12 ago 2016

10 coisas sobre paternidade

Perguntei ao marido: fala 10 coisas que ninguém diz sobre paternidade? Ele prontamente me mandou um texto sobre o assunto. Confira abaixo.

 

paternidade

 

Por Roberto Piffer, pai do Benjamin e Stella

Não chega a ser segredo, mas tem coisas que ninguém anda dizendo por aí sobre paternidade. Imaginem que existe um outro lado, avesso à maternidade, onde coisas diferentes acontecem, mas quase nunca são reveladas… até então! Veja a lista abaixo e entenda um pouco mais do lado paterno da vida das crianças, do ponto de vista do homenageado do próximo domingo:

1. O parto
A hora do parto é um momento de muito nervosismo e tensão para o pai (acho que por isso alguns chegam a desmaiar). Lógico, para mãe muito mais, mas a verdade é que ao pai, dá uma sensação de paralisia, pois temos que ficar esperando longamente e, quando somos chamados para a sala, não tem o que fazer, a não ser não encostar em nada, falar pouco e ficar assistindo a tudo. É estranho e ruim, podia ter um carrinho com bebidas por lá. Mas a recompensa de sentir o filho pela primeira vez no seu colo é impossível de descrever (lembrando que a mãe larga na frente, pois já sente a criança dentro da barriga).

2. Amamentação
Quando a mãe para com o aleitamento materno, parece que chega ao fim a fase da amamentação. Mas na verdade, em diversas vezes, o pai passa a dividir essa função de amamentar o filho com a mãe (agora na mamadeira), inclusive nas madrugadas, na rua ou mesmo num shopping. E não pelo fato de ser na mamadeira, que deixa de ser um ato sublime também.

3. A vida financeira
Dinheiro é a principal das preocupações de um pai. Isso normalmente gera conflitos, pois afronta a racionalidade do pai x a impulsividade capitalista da recém-mãe.

4. Coisa de herói
Pai gosta de se sentir um herói para os filhos, dá um orgulho imenso. Só reafirmando, pois você já deve ter lido ou ouvido isso em algum lugar.

5. Dê um desconto
Pai nunca brincou de boneca na infância, ou seja, vai aprender a trocar fralda e roupinhas na prática. Dê um desconto e não critique ao ver a criança com a roupa sem combinar, toda torta ou colocada errada por um pai bem intencionado.

6. Sling
Nunca vi mãe carregar criança de ‘cavalinho’ (atrás da nuca), o que me leva a crer que é uma forma masculina de carregar o filho. Por outro lado, levar criança no sling ou canguru dá a mesma sensação de um homem sair carregando uma bolsa a tira-colo.

7. Você muda
A gente muda o jeito de olhar o mundo e acho que o mundo também nos olha de um jeito diferente. Parece que nos tornamos seres especiais e com super poderes.

8. Presente de dia dos pais 
Presente para o dia dos pais não precisa incluir coisas muito elaboradas. De elaborado já bastam as (cara$) lembranças que vem da escolinha. O que vale mesmo é ter a família toda reunida.

9. Desencana 
Aprender um palavrão, por o dedo no nariz ou arrotar são coisas que geralmente a criança aprende com o pai. Mas não se preocupe, são apenas “marcas” de um convívio saudável entre pai e filho(a). Não devem ser consideradas falta de educação.

10. Prioridades
Ver/acompanhar o nascimento do filho é, em geral, uma emoção sem igual na vida do pai. Amolece qualquer coração e pode fazê-lo trocar até o futebol da TV por este momento (veja só como é importante!)

compartilhe!

0

comente!

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.