21 maio 2014

Da série: diálogos com Benjamin

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Orgulho do papai sqn (jogando bola com o pai)

– Gooool (diz o Benjamin)
– Do SP , Ben!!!
– Não, eu sou Corinthians!

*

Brincando com a mamãe

– Que cabelo bagunçado (falo bagunçando o cabelo do Ben)

Ele vira pra mim e diz:
– descabelaaaada você!

*

Chegando em casa, vimos que Capitu fez cocô e xixi no lugar errado. Benjamin fica na altura dela, pega no queixo dela e diz:

– você não está de parabéns!

*

Comendo guloseimas

– Eu comi amendoim!
– E onde estava esse amendoim? (pergunto querendo saber de onde veio o tal amendoim)
– Na minha barriga!
– Aonde estava antes de ir pra sua barriga?
– Na minha boca ué!

*

Será que ele vai ser desses homens que repara e comenta?

– Você trocou de vermelho? (ele pergunta segurando minha mão e olhando minhas unhas)
– Troquei, você gostou desse?
– Gostei, mas quero amarelo da outra vez!

*

Fazendo necessidades fisiológicas

– Papaaaai, terminei de fazer cocô!
– Papai está indo.
– Não fiz cocô, fiz um cocozãooooo…!

*

Duas moças passam e falam com Benjamin:

– Oi Bebê lindo!
Ele não responde e fica olhando com um risinho de canto de boca. Elas passam e ele fala pra mim:
– Eu não sou bebê, né mamãe? Sou quiança lindo!

*

Hora do banho

– Benjamin, agora a mamãe vai tomar banho.
– Não, mamãe, você não precisa tomar banho, você é cherosa

*

– Benjamin, está na hora de você tomar banho.
Ele cheira o braço e responde:
– Não, eu tou cheroso

Questionando sentimentos

– Se você não colocar a roupa agora a mamãe…
– …Vai ficar triste ou brava?

Saindo da escola ele revela:

– Hoje eu tirei foto!
(será que é para o presente de dia das mães?!)

*

– Mamãe, olha quebrou meu brinquedo.
– A mamãe disse pra você não trazer esse brinquedo porque podia quebrar.
– Éééé…Foi o Murilo que quebrou, mas foi sem querer.

*

Essa criança é do barulho

– Cadê minha corneta? Quero fazer barulho!

*

Testando subir na moto de brinquedo

– Eu não caibo, sou muito grande.

*

Tentando pegar alguma coisa num lugar alto

– Mamãe, eu não ALCANÇO. Você ALCANÇA, pega, por favor.
(antes de pegar, mãe pede um minuto para limpar a baba dela e apertar a cria)

*

Cadê os pais dessa criança? (a certa altura do dia):

– Quero arroz e frango!!!

*

Arrumando o quarto pego um brinquedo para jogar no baú junto com outros

– Esse não, esse é da casa da vovó Salete, me daqui que vou guardar pra ela.

(Sim, era um bonequinho que ela comprou pra ele e ficava na casa dela)

blog-fotos

compartilhe!

0

comente!

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.