02 abr 2018

Minhas prioridades para 2018, o que realmente importa pra mim

O ano começou, o primeiro trimestre já foi embora e como estamos? Estamos dando prioridade para aquela lista de metas que fizemos para 2018? Quando eu pensava em parar de trabalhar fora, pensava também nas mudanças que gostaria de fazer no meu estilo de vida. Minha intenção nunca foi parar de trabalhar fora para cuidar de casa e filhos. Eu queria sim mais flexibilidade e tempo para me dedicar as esses dois fatores, mas queria principalmente mudar meu estilo de vida, cuidar das minhas prioridades. Seria possível conciliar e atingir um potencial profissional, ter uma vida familiar harmoniosa e uma vida equilibrada? Detalhe: sem o acúmulo de estresse e ansiedade que se tem quando se trabalha fora.

Eu queria muito conciliar trabalho e vida pessoal sem aquela sensação que me consumia de cansaço, pressão, regras. Meu desejo era, e continua sendo, o de aproveitar meu tempo da melhor maneira possível, fazendo coisas que me deixassem mais feliz e satisfeita. Ser produtiva e não ocupada. Mas como? Como dar conta dos inúmeros compromissos profissionais e familiares, administrar uma enxurrada de informações, e-mails, grupos de whats, blog, redes sociais, vontades pessoais, estado de espírito, saúde, etc? Eu não dou conta de tudo e isso já descobri faz tempo. Nesses 5 meses empreendendo, trabalhando home office descobri outra coisa, o segredo é ter equilíbrio.

Foi lendo o blog Vida Organizada que cheguei no livro “O ponto de equilíbrio“, da Christine Carter. O livro propõe um exercício muito bacana, chamado “minhas 5 prioridades”. Resumidamente, o livro traz a seguinte mensagem: não dá para fazer tudo. E ponto. Está tudo bem. Mas podemos escolher e definir o que é importante para nós. O objetivo do exercício é justamente esse, pensar quais são suas 5 prioridades do ano. Assim como a Thais Godinho, Vida Organizada, resolvi compartilhar a minha lista.

Quando fiz a minha lista, ficou muito mais fácil executar um plano organizacional, ficou mais fácil enxergar o que era mais importante pra mim, estabelecer rotina e descartar o que não é tão essencial. Ajudou-me a não me sentir mal quando não consigo “ticar” toda a minha lista de tarefas. Ou ainda, quando me sento para ver um filme, aos poucos elimino aquela sensação de que poderia estar fazendo algo mais produtivo. Quando assistir um filme, pode ser muito produtivo sim. Uma outra coisa que aprendi é não tentar encher o dia de compromissos e tarefas. Porque quando não conseguimos cumprir tudo, a frustração é maior. Além disso, tenho tentado deixar um dia da semana livre.

Minhas prioridades de 2018

minhas prioridades

Bem estar

Cuidar de mim virou item essencial na minha vida. Acho que vivia muito no automático e acabava me esquecendo que sou parte fundamental da minha vida e da minha família. Cuidar de mim significa zelar pela minha saúde e do meu bem estar. Ter pelo menos minhas 8 horas de sono, cuidar da minha alimentação, da minha vida espiritual, do meu corpo, fazer uma atividade física. Aqui entram mimos, hobbies, coisas que me fazem bem, como ler livros, assistir filmes, meditação, scrap, dança, ter algum momento de ócio. E cuidar dos meus relacionamentos, ou seja, das minhas amizades.

Família

Meus filhos são a razão de toda a mudança da minha vida. Eu quis parar de trabalhar fora para me dedicar mais a eles, brincar, passear, ficar junto, cuidar da nossa relação e da relação deles com o mundo. Tenho certeza que depende dessa relação o desenvolvimento deles como pessoas. Sei que os filhos são do mundo, daqui um tempo farão suas próprias escolhas, mas agora, nesse presente momento, posso oferecer um ambiente harmonioso e capacitá-los, digamos assim, para se tornarem pessoas do bem. Esse é meu dever, minha missão.

Trabalho

Empreender não é fácil e se precisamos nos aprimorar a todo instante trabalhando fora, não é diferente quando a gente começa a trabalhar por conta. Aqui tenho três frentes de trabalho, o blog (e todas as suas redes) que é o que amo fazer na vida e quero muito aperfeiçoá-lo, a consultoria do sono que é uma consequência do blog e precisa de aprimoramento e a Mirtilo, que é a empresa que eu e marido abrimos, minha filha caçula que está ligada com a nossa formação, com o que a gente vem trabalhando a vida toda e que exige muito conhecimento, atualização constantemente e nesse momento requer nossa atenção total para fazer o negócio alavancar.

Escrita

Uma das coisas que mais amo fazer é escrever e sempre achei que não tinha muito tempo para me dedicar com a força e desejo que sempre quis. Escrever é o primeiro item da minha lista de metas 2018. Estudar, aprimorar a minha escrita, estabelecer, desenvolver e exercer o meu processo de escrita.

Aprimoramento

Aqui entram cursos, independente da área, minha vida espiritual, meu processo de autoconhecimento. É aprimoramento pessoal, intelectual e profissional.

E como cuidar disso tudo?

Todos os dias precisamos nos dedicar às nossas prioridades. Olhando a minha lista, identifiquei que já vinha fazendo, porém sem muita organização. Quando escrevi e passei a limpo essa lista para o meu planner, ficou mais fácil também organizar o meu dia a dia, destacando sempre o que é prioridade pra mim. E assim, mantenho meus dias preenchidos com o que realmente importa e me faz feliz. Não é fácil, porque sim, existem demandas que nem sempre são prioridade, mas precisam ser executadas. No entanto, agora sofro menos em deixá-las para depois, para quando der. E gente, assim a vida fica mais leve.

compartilhe!

1

comente!

Uma resposta para “Minhas prioridades para 2018, o que realmente importa pra mim”

  1. Ah! Que reflexão mais bacana de se fazer, Gabis! A gente pensa parecido em muitas coisas. Eu, tranquilamente, poderia usar a tua lista para a minha vida – com poucas adaptações. É bom ser lembrada dessas questões de vez em quando. Obrigada!

Comente!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

?