uma medida menor que 32cm. A OMS (Organização Mundial da Saúde) determinou que as medidas são diferentes para meninos e meninas:
    Meninos: circunferência menor que 31,9
    Meninas: circunferência menor que 31,5
  • Nem toda mãe que teve Zica Vírus vai te rum bebê com microcefalia. Não se sabe ainda porque um bebê tem e outro não;

Sintomas

  • Os sintomas são leves. Pode dar febre baixa e manchinhas vermelhas pelo corpo que coçam bastante, confundindo com uma alergia. Isso faz com que as pessoas acabem nem procurando um posto de saúde, pois acreditam que é uma alergia e logo vai passar. Por isso muitas gestantes infectadas no início da gestação nem perceberam.

Dicas de proteção

  • Telar a casa evita a entrada de mosquitos;
  • Usar repelente apropriado;
  • Reaplicar o repelente com frequência;
  • Andar de roupas leves de manga cumprida;
  • Usar roupa branca (porque assim enxergamos melhor o mosquito);
  • Usar perfume porque o mosquito odeia;
  • Todas as mulheres, inclusive as gestantes, podem pegar o Zika Vírus através de contato sexual. Portanto, os homens devem usar camisinha para o ato sexual, principalmente, no primeiro trimestre da gestação;

Para proteger os bebês

  • Usar protetor no berço;
  • Telar a casa;
  • Usar protetor no carrinho;
  • Passar repelente.

Quais os repelentes são recomendados

Os menores de 6 meses não podem usar repelentes. A maioria dos repelentes são indicados para crianças acima de 2 anos, mas existem alguns para os bebês a partir dos 6 meses. Em tempos de Zika Vírus, devemos usar repelentes nos bebês, mas com cuidado. É importante ler o rótulo para certificar-se da faixa etária indicada. Peça indicação do seu pediatra. Nem todas as fórmulas protegem contra o mosquito, vejamos:

  • Icaridina: protege contra o Aedes;
  • Citronela: não protege contra o Aedes;
  • Atenção: a planta citronela não serve como repelente contra o Aedes;
  • Complexo B: não tem eficácia nenhuma, afirma a Dra. Ana Ecobar. A vitamina tem sido indicada por alguns médicos, que acreditam manter o mosquito longe, por causa do perfume que libera na pele, mas o cheiro não parece incomodar o mosquito;

Dúvidas frequentes

  • A mãe com suspeita de Zika Vírus deve amamentar?
    Sim! Não há relato de trasmissão de Zika Vírus pelo leite materno.
  • Há outras formas de transmissão?
    Ainda não há, no mundo, comprovação de transmissão do Zika por outras formas que não sejam através da picada do mosquito.
  • Existe apenas um vírus de Zika?
    Existem famílias diferentes do vírus de Zika. Há no Brasil 4 cepas do Zika Virús. Portanto, existem tipos diferentes e isso é muito ruim para a produção da vacina.
  • Quem está doente deve usar repelente?
    Sim, tem que usar repelente para proteger os outros. Se mesmo doente, você está protegido, o mosquito não ataca. Ao contrário, ele ataca e transmite o vírus para outras pessoas.
  • O Zika Vírus também pode ser encontrado num pernilongo comum?
    Segundo pesquisa da Fiocruz, o Aedes foi detectado em sua forma ativa na saliva do pernilongo comum, chamado Culex. No entanto, esta pesquisa foi realizada em mosquitos de laboratório. Os pesquisadores agora vão ver se isto é fato nos pernilongos que voam soltos por aí. Até que se descubra se o zika também pode estar escondido no pernilongo comum, é preciso continuar usando repelentes. Enquanto isso, vamos aguardar a segunda fase da pesquisa.

compartilhe!

2

comente!

2 respostas para “Zika Vírus: dicas de proteção”

  1. Adri disse:

    O zika é uma doença que temos que tomar cuidado, principalmente para as grávidas
    usar repelente é fundamental

  2. Lele disse:

    Muito importante divulgar as informações CERTAS sobre o tema.
    Perfeito Gabis
    beijao
    Lele

    http://www.eueleeascriancas.com.br

Comente!