25 maio 2018

A felicidade dos Brasileiros

por
Gabi Miranda

Coach de Vida, Colunas

A descoberta da Fórmula da Felicidade Sustentável

Ao longo da minha vida me questionei várias vezes como poderia alcançar a felicidade. E quem não? De forma instintiva, fui desenvolvendo as minhas atividades naquilo que gostava e que me dava prazer ou satisfação intelectual. Trabalhei duro gostando do que fazia, estudei, vivi em outros países, tive uma filha, mudei de emprego, trabalhei duro de novo, me divorciei, mudei de carreira e ainda me pergunto como faço para ser mais feliz.

Esse questionamento me fez entrar no projeto da Felicidade dos Brasileiros, um estudo que a CVA Solutions conduziu com o apoio da TheWill2Grow. Descobrimos várias informações interessantes sobre a nossa população e como as pessoas cultivam a felicidade.

Do total de 5.200 entrevistados em março de 2016, 33% estão insatisfeitos (nota de 1 a 6) com a vida, 41% estão felizes (notas 7 e 8) e 26% estão plenamente felizes (notas 9 e 10). A média da felicidade dos brasileiros é de 7,12, considerando notas de 0 a 10. Pessoas com mais de 55 anos são mais felizes do que jovens de 18 a 24 anos e, mais ainda, do que pessoas entre 35 e 44 anos das quais 34,7% declaram estarem insatisfeitas com a vida. Principal motivo: stress com o trabalho e com a falta de trabalho, renda ou sustento da família, falta de tempo para aproveitar as coisas boas da vida, entre outros fatores.

Homens são mais satisfeitos com a vida do que as mulheres. Pessoas com sobrepeso também são mais felizes do que as magras. 67% das pessoas que declaram ter uma religião são felizes e plenamente felizes enquanto esse mesmo índice é de 57,4% para as pessoas que não tem religião.  Heterossexuais são mais felizes do que homossexuais e bissexuais.

O estudo é amplo e poderia discorrer aqui escrevendo páginas e mais páginas sobre tudo o que foi encontrado, porém, considerei que o mais relevante para compartilhar nesse artigo seria apresentar o que fazem as pessoas que se declaram felizes. Como é a vida delas e o que fazem diferente dos 33% de brasileiros que estão insatisfeitos?

Analisando os números obtidos, traçamos um paralelo entre o comportamento de pessoas felizes e insatisfeitas, e observamos diferenças estatisticamente representativas entre um grupo e outro. Dessa observação criamos a fórmula da felicidade sustentável onde um ciclo virtuoso entra em movimento quando as pessoas praticam as 5 etapas abaixo.

 

Na etapa da Motivação Positiva encontramos pessoas que:

  • Têm objetivos claros ou propósito de vida
  • Encontram motivação diariamente para seguir esse propósito
  • São apaixonados pelo que fazem e/ou por uma pessoa
  • Seguem uma religião, crença ou filosofia
  • Abrem mão de uma satisfação imediata para conquistar algo no futuro

Em Atitudes Positivas, destacam-se os seguintes aspectos nas pessoas pesquisadas:

  • Sentimento de gratidão pela vida
  • São otimistas, acreditam que o seu futuro será excelente
  • Acreditam que o futuro do Brasil será excelente
  • Acham que conseguem mudar as coisas próximas a elas
  • Aceitam perdas e derrotas sem amargura
  • Perdoam pessoas que as magoaram

Na próxima etapa, Hábitos Saudáveis, encontramos os comportamentos abaixo nas pessoas felizes:

  • Focam a atenção em coisas que fazem bem
  • Costumam rezar ou meditar 1 vez por semana ou mais
  • Têm muitos momentos de prazer durante a semana
  • Praticam atividade física ao menos 2x por semana
  • Fazem dieta como forma de autocuidado
  • Reclamam menos em geral

Na Interação Positiva, as pessoas:

  • Têm relacionamentos bons e frequentes com pessoas próximas
  • Fazem pequenas gentilezas diariamente
  • Focam a sua atenção e energia em assuntos que beneficiam outras pessoas
  • Atualmente vivem um relacionamento estável
  • Acha que outras pessoas o ajudam
  • Participam de obras de caridade da sua igreja, crença ou filosofia
  • Costumam doar dinheiro ou prestam serviço voluntário

Pessoas que seguem essas práticas, vivem e obtêm Resultados Positivos:

  • Sentem mais vitalidade
  • Tem mais saúde
  • Sofrem menos preconceito por terem a autoestima mais elevada
  • Têm mais dinheiro poupado que dívidas
  • Têm menor receio de ser demitido

Vamos colocar em prática? Pode parecer difícil, mas se começarmos a praticar alguns desses comportamentos estaremos indo na direção certa rumo à felicidade. E como todo ciclo virtuoso, a tendência é que fique cada vez mais fácil alinhar o comportamento com pensamentos e ações positivas que, por sua vez, gerarão bem-estar e felicidade sustentável.

Assista ao vídeo

 

compartilhe!

0

comente!

Comente!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

?