07 out 2014

Como manter segura a carteira de vacinação do seu filho

por
Gabi Miranda

Comportamento, Filhos, Saúde

Minha mãe mudou muito de casa quando eu era pequena e sabemos que toda mudança envolve deixar algo para trás. Ou no sentido figurativo, de deixar para trás o que não faz bem para a nossa vida. Ou no sentido de perder mesmo algo. Minha mãe deve ter perdido muitas coisas. Entre elas, minha carteira de vacinação.

Já na vida adulta, toda vez que eu ia tomar vacina, me deparava com a seguinte reação das pessoas do posto: “nossa, mas você não tomou quase nenhuma vacina!!!”. Depois que me tornei mãe, fiz a leitura dessa reação. “Nossa, mas como sua mãe é irresponsável, não te levou para tomar quase nenhuma vacina”. Em resposta eu dava aquele olhar de quem queria dizer “se eu não tivesse tomado, não estaria aqui na sua frente agora”.

E só depois que me tornei mãe, juntamente a esses episódios, passei a dar a devida importância à carteira de vacinação. Primeiro, antigamente, os postos de saúde não faziam histórico de vacina do indivíduo. Atualmente, é possível encontrar postos que fazem esse tipo de registro. No entanto só das vacinas que seu filho tomou naquele mesmo local. Ou seja, todas as vacinas que a criança tomar naquele determinado local, ficarão registradas num computador. As vacinas que não foram tomadas no mesmo local, não ficam disponíveis. Por isso, a importância das vacinas ficarem registradas na carteira de vacinação.

Quem não lembra do Zé Gotinha?

Quem não lembra do Zé Gotinha?

Mas a carteira de vacinação, assim como qualquer outro documento, você pode, por ventura, perder. Não, e você não será irresponsável porque perdeu a carteira de vacinação do seu filho. Até porque você pode perder por vários motivos. Um deles porque estava carregando o documento na bolsa, caminhando na rua e de repente ser assaltada. Sendo mais trágica ainda, a casa pode pegar fogo com esse e vários outros documentos dentro. A boa notícia, é que se levar seu filho para ser vacinado sempre no mesmo local, tem a chance de recuperar as informações, como uma espécie de segunda via. Mas se a cada período você leva seu filho aonde a circunstância permite, fica quase impraticável juntar todas as informações num só local.

Pensando nisso e somado à tecnologia que hoje temos acesso, uma sugestão para não perder documentos importantes, principalmente a carteira de vacinação é, digitalizar!

Digitalizar

A ideia desse post surgiu para indicar a digitalização da carteira de vacinação. Mas podemos digitalizar tudo e cito outros três bons exemplos: exames dos filhos, receituários de remédios e vitaminas (quem aí não guarda um monte desde quando o filho nasceu? Eu guardo!) e exames da época a gravidez.

Concentrar tudo numa pasta do computador/pen drive/HD externo, além de não deixar tudo espalhado pela da casa, você mantém o hábito de organizar melhor os documentos e diminui a chance de perdê-los. 😉

compartilhe!

0

comente!

0 resposta para “Como manter segura a carteira de vacinação do seu filho”

  1. […] Leia também: como manter segura a carteira de vacinação do seu filho […]

  2. […] Leia também: Como manter segura a carteira de vacinação do seu filho […]

Comente!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.