03 maio 2016

As lições que as crianças ensinam

as-licoes-que-as-criancas-ensinam

Estava assistindo ele empenhado em fazer sua lição de casa. A atividade consistia em recortar algumas imagens. Enquanto isso, pensava como ele tinha desenvolvido tal habilidade de uma noite para o dia. Recortava as figuras com tamanha maestria para sua pouca idade. Mesmo assim sugeri um jeito para facilitar seu trabalho, quando recebi a resposta: “deixa eu fazer do meu jeito, mamãe!”. Não foi uma pergunta e sim um pedido em bom tom de um garotinho de 4 anos descobrindo suas habilidades no mundo.

Constantemente tenho escutado essa frase vinda dele em diversas situações. “Deixa eu fazer do meu jeito”. Porque sou a mãe e mãe é bicho tolo, cheia de intenção, com manias que só as mães tem, das quais os filhos um dia acabam tendo vergonha. De tanto querer proteger e desejar o melhor para os nossos filhos, nós, mães, muitas vezes sufocamos. Dessa forma, sem intenção. A gente acha que deve ensinar tudo, porque queremos apresentar outras formas, mas será que alguém nos ensinou todos os melhores jeitos de fazer as coisas ou aprendemos sozinhos?

Alguns dias depois um amigo me relatou,”tia, os meninos do primeiro ano machucam o Ben no futebol“. Oi, como assim? Olho meu filho e pergunto se é verdade, ele meio sem graça, afirma. Tento saber mais. Sinto o coração apertado e disparado, uma vontade de chorar, certa impotência de saber que enquanto estou longe, trabalhando, meu filho passa por situações das quais desconheço. Milhões de coisas passam em minha cabeça em segundos. Depois de uma investigação, coração mais calmo, analiso friamente e entendo que os meninos do primeiro ano são um ano mais velho que meu filho e que “futebol é assim mesmo, na quadra eles se entendem”, como me explicou o marido.

No impeto eu queria ir na escola, reclamar que é um absurdo crianças maiores jogarem futebol junto com os pequenos (que na minha cabeça quente, já tinha uma diferença grande de 5 anos entre as crianças do pré e do 1º ano). Já faria meu filho passar vergonha. Foi quando entendi aquela carinha meio sem graça em dizer que era verdade, mas que estava tudo bem. Ele mesmo me disse que falaria com o professor quando isso o incomodasse. E foi a primeira vez que segurei o impulso de colocar a cria embaixo da asa. É claro que procurei me certificar de que não era nada sério e conversei com ele sobre me falar sempre que algo o incomodar.

Queremos ensinar o jeito mais fácil, queremos proteger, resolver situações, porque simplesmente não queremos que nosso filho sofra. Temos sim que participar, ajudar e tentar conduzir nossos filhos pelo melhor caminho em busca de suas competências e na superação das suas limitações, mas não podemos esperar que eles façam do nosso jeito. Afinal, o nosso jeito é mais fácil para nós e nem sempre para eles. Nossos filhos descobrirão o jeito deles. E isso faz da maternidade uma experiência enriquecedora. Como mãe, também descobrimos que temos nossas limitações. Todos ensinamos e aprendemos uns com os outros. E muitas outras coisas os filhos aprendem no seu tempo e nem sempre com a gente. Mas eles…nossa… são inúmeras as lições que as crianças ensinam.

compartilhe!

5

comente!

5 respostas para “As lições que as crianças ensinam”

  1. Alê Nunes disse:

    Esses dias ainda estava pensando sobre isso, acho que eu aprendo mais que ensino com a minha filha, é incrível!
    bjs,
    Alê

  2. OI Gabis, nós mães somos mesmo assim querendo sempre proteger os filhos. Eu também já fiquei louca para ir na escola resolver as coisas por elas. Mas, na grande maioria das vezes o correto é deixar eles se virarem, irem aprendendo, crescendo e ganhando confiança. E a gente vai aprendendo junto.
    Um Feliz Dia das Mães para você.
    beijos
    Chris

  3. A gente aprende com eles todos os dias ne?
    E eu falo isso sobre dar aula também… aprendo muito.
    Mas, na verdade, depende da gente estar aberto para isso ou não….

    beijao
    Lele

  4. melissa disse:

    Perfeito Gabi!! Falo sempre essa frase “Fazer do seu jeito” para os meus alunos e eles repetem isso em casa, eu apenas digo para as mães: respeitem o tempo do seu filho, respeitem o jeito do seu filho. Eles precisam ter em confiança em si mesmo e se ficarmos o tempo todo “protegendo” nossos filhotes eles não aprendem a voar!!
    Bjs

  5. Ai, que texto lindo, Gabi!!! Que bela e difícil reflexão. Tão difícil nos darmos conta de que não poderemos livrá-los de todo mal… Tão belo tê-los nos surpreendendo e mostrando que crescem sozinhos. Sim, sem sombra de dúvidas, eles nos ensinam muito mais que nós a eles.

Comente!