05 fev 2019

7 motivos importantes para vacinar seus filhos

por
Gabi Miranda

Filhos, Saúde

O ano letivo começou e é um bom motivo para vacinar as crianças. Você sabia que em alguns estados do país, como Paraná e Espírito Santo, a caderneta de vacinação passou a ser obrigatória para a realização de matrículas em escolas públicas e particulares, como forma de atestar que os estudantes estão em dia com as vacinas recomendadas pelo Ministério da Saúde?

Pois é, a medida tem como objetivo a tentativa de reverter os baixos índices de imunização infantil, mas ainda não há uma regra federal sobre o tema. Em 2017, o país registrou os mais baixos índices de vacinação em mais de 16 anos. É muito triste pensar que algo importante como a vacina precise virar algo obrigatório em lei. As vacinas previnem casos de doenças sérias e independente de frequentar escolar ou não, todos deveríamos vacinar seus filhos. É através da imunização que protegemos nossas crianças de doenças como meningite meningocócica, poliomielite, catapora e pneumonia, que podem até levar a óbito, especialmente crianças pequenas. Além disso, as vacinas reduzem o risco de infecção, estimulando as defesas naturais do corpo, ajudando-o a desenvolver a imunidade à doença.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

01 fev 2019

Como montar uma lancheira saudável na volta às aulas

por
Gabi Miranda

Filhos

Voltaram as aulas, uhuuuuu! E com isso começa também aquela correria diária de montar uma lancheira saudável, separar uniforme, organizar mochila, etc, etc, etc. Confesso que aqui a maior dificuldade é a lancheira! A Stella come de tudo, o Ben nem tanto. E aí sempre caio no mesmo desafio: Como montar uma lancheira saudável para as crianças?

Pois eu tenho algumas dicas para transformar os lanchinhos escolares em opções deliciosas, saudáveis e nutritivas. Leia o post inteiro, porque a melhor dica sempre fica pro final. 😉

Como montar uma lancheira saudável na volta às aulas

como montar uma lancheira saudável

Evite repetições

Sei que é difícil, mas tente variar os alimentos para que a criança não enjoe facilmente. Com a Stella é até mais fácil fazer isso, já com o Benjamin… ela até me cobrou nas férias de não colocar tomate cereja na lancheira dela. Disse que um amiguinho sempre leva e ela adora.

Cuidado com os alimentos que precisam de refrigeração

Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

11 jan 2019

Férias com filhos: Como criar tempo e se divertir com as crianças

Essa semana estava conversando com uma amiga o quanto é difícil a rotina cotidiana de férias com filhos. Uma coisa é você estar de férias com os filhos, porém viajando com eles. Outra bem diferente é estar em casa de férias com filhos. Ela me relatou os últimos acontecimentos e eu confessei que o meu problema era a rotina com eles. Porque enquanto eu estava viajando, estava totalmente relaxada, mas foi em três dias em casa, eu já estava enlouquecendo.

férias com filho

No entanto, era para estar mais enlouquecida se eu não tivesse feito uns combinados com as crianças. Quando voltamos de viagem, combinei que precisaria voltar ao trabalho também. Porém, eu poderia dividir o meu dia. Metade trabalharia e a outra metade faríamos algo juntos. Isso incluiria pelo menos 3 passeios durante a semana e atividades de lazer em casa mesmo. Para o Benjamin isso é mais compreensível e tem sido mais tranquilo. Para Stella não é tanto, mas estamos caminhando.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

10 set 2018

Como ensinar a criança a fazer xixi no banheiro

por
Gabi Miranda

Desenvolvimento, Destaque, Filhos

fazer xixi no banheiro

Estamos vivendo aqui o desafio de ensinar uma criança a fazer xixi no banheiro. Explico! Há um ano desfraldamos a Stella e foi um desfralde muito respeitoso e tranquilo. Ela estava com 2 anos e 2 meses, mas há alguns meses dava indícios de que estava pronta. A escola já havia tentado nos convencer disso, mas eu fui um pouco relutante. confesso. Recebemos dois avisos da escola e só no segundo eu respondi que Stella podia estar preparada, mas eu não. Sim, tem isso também, né? A família toda tem que estar pronta para o desfralde, principalmente a mãe.

Enfim, quando decidimos fazer o desfralde foi tudo rápido e tranquilo. Exceto quando viajávamos porque a Stella saia da sua rotina e preferia sempre fazer em seu penico. Ah, o penico! Nosso aliado na hora do desfralde. Mas chega uma hora que já deu, né? Aqui, porque não temos muito espaço nos banheiros, o penico acaba ficando num cantinho da sala, próximo a porta do banheiro. E isso já tem me incomodado. E lugar de fazer xixi (e coco!) é no banheiro.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

05 set 2018

Como os livros infantis podem ajudar na educação do seu filho

por
Gabi Miranda

Educação, Filhos, Livros, Livros infantis

Além de ser muito prazeroso, o hábito da leitura traz diversos benefícios para adultos e crianças, tais como: aumento do vocabulário e do repertório cultural, fortalecimento dos vínculos familiares e estímulo da empatia e do senso crítico. Mas, além disso, a literatura também é uma ótima aliada de pais e educadores(as) na educação dos pequenos. Com toda a sua ludicidade e linguagem leve e acessível, os livros infantis são ideais para auxiliar na rotina das crianças – alimentação, higiene e desfralde – e para tratar temas difíceis – como medo, bullying, perdas, separação e saudade.

Pensando nisso, o Blog Leiturinha listou 7 livros infantis que abordam questões como essas, mostrando que, além de ser fundamental para o desenvolvimento infantil e para a vida, a literatura também pode ser um ótimo apoio na educação dos pequenos. Confira!

7 Formas como os livros infantis podem ajudar na educação do seu filho

1. Conversando sobre bullying

O bullying é caracterizado por qualquer ato de violência, seja física, psicológica ou emocional, direcionada, repetidamente, a alguém, podendo gerar consequências na formação da personalidade do indivíduo. Confira, então, um livro para conversar com seu filho sobre o tema:

Morcego Bobo
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

31 ago 2018

Segurar o xixi faz mal à saúde?

por
Gabi Miranda

Comportamento, Destaque, Filhos, Saúde

segurar o xixi

Por aqui vivemos o desafio de fazer o Benjamin não segurar o xixi. É incrível (e assustador) o tempo que ele consegue segurar o xixi. Se ele acordar às 06:30 e não fizer xixi, ele consegue segurar até meio-dia. E se a gente não lembrá-lo, ele segue segurando. Isso porque criança vive uma correria e tanto no dia a dia, né? É uma necessidade de não parar de brincar, que as necessidades fisiológicas vão sendo adiadas.

Toda vez que vamos à pediatra, eu relato isso para ela que, imediatamente, dá uma chamada no Benjamin e fala da importância dele não segurar o xixi porque pode fazer mal à saúde. Dia desses, recebi um release, no qual o urologista Fernando Almeida, garante que essa preocupação não passa de mito. E que não há evidências que associem o ato de segurar o xixi ao desenvolvimento de doenças.

E que doenças poderiam ser provocadas ao segurar o xixi?

Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

24 ago 2018

Sarampo: a importância da vacinação

por
Gabi Miranda

Destaque, Filhos, Saúde

sarampo

Dia desses estava produzindo um conteúdo para um cliente sobre sarampo e a importância da vacinação. Pasmem, durante a pesquisa, descobri que exite um grupo de pessoas que não dão vacina nos filhos porque acreditam que vacina causa autismo. Sério, fiquei espantada. Resumidamente, teve até estudos para comprovar o contrário. E parece que comprovou, mas a informação não chega na sociedade.

Juro que fico espantada com essas coisas. Assim como me assusta quando os pais enviam para a escola os filhos doentes. Mesmo sabendo o que o filho tem (e mesmo que seja uma gripe inofensiva), não me parece correto enviá-lo para a escola. Enviar uma criança doente para o convívio coletivo é conviver com a hipótese de que ela poderá transmitir alguma doença para os coleguinhas e professores. O mesmo ocorre com a vacina. Não vacinar uma criança é deixá-la correr o risco de pegar uma doença e ainda transmitir para os outros. É pensar em si e ao mesmo tempo, no próximo, no bem coletivo.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

23 ago 2018

Por que presenteamos as meninas com brinquedos de casinha?

brinquedo de casinha

É verdade! Eu não gosto que minha filha ganhe brinquedos de casinha. E outro dia, no aniversário dela, que disparate! Peguei-me comprando um microondas de brinquedo. O treco me cativou porque a parte interna girava, acendia luz e ainda apitava. Jura, parecia muito com um de verdade e ainda custava 19,90. Minha filha ama brinquedos de casinha. Ela ama brincar de fazer comidinha. Por isso, me vi ali seduzida por algo que ela vibraria ao receber. Todo o meu discurso jorrado na minha testa.

Marido, vendo a minha situação, me incentivou: você está ensinando a praticidade da vida da mulher moderna. Ahã! Comprei e está comprado. E não foi só ela quem adorou. O irmão também gostou. Às vezes me esqueço desse detalhe. Ele também brinca coisas as coisas dela. E uma das coisas que adoro é vê-lo brincando de boneca com ela.

Pensando nisso, chego naquela teoria de que as crianças precisam vivenciar diferentes papéis e isso só é possível através das brincadeiras. É brincando que as crianças fazem descobertas. E imitar a vida através das brincadeiras é fundamental para seu desenvolvimento, porque é uma oportunidade da criança se descobrir em vários sentidos. Brincar cria condições físicas para o corpo, coordenação motora, desenvolve o emocional, amplifica os horizontes, traz regras de convivência. Brincar é um grande convite para o mundo.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

15 ago 2018

Alienação parental: 5 coisas que você precisa saber

por
Gabi Miranda

Comportamento, Destaque, Filhos

Você sabe o que é alienação parental? Esse é um assunto muito discutido nos últimos dois anos. Isso porque aumentaram e muito as ações que envolvem alienação parental. Os casos vão de desqualificar o outro genitor constantemente, dificultar a convivência, até falsas denúncia de abuso sexual, o que inclui implantação de falsa memória na criança. Sinceramente, acho isso muito triste. E acredito que aconteça por falta de maturidade dos pais. Só isso justifica. Afinal, é algo que prejudica muito mais a criança do que os adultos.

Para esclarecer esse assunto cheio de complexidade, a especialista em Direito da Família, Gardennia Mauri Bonatto, elencou 5 coisas que esclarecem as dúvidas mais comuns sobre alienação parental. Nesse post, está detalhado o problema na prática.

Segundo a advogada especializada em Direito da Família, Gardennia Mauri Bonatto, há pais que falam para os filhos devolverem presentes que venham do outro genitor, que apresentam novo cônjuge aos filhos como sendo nova mãe ou novo pai, que desqualificam o outro constantemente e, em situações ainda mais graves, há aqueles que envolvem até falsa denúncia de abuso sexual.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

14 ago 2018

Criança não namora

criança não namora

Já faz algum tempo que recebi essas fotos da campanha “Criança não namora“. Na época, salvei as imagens justamente para fazer um post aqui para o blog. Porque sempre pensei nessa coisa dos adultos intitular algum amiguinho como namorado. Isso sempre me incomodou quando eu era mãe só do Benjamin. Sempre tinha alguém perguntando se ele tinha namoradinha. Com a chegada da Stella, o foco mudou. E sempre achei ridícula e de mal gosto aquela piadinha “agora você é fornecedor”.

Criança não tem namorado. A relação que existe entre crianças é de amizade. E porque não falamos disso com elas? Não explicamos o quanto é valiosa e importante a amizade. Insistir nesse negócio de namoro na infância é incentivar que elas virem adultas antes do tempo. E já basta a indústria fazer isso o tempo todo. São brinquedos, roupas, assessórios e até cosméticos investindo na adultização infantil.

Leia também: o poder do discurso materno

Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!