26 fev 2018

O que é Ho’oponopono?

por
Gabi Miranda

Destaque, Livros

Recentemente li “O grande livro do Ho’oponopono – sabedoria havaiana de cura“. Comecei a leitura achando aquilo tudo uma grande viagem, mas conforme a leitura foi avançando comecei a ver um pouco de sentido no que lia. Mas o que é Ho’oponopono?

Ho’oponopono é uma filosofia, um estado de espírito, um estilo de vida, uma ferramenta de evolução. Vem de uma tradição ancestral havaiana que quer dizer: “endireitar, harmonizar, corrigir o que está errado, reordenar”. Ho’oponopono é uma outra maneira de ver as coisas, é ter um olhar diferente sobre a vida, os outros e si mesmo. É algo relacionado à autocura e libertação emocional. Tem o objetivo de libertar-nos do peso das nossas memórias e medos, para que, aos nos desvencilharmos de pesos negativos, possamos descobrir a “Divindade” que está em nós.

O livro fala que o que se dá fora de você não passa da projeção de alguma coisa que vem de dentro de você, a qual poderíamos chamar de crenças, pensamentos ou memórias. E acrescenta que tudo na nossa vida, tudo o que acontece conosco, é de nossa responsabilidade. O que quer dizer que tudo o que aparece diante dos nossos cinco sentidos, o mundo que nos rodeia, é criação nossa! E se alguma coisa nos desagrada no mundo exterior, temos a possibilidade de curar no interior de nós mesmos as memórias que tiverem criado tal situação. Aconteça o que acontecer, não somos vítimas, e sim criador de 100% de tudo o que nos acontece. Da mesma maneira, os problemas que enfrentamos na vida atual, podem ser consequência de uma conduta em outra vida (lei do carma).

Até aí eu estava achando tudo uma viagem. Porque começo a pensar e minha mente é muito fértil…. mas depois entraram muitas explicações, inclusive pesquisas que foram me fazendo enxergar algum sentido em tudo o que lia.

E como faz para limpar a mente?

O Ho’oponopono utiliza-se de quatro frases-chave: Eu sinto muito; Perdoa-me; Eu te agradeço; Eu te amo. Ou reduzir essas frases a: “Sinto muito, perdão, obrigada, eu te amo“. O processo do Ho’oponopono é de se perdoar, agradecer a si próprio e enviar amor a si mesmo. Fazendo isso, segundo a filosofia de cura havaiana, apagamos as memórias ruins, sofrimentos que teimam em aparecer na nossa mente.

Quando entramos na energia do Ho’oponopono, é preciso conseguir desenvolver uma grande confiança em si, uma fé total na sua alma, para que a mente consiga finalmente abandonar todo poder e controle. O intelecto dá lugar à intuição do coração. Para tudo isso, é necessário viver o momento presente e estar disposto a acolher uma nova realidade. Uma realidade que não estará mais sob controle do nosso ego, mas sim sob orientação da nossa alma.

A finalidade do Ho’oponopono é nos conectar à nossa Divindade Interior através da nossa alma. E para isso é preciso se desprender de toda expectativa, não esperar nenhum resultado. Afinal, criar expectativas é fazer a mente interferir de novo. Só precisamos lembrar que nós temos o poder criador. O mundo não passa de um reflexo do nós somos, quando nos transformamos, o mundo se transforma. E quando a gente aceita que é criador de tudo o que nos acontece, podemos mudar a nossa realidade.

Pensamento positivo

Tudo isso quer dizer uma coisa bem simples: pensamentos positivos atraem acontecimentos positivos. Valores e crenças harmoniosos atraem situações benéficas para nós e nossa evolução. Ao contrário, medos, valores e crenças deformadas atraem acontecimentos desagradáveis. Se você permanecer sempre com os mesmos pensamentos negativos, você sempre vai atrair as mesmas situações conflituosas.

Você é hoje o que pensou sobre si mesmo ontem. Você se torna o que você pensa. 

A sugestão do livro é praticar Ho’oponopono diante de todos os aborrecimentos que ocorrerem na sua vida: uma simples mágoa, uma contrariedade, uma lembrança ruim, tristeza, um pensamento irritante, uma má notícia.

Vale a lei da atração: comportamentos agressivos atraem violência e gestos de amor atraem compaixão. Você colhe o que você planta.

Momento presente

O livro cita muito sobre viver o momento presente. Algo que se fala muito em Mindfulness e que tenho praticado. E a vantagem de viver o momento presente é permanecer em contato com a realidade, ficamos longe dos pensamentos negativos. Então, por exemplo, ao invés de começar o dia assistindo as coisas ruins que o noticiário transmite, podemos desfrutar desse momento pensando em fatores positivos e assim começar o dia com o pé direito. A ideia é tirar um tempo para apreciar.

Resumindo a prática do Ho’oponopono

Com o Ho’oponopono somos levados a olhar para cada detalhe da nossa vida de maneira mais intensa e com mais amor e compaixão, aprendemos a amar a si mesmo e contemplar um sentimento de paz. Esse sentimento surge quando nos dispomos de uma ferramenta para limpar todo tipo de juízo de valor. Quando julgamos as nossas próprias ações tratando a si mesmo de “idiota”, desvalorizando nossos atos cotidianos, gera um enfraquecimento do nosso sistema imunitário e da nossa energia. Porque nós influenciamos o ambiente (desde a maneira como agimos, organizamos ou até decoramos, e aí o livro cita até feng shui). E quando algo não dá certo, como escrever um e-mail errado, precisamos enviar amor a nós mesmos: “perdão, obrigado, eu te amo”. Quando perdoamos redescobrimos o caminho do amor.

Quando pensamos que o mundo é injusto, ó céus, ó vida, que o chefe é chato, que o marido está errado, não é mais você que está governando a sua vida, mas sim os seus medos, receios e dúvidas. Todas as emoções que geram mais dificuldades do que soluções podem ser varridas com uma só frase: “Sinto muito, perdão, obrigada, eu te amo“. Com isso, conquistará a melhor das energias, atraindo, ao mesmo tempo, a melhor das soluções.

Praticando o Ho’oponopono, somos capazes de conceber mais facilmente uma imagem de sucesso. “A cada dúvida, limpe. A cada medo, limpe. A cada impaciência, limpe. A cada emoção negativa, limpe. Emita um pedido positivo, visualize o filme do seu sonho realizado e bem-sucedido, limpando, ao mesmo tempo, os seus temores ao longo dos dias que transcorrerem desde o seu pedido. E, acima de tudo, deixe a vida te levar. Tudo acontece na hora certa, da melhor maneira possível para você.”

Você atrai o que você emana, então vibre com tudo o que há de melhor em si mesmo!

compartilhe!

0

comente!

Comente!