09 jun 2015

O que ninguém me contou sobre a segunda gestação

por
Gabi Miranda

Gravidez, Maternidade

Uma coisa é fato: você vai ouvir muito que uma gravidez não é igual a outra. Mas ninguém me contou que na segunda gestação que…

segunda gestação

Ninguém me contou que na segunda gestação…

…eu enjoaria e passaria mal tanto quanto na primeira.
Não sei porque fui pensar que só porque passei mal na primeira gestação, nessa seria tranquilo e não teria enjoos. Foi até pior do que a primeira vez.

…sentiria mais medo que da primeira vez.

Tenho mais medo agora dos exames do que na gestação do Benjamin. E acho que deveria ser o contrário, afinal agora já não é tão desconhecido. Ou talvez seja isso, por ter conhecimento de alguns exames, sinto certo receio.

…sentiria mais medo do parto.
Sempre quis ter parto normal, morria de medo da cesárea e no fim foi o tipo de parto que tive na primeira vez. Agora estou morrendo de medo dos dois partos: normal e cesárea. Tenho medo das dores do parto. E da cesárea tenho mais medo ainda.

…poderia ter menos pique e o cansaço seria mais frequente.

Eu tinha muito mais energia na primeira gestação, nessa já me sinto cansada só de subir um lance de escada. E às vezes me canso falando. Vivo ofegante.

…negaria colo para o primeiro filho e isso doeria;
Chega uma hora que não dá mais para carregar peso, mesmo que esse peso seja o que dá a leveza para sua vida, seu filho. E dói na alma negar colo para o seu pequeno. Você pode dar colo sentada, mas te garanto que ele vai querer sempre quando não é possível.

…sentiria medo do bebê dar mais trabalho que o filho mais velho;

Meu primogênito foi um anjinho que não deu trabalho pra nada e quando penso nisso é inevitável lembrar que ele passou a dormir a noite toda desde um mês de vida. Um verdadeiro sonho. Sinto um medo assustador do próximo ser totalmente ao contrário.

…sentiria medo de não dar conta de dois filhos;
Não é fácil dar conta de um, imagina de dois. Fico imaginando a vida das mães de gêmeos, das mães de três. Dar banho, comida, colocar para dormir, educar, levar para a escola, mediar brigas, fazer as vontades, dar broncas e, acima de tudo, atender às necessidades individualmente de cada um.

Ufa…não é fácil não, mas a segunda gestão é tão maravilhosa quanto!

Leia também os 10 mitos comuns na segunda gestação

 

compartilhe!

0

comente!

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.