30 nov 2015

6 perguntas e respostas sobre sono do bebê

6 perguntas e respostas sobre sono do bebê

sono

O sonho de toda mãe quando tem um bebê é que ele durma a noite toda sem interrupções. Nos três primeiros meses isso é algo difícil de acontecer, pois a tendência é o bebê acordar de 3 em 3 horas (ou até menos) para mamar. Com o tempo, o bebê vai crescendo, consequentemente o estômago também e a fome começa dar uma espaçada. então o sono do bebê tende a ser algo mais tranquilo. Mas até o bebê ter uma rotina adequada para dormir, os pais já tentaram de tudo e estão exaustos.

Uma das coisas fundamentais para criar esse hábito, é estabelecer rituais desde o nascimento do bebê. Primeiro, é essencial ensinar a diferença entre dia e noite. Durante o dia não precisa evitar barulhos, iluminação (é até bom que os cochilos sejam feitos em um lugar com um pouco de luz), ouvir música. Já à noite, é bom não estimular muito o bebê, manter os ambientes com pouca luz, fazer uma massagem. Estipular uma rotina com horários para cada atividade e ficar atenta aos sinais que indicam o cansaço do bebê, contribuem, e muito, para o sono do bebê ser cada vez melhor.

O sono do bebê têm dois ciclos: 1) o sono ativo, conhecido por especialistas como o REM (rapid eye movement = movimento rápido dos olhos), quando o bebê está relaxado, mas a atividade cerebral está intensa. Nesse estágio, o bebê demonstra que está sonhando, pode sorrir e as pálpebras se mexem muito. É nessa fase do sono do bebê que são desenvolvidas as habilidades motoras. 2) o sono não REM (NREM = Movimento não rápido com os olhos), é a fase que passa de um estado mais leve de sono, para o sono mais profundo. Não tem nada que comprove o que acontece nesse estágio do sono, mas especialistas acreditam que é durante essa fase que o cérebro desenvolve capacidades cognitivas e faz conexões com o que aprendeu durante o dia e guarda no subconsciente.

Ou seja, o sono é muito importante para o crescimento e desenvolvimento mental, físico e emocional do bebê. Além disso, bebês que tem noites de sono tranquilas se sentem descansados, tem mais resistência, ficam mais bem-humorados e interagem melhor com as pessoas. A seguir, uma entrevista sobre sono do bebê, com dicas valiosíssimas de Danielle Cogo, Baby Planner, consultora de sono infantil e especialista em aleitamento materno, certificada internacionalmente pela IMPI (International Maternity & Parenting Institute), de San Francisco, Califórnia-USA.

Quantas horas por dia um bebê recém-nascido dorme? E quando essa necessidade muda?
Os recém-nascidos dormem 16/18 horas por dia, mas claro que não são horas consecutivas, existem despertares para amamentar, troca de fraldas e outras necessidades. Conforme o bebê vai crescendo e se desenvolvendo ele passa a dormir menos horas, então aos 3 meses o bebê já passa a dormir umas 14/15 horas por dia.

Quais são os sinais que indicam que o bebê está com sono?
Um bebê indica que está com sono quando: boceja, se agita, se mexe e remexe, faz barulhinhos, esconde o rosto no peito da mãe, apresenta movimentos involuntários com os braços e pernas, esfrega os olhinhos, o rosto, puxa as orelhas, demonstra menos coordenação de movimentos.

Ouve-se muito falar sobre a importância do bebê ter uma rotina. Qual sua sugestão para uma rotina ideal e desde quando a família deve praticar?
Não pense que a rotina e desnecessária, ela é super importante para a criança. A criança que tem uma rotina é mais segura e mais calma. Com o tempo, ela vai se adaptando aos horários e passa a saber qual é a próxima atividade e isso passa a ela conforto e sensação de segurança. A rotina deve ser praticada desde o primeiro dia em casa com o bebê. Claro que um recém-nascido deve se alimentar à livre demanda, então não podemos ter rigidez com horários, mas podemos organizar algumas coisinhas como, horário de banho, horário de massagem, de ouvir musiquinha relaxante e horário para a hora de ir para o berço. 

Como ensinar ao bebê a diferença entre dia e noite?
Através de um ritual noturno. Os bebês não sabem o que é dia e o que é noite, e precisamos ensinar isso a eles. É muito comum ouvirmos: “Meu bebê trocou o dia pela noite”. Isso acontece mesmo! Então precisamos sinalizar para eles qual a diferença através de atividades diferentes.

Porque alguns bebês, quando estão com dificuldade para dormir, choram muito? E quando esse choro noturno é motivo de preocupação?
Crianças exaustas demoram 20% mais tempo para dormir. O “choro” nada mais é do que um pedido de ajuda, ele esta sinalizando que algo não está bom. Quando as crianças não tiram boas sonecas durante o dia, não se alimentam direito, ou não estão com uma rotina adaptada para a faixa etária, o sono noturno certamente será afetado. Como os bebês não sabem falar, eles choram, eles estão bem cansados, os olhinhos ardem, e vezes a cabeça dói. Os bebês não têm capacidade neurológica para entender tudo isso, e muito menos para dormirem sozinhos, por isso precisamos ajudá-los.

Detalhe: Bebês que dormem antes das 20h dormem significativamente mais tempo.

Como fazer o bebê dormir a noite toda, existe alguma técnica?
Existem relatos de pais que dizem que seu bebê sempre dormiu a noite toda, então a primeira dica é: não compare o seu bebê com o bebê do vizinho, simplesmente porque cada bebê é de um jeito, e, o comum, é um bebê que chora, acorda para mamar, para troca de fralda, desconfortos e outros…  fora que o sono do bebê muda a cada 3/4 meses, então esse bebê que dorme bem hoje, amanhã pode acordar bem diferente.

A consultoria do sono, ou seja, a ajuda de um especialista é para que o bebê tenha um sono de qualidade e um sono restaurador onde ele possa produzir a quantidade necessária de hormônios para o seu desenvolvimento e ao mesmo tempo descansar, e não para que durma direto sem despertares.  Todo bebê tem necessidades e não há técnica para inibi-las. O que fazemos é com que o sono que ele tenha, seja com eficiência, e não sono picado onde despertam a cada hora ou cada 2 horas. É criado um método para que as horas de sono se estendam. No entanto, fome, frio, calor, dor e outros incômodos irão despertá-los, então com a ajuda do especialista você vai aprender o que acontece com o bebê durante os despertares, como evitar alguns deles, e vai ajudar o bebê a aprender a dormir e voltar a dormir sozinho, assim, com o tempo, as noites passam a ser de mais qualidade.

Veja na tabela a quantidade de sono que um bebê precisa conforme a idade:

tabela2

Conheça o trabalho da Danielle Cogo: http://www.assessoriamamae.com.br/ ou envie um e-mail: contato@assessoriamamae.com.br

Gostaram? Espero que sim e que esse conteúdo contribua de forma positiva para que mães e bebês tenham boas noites de sono. Sabemos que quando um bebê dorme a noite toda, a mamãe terá um dia mais produtivo e feliz. 😉

compartilhe!

0

comente!

0 resposta para “6 perguntas e respostas sobre sono do bebê”

  1. […] Leia também: 6 perguntas e respostas sobre o sono do bebê […]

Comente!