29 jan 2013

Da série lições de vida: as pessoas quebram

por
Gabi Miranda

Uncategorized

O primeiro machucado eles esquecem, nós talvez não

O primeiro machucado eles esquecem, nós talvez não

Uma das coisas que mais temo e que me entristece ao pensar e olhar meu Ben, é que um dia ele vai se quebrar e eu não poderei fazer nada para evitar isso. Assim como ele vai cair inúmeras vezes e se machucar. É inevitável. Vai doer em mim também. Apesar de sermos super heróis aos olhos de nossos pequenos, não passamos de seres frágeis. Dói mais ainda pensar que alguém pode quebrá-lo e eu na minha insignificância e impotência não poderei quebrar a cara desse alguém.

Mas durante esses meses de existência do meu maior Ben, aprendi uma coisa. Existe algo que posso fazer. Posso ensiná-lo princípios e valores – os recebidos de seus avós e os que a vida me presenteou. Posso lhe ensinar que tudo na vida tem um sentido, que a existência humana tem sentido. Que um gesto de gentileza, por menor que seja, tem sentido.

Acima de tudo, aprendi que posso caminhar sempre de mãos dadas com ele, oferecer meu abraço, o meu amor infinito.

Uma das lições que repasso para você, meu Ben, é essa, que Eliane Brum – a jornalista que a mamãe mais admira, descreve tão bem em uma carta para sua afilhada:

A MENINA QUEBRADA

“Viver, Catarina, é rearranjar nossos cacos e dar sentido aos nossos pedaços, os novos e os velhos, já que não existe a possibilidade de colar o que foi quebrado e continuar como era antes. E isso é mais difícil do que aprender a andar e a falar. Isso é mais difícil do que qualquer uma das grandes aventuras contadas em livros e filmes. Isso é mais difícil do que qualquer outra coisa que você fará”.

Série lições de vida – as primeiras de uma série

compartilhe!

2

comente!

2 respostas para “Da série lições de vida: as pessoas quebram”

  1. Amanda disse:

    Quando eles se machucam é uma ferida dupla, uma no joelho da criança e uma no coração da mãe.

  2. Paola Preusse disse:

    Aí, Gabis, podia ser diferente, né?
    Nem gosto de pensar nisso, mas é a vida e sim, vai acontecer!
    Por enquanto, vamos prevenindo, ensinando, cuidando e os preparando pra vida!
    beijos

Comente!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.