25 jul 2018

Rotina do sono das crianças na volta às aulas

por
Gabi Miranda

Destaque, Filhos, Sono

sono das crianças

Não sei vocês, mas aqui acho difícil retomar a rotina do sono das crianças. Aliás, sei da importância de manter a rotina dos pequenos inclusive nas férias. E não sei como tudo foge do controle.

Estou cansada de saber que ter uma rotina do sono é um dos principais fatores que colaboram com a saúde, o crescimento e desenvolvimento das crianças. E depois do episódio que tivemos no primeiro semestre com o Benjamin, devia ter aprendido a lição. Contei AQUI que fomos chamados na escola porque Benjamin estava sofrendo de falta de atenção.

Mas com o período de férias não consigo manter os horários regrados, especialmente porque o Benjamin adora ver um “filminho” e os melhores passam à noite. Eu acabo afrouxando e deixando ele ver TV até mais tarde. Afinal, se não viajamos, para que servem as férias?

Leia também: como regular a rotina de sono com a volta às aulas

Há uma semana para retomar as atividades escolares, resta-nos estabelecer a ordem novamente. E depois ter paciência com o período de adaptação das crianças. Porque com certeza, na hora de acordar cedão para ir à escola, estarão com sono e vão ficar irritadas. Sobra para nós, pais, administrar a situação. A verdade é que quanto mais estável a rotina de sono for mantida, mais fácil será a readaptação no período de volta às aulas. Por isso, o ideal é que o horário de sono seja igual todos os dias, com variação máxima de uma hora. E isso vale para os finais de semana. Quando a criança dorme bem, ela tem mais disposição e bom humor para aproveitar o dia, seja na escola ou em casa.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

12 jul 2018

Coisas que você dizia antes da maternidade

por
Gabi Miranda

Comportamento, Filhos, Maternidade

dizia antes da maternidade

Conta pra mim, coisas que você dizia antes da maternidade e acabou fazendo com a chegada dos filhos?

Falamos que não vamos dar chupeta, muito menos oferecer doce antes dos dois anos. Jamais ficaremos descabeladas ou sem fazer as unhas  após o parto. Criança que faz manha, faz por culpa dos pais. Meu filho, vai comer de tudo! Filho meu nunca vai dormir sem banho e sem escovar os dentes. Perder a paciência e gritar com meus filhos? Jamais!

Porém, a verdade é uma só! A antes de ter filhos julgamos o que é certo ou errado, do nosso ponto de vista. No entanto, quando a maternidade bate na porta, ela dá um soco na nossa cara, joga um balde de cuspe em nossa cabeça. E assim, como diz o ditado: pagamos a língua. Nesse vídeo, eu e a Mari, compartilhamos algumas coisas que a gente dizia que nunca faria na maternidade e acabamos fazendo. Até tem um item ou outro que mantivemos a palavra… mas são tão poucos.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

28 jun 2018

Como achar o dentista ideal – Minha experiência

por
Gabi Miranda

Saúde

Alguns serviços precisam ser de extrema confiança. Eu, por exemplo, passo há anos no mesmo ginecologista. Troquei quando o primeiro deixou de me passar confiança. Assim acontece com dentista. Já usei aparelho, já fiz uma mini cirurgia para tirar os dois caninos que estavam no céu da boca. Tudo com o mesmo dentista.

Até que me mudei de bairro, anos se passaram e quando fui fazer um checkup com um dentista desconhecido, só tive problema. Não é uma tarefa fácil encontrar um excelente dentista, mas também não é impossível. E nessa nova busca encontrei a Dra. Helena, do consultório Da Mata Odontologia.

Confesso que sou meio chata para dentista. A verdade é que morro de medo! Portanto, um bom dentista pra mim, precisa atender alguns requisitos, como: ter muita paciência, saber ouvir e se mostrar disponível. Claro, também precisa ter especialização – mas em Odontologia existem diversas especialidades e aí precisamos buscar o profissional que trabalha exclusivamente com a área em que buscamos.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

19 jun 2018

Inverno: cuidados com bebês e crianças

por
Gabi Miranda

Bebê, Destaque, Filhos, Saúde

O inverno chegou e com ele aumenta o atendimento nos pronto-atendimentos infantis. Isso porque nessa época do ano é comum  aparecer as doenças respiratórias e infecciosas em bebês e crianças. E por que isso ocorre? Por conta da baixa imunidade das crianças. Elas ficam mais vulneráveis ao contato com vírus e bactérias que se proliferam nos ambientes fechados e com maior pessoas contaminadas.

Resolvi falar sobre o assunto, pois tenho percebido que Stella tem andado direto com o nariz escorrendo. Além de uma tossinha chata que vem e volta. Além de ppesquisar o assunto, recebi informações do pediatra Dr. Sylvio Renan Monteiro de Barros, que valem a pena serem compartilhadas. Segundo Dr Syvio, apesar da maioria dos casos serem de gripes e resfriados comuns, é importante alertar para o correto diagnóstico e tratamento em tempo para estes casos. Quando os sintomas aparecem e não são cuidados, podem evoluir com riscos mais sérios para as crianças.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

01 jun 2018

Candytree: produtos indispensáveis para compor enxoval

por
Gabi Miranda

Bebê, Destaque, Filhos

Candytree – possui produtos cheios de estilo e que levam praticidade e o conforto do lar para qualquer lugar

Quem me conhece sabe que eu teria 7 filhos, igual a minha avó paterna. Mas a vida é trem bala, parceiro!, então eu me contentaria só com mais um filho. Bastaria convencer o marido. Gostaria muito de viver novamente a experiência da gravidez e de acompanhar o desenvolvimento de 0 a 2 anos por inteiro, de corpo e alma. Acredito até que o momento de empreender tem a ver com isso também. Mas por que estou dizendo tudo isso?!

Porque toda vez que vejo os produtos da Mel, criadora da loja Candytree, esse desejo lateja. Fico com vontade de ter tudo o que ela oferece: bolsas, lancheiras, capas protetoras para bebê conforto, carrinho, cadeirinha do carro e mais um monte de coisas. E não é apenas porque os produtos dela são modernos, cheios de estilo e são pensados para trazer mais praticidade para quando estamos longe de casa com as crianças. Tem algo mais importante: conscientização.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

30 maio 2018

Lição de casa: qual a importância mesmo?

por
Gabi Miranda

Comportamento, Destaque, Educação, Filhos

Estamos finalizando o primeiro semestre do segundo ano do fundamental e confesso que o começo foi bem conflituoso por aqui. Primeiro não compreendia o motivo de ter tanta lição de casa todos os dias. Sinceramente, sou a favor da criança ser livre para brincar. Uma criança precisa de tempo para essa atividade tão importante na vida dela: BRINCAR! Mas sei também que precisa aprender a lidar com suas responsabilidades. Segundo, tivemos alguns pequenos problemas em relação a falta de qualidade de sono que andou atrapalhando um pouco a aprendizagem escolar do menino. Terceiro, por mais que eu seja contra lição de casa, eu não posso instigar isso. É meu papel incentivar e demonstrar a importância da lição de casa.

Quem participa efetivamente da lição de casa é o marido. Sou coadjuvante nesse departamento. Confesso, não tenho paciência. Paciência é o ingrediente fundamental para ajudar a criança nesse momento. (quando paciência não é exigida na maternidade mesmo?!)
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

28 maio 2018

O poder do abraço e seus benefícios

O poder do abraço: já diz a música do Jota Quest, o melhor lugar do mundo, é dentro dentro de um abraço….

o poder do abraço

Abraço é o melhor remédio. A melhor terapia. A melhor forma de curar uma dor ou demonstrar afeto. Abraço é cura para doenças da alma. Taí um método que deveria virar hábito em todos os lares: abraço todo dia. Porque o poder do abraço é sem limites. Ter dois corações batendo um contra outro traz inúmeros benefícios, assim como o sorriso:

  1. estabelece relação de confiança
  2. contribui para auto estima
  3. reduz a irritação
  4. relaxa os músculos
  5. fortalece o sistema imunológico
  6. equilibra o sistema nervoso
  7. nos traz para o momento presente
  8. rejuvenesce o corpo
  9. reduz pressão arterial
  10. melhora o humor
  11. enfim, contribui para o nosso bem estar e traz felicidade!

Você experimentou o poder do abraço em alguém hoje?

Não vale abraço falso, tem que ser dado de corpo e alma, sincero. Não precisamos abraçar só quem a gente ama ou conhece, pode ser até um desconhecido. Embora, eu acredito também na energia transmitida nesse ato. Por exemplo, abraçar uma pessoa com uma energia não tão favorável, pode ter um efeito contrário. Nossa energia pode ser roubada. Há pesquisas que confirmam: quando não gostamos de determinada pessoa, ao abraçá-la, nosso corpo libera o hormônio do estresse, o cortisol. E um abraço dado com amor e honestidade, nem que seja por breves segundos, tem o poder de diminuir os níveis desse hormônio. Ou seja, contribui para diminuir o estresse.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

16 maio 2018

Graduação em pedagogia – conheça 5 fatos sobre um dos cursos mais tradicionais do ensino superior

por
Gabi Miranda

Destaque, Educação

Escolher uma graduação costuma ser sinônimo de escolher uma carreira para seguir durante boa parte da vida. Ainda que seja possível mudar de curso sem muitas dificuldades, fazer uma primeira escolha assertiva permite que você se insira rapidamente no mercado de trabalho. E também construa uma carreira ainda nos primeiros anos de profissão.

Na hora de tomar uma decisão tão importante quanto essa é importante conhecer os principais aspectos dos cursos desejados para ponderar as opções. Tem interesse na Graduação em Pedagogia e quer conhecer todos os detalhes do curso? Continue lendo!

Graduação em pedagogia

1. É um curso super tradicional

Durante a história, é possível identificar uma série de cursos cuja procura e importância foi condicionada por algum evento histórico ou social. Então, fazendo com que deixassem de ser buscados com o passar dos anos.

O curso de pedagogia, por sua vez, é um dos mais tradicionais da história. Pois ele que institucionaliza o ensino de matérias elementares para a formação humana ainda na educação infantil.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

14 maio 2018

Os vilões do sono

por
Gabi Miranda

Destaque, Filhos, Sono

A hora do seu filho ir para a cama é um desafio na sua casa? Acredite, o sono é a maior dificuldade das famílias com crianças pequenas. Alguns fatores que prejudicam o sono podem atrapalhar ainda mais esse momento. Entenda quais são os vilões do sono.

vilões do sono

Vilões do sono

Rotina

Acredite, a falta de rotina diária e noturna, prejudica o sono das crianças. Os motivos de uma família não ter rotina são inúmeros. Pode ser porque os pais trabalham fora o dia todo e os cuidadores tem dificuldade de impor limites. Ou inexperiência dos pais para estabelecer horários – é muito difícil seguir à risca os horários. Ou porque os pais chegam tarde do trabalho e quando chegam querem dar atenção total aos filhos. Os motivos são inúmeros. Mas é muito importante estabelecer e organizar a rotina para que a criança tenha horários para tudo, inclusive jantar, tomar banho e fazer atividades relaxantes. O ideal é uma criança ir dormir às 20:00, pois é o horário que a melatonina sobe e fica mais fácil para a criança relaxar e pegar no sono. Mas sabemos que nem todo mundo tem essa possibilidade. Então, como definir o horário que a criança precisa ir dormir? Depende muito da hora que ela precisa acordar no dia seguinte e quanto tempo de sono terá somado ao longo do dia.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

03 maio 2018

Não se desespere se o seu filho não come

– João, está na mesa, pode vir almoçar.
– Não quero comer.
– Mas tem que comer, daqui a pouco é hora de ir para a escola.
– Mas eu não quero.
– Não tem não quero. É hora de comer.
– Eu não querooooooooooooooooo.
(…)
– Ana, você nem encostou na comida.
– Ana, para de brincar com a comida e coloca na boca.
– Ana, se você não começar a comer agora, vai ficar de castigo.
– Ana, JÁ MANDEI PARAR DE ENROLAR E COMEÇAR A COMER.
(…)
– Mãe, eu só quero o macarrão sem molho.
– Mas tem que comer tudo, Pedro.
– Eu só quero o macarrão.
– Come um pouco da cenoura, você vai gostar.
– Eu só quero o macarrão.
– E o brócolis? Você nem encostou nele.
– Eu só quero o macarrão, já falei.
– Ai, tá bom, come só o macarrão, então.

Atire a primeira pedra quem nunca viu alguma das cenas acima idênticas ou bem parecidas.

Chega a hora da refeição e mais parece o momento de tortura do dia. A criança irritada, a mãe e o pai cansados e também irritados, a criança parece provocar mais ainda, pai e mãe acabam brigando entre si. E nada do filho comer. Acontece com você também, quando seu filho não come?

Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

Página 2 de 23123456...Última