19 out 2018

7 Dicas para uma cozinha organizada

Ter uma cozinha organizada contribui muito para o nosso dia a dia, principalmente quando somos mães. Sabemos que a vida com filhos exige mais disciplina e organização para que a rotina flua da melhor maneira possível. Então, hoje vou compartilhar algumas dicas para deixar a cozinha organizada e consequentemente, facilitar a vida.

Dicas para uma cozinha organizada

cozinha organizada

1 – Comece fazendo uma triagem

Manter organizado um armário muito cheio é mais difícil, principalmente se a cozinha for pequena. Então, fique apenas com o que você realmente usa. Separe para doação os itens que você não usa há muito tempo ou que possui em duplicidade. Muitas vezes compramos ou ganhamos coisas novas e não nos desfazemos das antigas, deixando-as ali apenas ocupando espaço.

2 – Separe os utensílios por categorias

Mesmo que você não tenha muito espaço, separar os itens por categorias como copos, pratos, panelas, etc. facilita a manutenção e agiliza na hora de encontrar um determinado item, evitando perder tempo procurando.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

14 set 2018

8 Dicas sobre o uso dos cabides

No mercado é possível encontrar uma infinidade de modelos e materiais para os cabides. A escolha vai depender do espaço disponível e do tipo de roupa a ser pendurada. Veja as dicas a seguir sobre o uso dos cabides e decida qual o modelo mais adequado para você.

Dicas sobre o uso dos cabides

1 – Verifique o espaço disponível no cabideiro

A largura dos cabides influencia diretamente na escolha. Se você tiver pouco espaço, opte pelos modelos mais fininhos, como os de veludo, por exemplo. Esse tipo de cabide também é interessante porque evita que as roupas escorreguem, principalmente as de tecido mais fino. Caso você tenha bastante espaço, pode optar pelos cabides de madeira, que são mais largos, resistentes e duráveis.

2 – Use cabides padronizados

Cabides padronizados deixam as roupas todas na mesma altura e o visual muito mais harmônico. O nosso olhar se direciona para as roupas e não para os cabides, agilizando a escolha das peças. Pendure os cabides com os ganchos voltados para dentro do guarda roupa, facilitando assim, sua retirada. Faça o mesmo com os ganchos das calças e bermudas.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

17 ago 2018

Como organizar as roupas do bebê

por
Gabi Miranda

Colunas, Destaque, Tudo Arrumado

Descobrir a gravidez é uma delícia, e a partir desse momento surgem os planos e preparativos para a chegada do bebê. Mas por onde começar? O ideal é começar a montar o enxoval e organizar as roupas com uma certa antecedência. Assim, pode evitar imprevistos e correria, fazendo tudo com calma e tranquilidade.

Se você tiver espaço no quarto, é interessante ter uma cômoda que pode também ser usada como trocador no dia a dia.

Para facilitar a rotina da mamãe, coloque na primeira gaveta da cômoda itens como fraldas descartáveis, lencinhos umedecidos, algodão, cotonete, pomada, termômetro, etc. É, sobretudo, importante ter esses itens sempre organizados e à mão na hora da troca. Use cestinhas para criar divisórias, agrupando os itens por categoria e evitando que fiquem soltos e misturados na gaveta.

Como organizar as roupas do bebê

organizar roupas do bebê

Na segunda gaveta coloque toalhinhas de boca, fraldas de ombro, cueiros e toalhas de banho, se couberem. Se possível utilize colmeias, elas delimitam o espaço de cada peça e você não bagunça a gaveta ao retirar ou devolver um item.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

10 ago 2018

Paixão pelo trabalho

por
Gabi Miranda

Coach de Vida, Colunas, Destaque

Lembro que em uma das empresas onde trabalhei se falava muito em descobrir a paixão pelo trabalho. A paixão para trabalhar naquilo que realmente gostamos. Que se não estávamos apaixonados pelo que fazíamos não seríamos bons profissionais. Eu ouvia de forma cética porque não sentia essa paixão toda (pelo menos a que eu imaginava que precisava sentir) naquilo que fazia. Apesar de gostar muito do meu dia a dia, aprender constantemente, ter desafios intelectuais e conviver com um time de profissionais excelentes. E também não tinha nenhuma outra paixão escondida que eu estivesse “abafando”, então essa história de paixão me assombrava. Sempre que se falava no assunto eu pensava: pronto, vão descobrir que eu não tenho sou apaixonada pelo meu trabalho!

paixão

O tempo foi passando e me dei conta de que talvez a palavra que eu usaria fosse outra, e não “paixão”. Vocês devem estar pensando: mas qual palavra você usaria? Já vou contar…
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

20 jul 2018

Uma das minhas histórias de vida

por
Gabi Miranda

Coach de Vida, Colunas, Destaque

uma das minhas histórias de vida

Houve momentos na minha vida que senti que as coisas fugiam ao meu controle. E hoje vou contar uma das minhas histórias de vida.

Como executiva mentalmente “formatada” para ter tudo planejado, controlado e dando resultados, me deparei em 2016 com a notícia de que tinha um melanoma (câncer de pele metastático). Absorvi a informação de forma muito equilibrada, segui os passos recomendados pela dermatologista e cirurgião oncológico (meus anjos da guarda!) e agendei a primeira cirurgia para 10 dias após o diagnóstico. Praticidade ao máximo! Se tenho que resolver, vamos lá.

Leia também: equilíbrio na vida

Até o pós-operatório tudo estava sob controle. No entanto, a surpresa veio quando, na biópsia que fizeram dos linfonodos (gânglios) da axila, o resultado foi positivo. Ou seja, o melanoma do braço havia passado para os linfonodos e seria necessário fazer uma nova cirurgia para retirá-los. Nesse momento, senti que “as coisas fugiam ao meu controle”. Mistura de medo, susto, “alguém me ajuda, o que mais pode vir”? Sabe quando falam em vulnerabilidade? Pois é, isso mesmo. Sentimento de “perdi o controle da minha vida”.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

13 jul 2018

Dicas para usar caixas organizadoras

Tem gente que é louca por uma caixa organizadora, e eu me incluo nessa. É possível encontrar uma grande variedade de modelos, cores e materiais, para os mais diversos gostos e utilidades.

Mas não podemos nos empolgar e comprar qualquer caixa aleatoriamente, sem antes ter uma finalidade para ela. Pois corremos o risco de ter mais um item em excesso para contribuir com a bagunça.

A seguir listei algumas dicas para usar as caixas organizadoras:

1 – O primeiro passo de qualquer organização é destralhar

Manter apenas o necessário e o que realmente usamos. Não vamos perder tempo e dinheiro ocupando espaço e organizando tralhas numa caixa.

2 – Defina o que será organizado

O tamanho, o material e o modelo da caixa vão depender do que será colocado dentro dela. Verifique também em qual cômodo essa caixa ficará.

Caixas plásticas podem ser usadas em quase todas as situações. Caixas de tecido e papelão deverão ser evitadas em áreas úmidas como lavanderia e banheiro, pois podem embolorar facilmente.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

06 jul 2018

Leve a criançada para a cozinha nessas férias!

por
Gabi Miranda

Chefe de Papinha, Colunas

chefe de papinha

As férias escolares chegaram e muitas famílias ficam de cabelo em pé pensando no que as crianças vão comer nesta época, especialmente porque o risco de escorregar na tentação das guloseimas é maior.
leve as crianças para a cozinha nessas férias
 
Mas dá para manter a alimentação dos pequenos saudável durante o período de férias sem abrir mão do sabor, e você ainda pode aproveitar para convocá-los a ajudar na cozinha para preparar os lanchinhos. Para isso, escolhi algumas receitas que são super práticas.
 
A primeira receita é a GELATINA CASEIRA. A criançada adora gelatina, mas aquele pó pronto é cheio de corantes, conservantes e NÃO FAZ BEM. Por isso, a melhor opção é preparar a gelatina em casa, no sabor que você quiser.
 
Para fazer a gelatina, você vai precisar de cerca de 400ml de suco natural (ou suco integral, se quiser fazer a de uva) e 1 pacote de gelatina incolor (10g). 
 
Bata a fruta de sua preferência com um pouco de água até chegar na quantidade de 400 ml.

Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

08 jun 2018

Não existe alergia a lactose

por
Gabi Miranda

Chefe de Papinha, Colunas

Você sabe as principais diferenças entre intolerância e alergia alimentar? Muitas pessoas confundem esses dois diagnósticos, achando não haver muita diferença entre eles. A verdade é que os quadros não são iguais! E um tratamento incorreto pode trazer riscos à saúde, especialmente se for uma alergia.

Para início de conversa, NÃO EXISTE ALERGIA À LACTOSE. Você pode ter INTOLERÂNCIA à lactose ou ALERGIA à PROTEÍNA DO LEITE DE VACA.

alergia a lactose

Vamos começar pela definição:

– “ALERGIA ALIMENTAR: reação adversa à proteína alimentar caracterizada por mudanças funcionais nos órgãos-alvo, mediada por um mecanismo imunológico (IgE). Geralmente transitória, de acordo com a maturação do trato digestivo (até 3 anos de idade).”

– “INTOLERÂNCIA ALIMENTAR: refere-se a qualquer resposta anormal a um alimento ou aditivo, sem envolvimento de mecanismos imunes. Normalmente deficiência de enzimas digestivas de açúcares (ex.: deficiência de enzima lactase para digerir a lactose do leite, causando intolerância).”

Um indivíduo que tem intolerância à lactose reage ao AÇÚCAR do leite, uma intolerância que ele pode levar para a vida toda e pode controlar com a ingestão de produtos sem lactose, que geralmente são alimentos que trazem a enzima lactase em sua composição.

Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

25 maio 2018

A felicidade dos Brasileiros

por
Gabi Miranda

Coach de Vida, Colunas

A descoberta da Fórmula da Felicidade Sustentável

Ao longo da minha vida me questionei várias vezes como poderia alcançar a felicidade. E quem não? De forma instintiva, fui desenvolvendo as minhas atividades naquilo que gostava e que me dava prazer ou satisfação intelectual. Trabalhei duro gostando do que fazia, estudei, vivi em outros países, tive uma filha, mudei de emprego, trabalhei duro de novo, me divorciei, mudei de carreira e ainda me pergunto como faço para ser mais feliz.

Esse questionamento me fez entrar no projeto da Felicidade dos Brasileiros, um estudo que a CVA Solutions conduziu com o apoio da TheWill2Grow. Descobrimos várias informações interessantes sobre a nossa população e como as pessoas cultivam a felicidade.

Do total de 5.200 entrevistados em março de 2016, 33% estão insatisfeitos (nota de 1 a 6) com a vida, 41% estão felizes (notas 7 e 8) e 26% estão plenamente felizes (notas 9 e 10). A média da felicidade dos brasileiros é de 7,12, considerando notas de 0 a 10. Pessoas com mais de 55 anos são mais felizes do que jovens de 18 a 24 anos e, mais ainda, do que pessoas entre 35 e 44 anos das quais 34,7% declaram estarem insatisfeitas com a vida. Principal motivo: stress com o trabalho e com a falta de trabalho, renda ou sustento da família, falta de tempo para aproveitar as coisas boas da vida, entre outros fatores.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

18 maio 2018

Como organizar sapatos de forma prática e otimizada

por
Gabi Miranda

Colunas, Tudo Arrumado

A gente adora sapato, né? Mas com os espaços cada vez mais reduzidos hoje em dia, é necessário criatividade e técnica para saber como organizar sapatos de forma funcional e otimizada.

Antes de começar a organizar, faça uma triagem e separe para doação os pares que você não usa mais ou que machucam o pé. Separe também os que precisam de algum tipo de conserto e providencie.

Se possível, escolha um local seco e arejado onde os sapatos possam ficar todos juntos. O ideal é que eles não fiquem amontoados um sobre o outro, pois ficarão deformados. Agrupe-os por tipo: sapatilhas, tênis, botas, saltos, etc. Se a prateleira for profunda, o ideal é colocar um pé na frente do outro, assim você visualiza todos os pares e nenhum fica esquecido no fundo da prateleira.

Como organizar sapatos

 

Se a prateleira não for profunda, podemos colocar os pares lado a lado, mas com um pé virado para frente e outro para trás, ganhando assim espaço para mais um par.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!