17 ago 2015

12 Orientações para os primeiros dias do bebê

por
Gabi Miranda

Bebê, Filhos

Os primeiros dias do bebê são difíceis, mas com orientações de profissionais tudo pode ser mais tranquilo

primeiros dias do bebê

Eu não lembro de ter recebido tais orientações quando Benjamin nasceu e acredito que esclareceria algumas dúvidas como o motivo do bebê espirrar e ter tantos soluços nos primeiros dias de vida – o que é normal e uma mãe de primeira viagem nem sempre sabe. Dessa vez, na maternidade Pró-Matre, recebemos uma lista com orientações para os primeiros dias do bebê, elaboradas pela equipe de neonatologia. Dicas que podem contribuir para a vida das mamães iniciantes e agora compartilho com vocês:

1. O seu leite é o melhor alimento para o bebê;

2. Nos primeiros dias só ha a produção de colostro – muito rico e importante para o bebê. A quantidade é pequna mas suficiente para os 2 ou 3 primeiros dias de vida. A chegada do leite (apojadura) será 48 a 72 horas após o parto;
Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

07 ago 2015

Vamos falar sinceramente sobre amamentação?

por
Gabi Miranda

Bebê, Filhos

AMAMENTAÇÃO

Imagem do Google

Durante os dias 01 a 07 de agosto, comemora-se a Semana Mundial do Aleitamento Materno. Quem nos acompanha nas redes sociais, viu que apesar de estar na minha primeira semana com RN em casa, tentei compartilhar algumas mensagens a respeito da amamentação. Para finalizar minha contribuição, gostaria de dar meu depoimento sobre o assunto.

Que amamentar é um ato de amor e aumenta o vínculo entre mãe e bebê, contribui para o desenvolvimento emocional, cognitivo e sistema nervoso, todos nós já sabemos. Os benefícios são inúmeros para a saúde do bebê e isso é muito bem divulgado, Porém, fala-se pouco das dificuldades que algumas mulheres podem encontrar no início da amamentação. Apesar de ser algo natural, a amamentação nem sempre é simples. Os primeiros dias da amamentação podem ser bem difíceis para algumas mulheres, como pode ser tranquilo para outras.

Fala-se menos ainda do quanto a gente dorme pouco e o cansaço nos consome, e, para amamentar é primordial que a mãe descanse, se alimente bem e consuma bastante líquido para que seu corpo possa produzir leite. Amamentar é prazeroso, mas antes de se tornar uma experiência incrível (como de fato é!), pode ser um desafio.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

23 jul 2015

Dica de como limpar a banheira do bebê

banheira do bebê

Imagem do Google

Em algum momento já disse que vamos utilizar a mesma banheira que foi do Benjamin. Depois que Ben parou de usar, repassei para uma prima e agora ela voltou para nós novamente. Já faz alguns meses que minha prima trouxe de volta e a banheira estava estacionada num canto aqui de casa. E a gente pensa em tanta coisa: lista disso, daquilo, o que não pode faltar na bolsa e esquecemos que algumas coisas precisam de cuidados especiais, como por exemplo, higienizar alguns lugares que o bebê terá contato, para evitar germes e bactérias.  A banheira é uma delas.

Recentemente, recebi uma dica valiosa de como limpar a banheira do bebê e acabou servindo para limpar também o balde (conhecido também como ofurô) e até a mangueirinha do inalador que temos em casa e estava com um acumulo de sujeira. A dica é da marca Vim Cloro Gel, da Unilever, (reforçada pela Fabi, do Conversa de Mãe) um produto que também pode ser utilizado para limpeza de pisos, azulejos, ralo do box do chuveiro. Tome nota:
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

22 jul 2015

Planejando o pós-parto

por
Gabi Miranda

Bebê, Filhos, Gravidez, Maternidade

Pós-parto precisa de planejamento

pos-parto

Passei a gestação inteira pensando no que precisava deixar organizado para o pós-parto e em como seria quando estivesse com o bebê em casa. Coisas como ter alguém para ajudar, fazer comida, cuidar da casa. Quando Benjamin nasceu tínhamos a minha mãe que além de ajudar com tudo isso, ajudava com Benjamin e me fazia companhia. Essa gravidez passou num piscar de olhos e essa questão ficou só no pensamento mesmo, não consegui decidir e planejar nada para o pós-parto. Quem já teve o primeiro filho sabe que não é fácil os primeiros dias com um bebê em casa. Imagino que com o segundo não deve ser diferente e todos deverão passar por uma grande adaptação, afinal a família já está acostumada com uma rotina – e essa será totalmente modificada.

Pensa num lar com uma mãe, um pai, um filho e um cachorro. Agora pensa nesse mesmo lar, com todas essas pessoas mais um bebê recém-nascido. Prevejo uma rotina meio caótica nas primeiras semanas. Um RN tem a atenção da mãe toda voltada para ele e a gente até tem a ilusão de que faremos várias coisas na licença maternidade e será mais fácil por ser o segundo, mas não tenho tanta fé nisso não! As necessidades de um RN são bem maiores do que imaginamos.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

14 jul 2015

Mala maternidade do bebê, dicas do que levar

por
Gabi Miranda

Bebê, Filhos, Gravidez, Maternidade

Acho que essa é uma das partes mais gostosas dessa época de deixar tudo preparado para a maternidade: arrumar a mala maternidade do bebê

mala maternidade do bebê

Imagem Google

Aquele cheirinho de roupinha lavada. Aquelas roupinhas minúsculas e você na dúvida se o bebê vai caber mesmo ali dentro…hum, que delícia! É primordial lavar com sabão de coco (líquido) todas as roupinhas com antecedência. Aqui contei com a ajuda da minha amiga-irmã Dani, mãe-de-dois, que lavou tudinho pra mim. É aconselhável que a bolsa seja montada na 36º semana. Por aqui montei com 37.

Na mala de maternidade do Benjamin, lembro de ter colocado tudo em saquinhos, com etiquetas informando a ordem que eu gostaria que fossem usadas no bebê (Ex: primeiro dia, segundo dia). Dessa vez, organizei direto na mala sem datar as roupinhas, pois vou querer sentir na hora a roupinha que vou querer colocar e também para deixar marido a vontade de escolher caso eu não esteja perto, de repente tomando banho. Fica a critério de cada um como fazer. As enfermeiras tem livre acesso à mala do bebê porque são elas que acabam dando banho e trocando na maternidade. Separei apenas em saquinho a roupa da saída maternidade.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

17 mar 2015

Eu não quero ser grande, mãe! (sobre a transição da mamadeira)

transição da mamadeira

Estamos adiando há um tempo a transição da mamadeira do Ben. Ano passado até fizemos algumas tentativas, mas nada com propósito firme, até por sugestão da pediatra dele – que acha que já passou do tempo, mas acreditava que não era a hora por conta da perda da avó. Então, adiamos.

Sábado desses (28/02), não lembro como, na mesa do restaurante, entramos no assunto de Páscoa e Benjamin falou que o coelho é quem traz o ovo e queria pedir um. Perguntei qual era o ovo que ele queria e aí lancei que o coelhinho da Páscoa traz o ovo mas leva uma coisa em troca.

– O quê ele leva?, perguntou o Benjamin.
– Ele leva a mamadeira da criança e deixa o ovo de Páscoa no lugar.
– Por quê?
– Porque ele tem que entregar um presente para todas as crianças desde bebê. Mas bebê não come chocolate, toma leite. Então ele leva a mamadeira para um bebê que precisa e deixa um ovo de Páscoa para a criança que quer trocar.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

3

comente!

23 fev 2015

Qual é o sexo do bebê?

por
Gabi Miranda

Bebê, Filhos, Gravidez, Maternidade

“Saber de antemão o sexo do filho é como espiar Deus pelo buraco da fechadura”

Impressionante mas a pergunta que grávida mais ouve é “qual é o sexo do bebê?”, posteriormente a resposta vem “mas você quer o quê?”, em seguida “mas você sente alguma coisa, tem pressentimento se é menino ou menina?”.

sexo do bebê

No texto “A cor do destino”, do livro “Coração de pai – Histórias sobre a arte de criar filhos”, o autor José Ruy Gandra conta que não soube o sexo de nenhum de seus dois filhos. Pedi permissão a ele para postar trechos que explicam seu motivo:

“…É algo como espiar Deus pelo buraquinho da fechadura. Ou abrir um presente antes da hora. Um gesto que priva pais e mães da mais comovente surpresa que toda gravidez reserva. Saber, num único e mágico instante, se seu filho é um menino ou uma menina – e qual, afinal, é a carinha desse sonho que, por nove longos meses, você acalentou em duas versões.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

2

comente!

10 fev 2015

Vou ganhar um irmãozinho

por
Gabi Miranda

Bebê, Comportamento, Filhos

Uma pergunta constante e que me deixa feliz – sinal de que se preocupam com o primogênito – é a seguinte: “como Benjamin está reagindo, gostou de saber que vai ganhar um irmãozinho (a)?”. Respondo que foi ele o portador da notícia. Duas semanas antes de confirmamos a gravidez, Benjamin foi até meu quarto onde me encontrou deitada e afirmou “mamãe, tem um neném aqui na sua barriga”.

Nos dias que se passaram, essa afirmação foi virando algo constante. Ele falava até publicamente, o que me deixava um pouco sem graça (devo estar acima do peso, né?!). Numa visita ao meu ginecologista para levar exames de rotina que havia realizado, Benjamin que me aguardava na sala de espera com o pai, ao me ver sair da sala do Dr., perguntou ao médico “cadê meu irmãozinho?”. Todos rimos e o doctor respondeu “é cara, eu também estou achando que já está aí na barriga da sua mãe”.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

2

comente!

19 nov 2014

Hidratação: qual a quantidade de água que devemos beber durante o dia?

por
Gabi Miranda

Bebê, Filhos, Saúde

É importante diariamente nos hidratarmos, mas com a chegada do verão precisamos nos policiar ainda mais. Eu tenho o defeito de não beber muita água. O momento da minha vida que mais ingeri água foi na gestação e no pós-parto. Há alguns meses, passei a ter pelo menos três garrafinhas de água ao meu alcance, na minha mesa de trabalho, e me esforço para tomar todas elas durante o dia, estando com sede ou não, e, ainda não acho suficiente.

Quase ninguém dá a devida importância – eu não dava, mas a falta de água pode provocar problemas de saúde. Nosso corpo é formado por cerca de 70% de água e todo nosso organismo precisa dela: rins, circulação do sangue, pele, respiração… o suor é composto de água, sódio, potássio e pequenas quantidades de cálcio e ferro. Se não bebemos água durante algum exercício físico, podemos ter algum sintoma de fadiga. A falta de água em nosso corpo pode ocasionar dor de cabeça, tontura, cansaço, indisposição, e, até pedras nos rins.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

01 ago 2014

O melhor cheiro do mundo

por
Gabi Miranda

Bebê, Filhos

Só descobrimos o melhor cheiro do mundo quando nos tornamos mães. O melhor cheiro do mundo é de filho. Cheirinho de bebê. Cheirinho da baba. Até o cheirinho de chulé. Filho tem cheiro embriagante. Se pudéssemos preservar esse cheiro, eu colocaria num vidrinho.

Esse texto abaixo, de um livro da Danuza Leão, define bem sobre o melhor cheiro do mundo.

“…Mas existe um cheiro que só as mulheres conhecem. É o que elas sentem quando estão enxugando seus bebês depois do banho. É preciso que não haja uma só pessoa por perto num raio de 200 metros para não haver interferência de qualquer ordem. Sem nenhuma presença estranha – nem mesmo a do pai -, mãe e filho vão poder dizer bobagens e rir de coisas que eles vão entender. Depois do talco a mãe vai botar o nariz no pescoço de sua cria e cheirar com todos os seus cinco sentidos. No princípio, timidamente, mas cada vez mais forte, até quase arrebentar os pulmões de tanto amor. Na hora a gente não sabe, mas um dia vai saber: não existe nada igual a esse cheiro nem a esse momento, e nunca vai haver um melhor. Porque esse é o cheiro da vida.” (Os cheiros, do livro Danuza Leão e sua visão do mundo sem juízo)
Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!