27 mar 2012

O papel do super marido e da super esposa

por
Gabi Miranda

Comportamento, Maternidade

Não sei se é impressão minha ou só agora me dei conta, mas ultimamente se vê muito as pessoas falarem sobre o papel da mulher/esposa e do homem/marido. A primeira é responsável por cuidar da casa e filhos, o outro é o provedor com a responsabilidade de trabalhar e ganhar dinheiro. Alguns vão me achar feminista, mas acho esse pensamento tão démodé. Tão atrasado. Não consigo acreditar como num mundo em que vivemos hoje ainda há pessoas com esse tipo de pensamento.

Outro dia falei aqui sobre a colaboração que meu SUPER Marido dá em casa. Acredite, o blog que tem em média 60 acessos por dia, teve 100 acessos nesse dia. Prova de que as pessoas acham lindas declarações de amor, esposa falando bem do marido e marido que ajuda em casa, etc. Escrevi para realmente mostrar meu reconhecimento, mas não acho que sua colaboração seja algo tão grandiosa, tão sensacional, tão prova de amor. Não sei como explicar sem parecer fria, insensível, insensata e cruel, mas vou tentar. Acho que dividir as tarefas é mais que justo, que as responsabilidades domésticas e familiares são dos dois. O marido que ajuda em casa não está fazendo nenhum favor, é uma obrigação dele também.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

tags: , ,

26 mar 2012

Reserve um tempo para você e seu marido

por
Gabi Miranda

Casamento, Maternidade

Sabemos que depois do nascimento dos filhos fica complicado arrumar um tempo para o casal, mas isso é algo tão importante quanto respirar. Se não cuidamos da relação, ela desanda e sabemos onde vai parar. A chegada dos filhos altera toda a vida de casal. Deixamos de ser dois para sermos três (às vezes quatro…), sendo que a terceira pessoa exige de nós necessidades completamente diferentes, principalmente, rotina.

Acho que fica mais difícil o casal sair quando o filho ainda é um bebê. Ok, mais difícil pra mãe que fica pensando mil e uma coisas, além da culpa que sente em deixá-lo para ir se divertir. A primeira vez que eu e o Marido saímos, o Ben tinha um pouco mais de três meses. Deixamos tudo pronto e tínhamos três horas para voltar, ele ainda mamava no peito e eu fazia questão de cumprir isso. Bem antes do tempo estimado, Benjamin que não é de chorar, abriu o berreiro. Fizemos o caminho da festa até minha casa, ligando a cada um minuto e meio pra minha mãe – que estava cuidando dele. Ai foi horrível, do celular eu ouvia o choro dele e me sentia a PIOR mãe do mundo. Depois desse episódio traumatizante não saímos mais. Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

25 mar 2012

Música pra gente miúda

por
Gabi Miranda

Uncategorized

“Pra gente miúda” é disco antigo. Meu marido teve em vinil e outro dia encontrou o CD sem querer nas lojas Americanas, não exitou e comprou na hora, por R$9,99. Uma coletânea com várias músicas tradicionais, interpretadas por artistas como Vinicius de Moraes, Toquinho, Elis Regina, Chico Buarque. Quem lembra daquela música O vento (?!): Estou vivo mas não tenho corpo/Por isso é que não tenho forma /Peso eu também não tenho /Não tenho cor /Quando sou fraco /Me chamo brisa /E se assobio/ Isso é comum /Quando sou forte /Me chamo vento /Quando sou cheiro /Me chamo pum!

Temos que colocar música para os bebês escutarem. E o ideal é cantar para eles fazendo interpretações, caras e bocas. Ah! E dançar, rodar, dançar pela sala toda. Eles adoram!!!

#ficadica

compartilhe!

0

comente!

23 mar 2012

Como organizar a festa de aniversário – Parte 1

por
Gabi Miranda

Festas, Organização

Princípios básicos para organizar festa de aniversário:

  •  orçamento x verba que você dispõe para a festa. Monte uma lista com todos os itens que você deseja, os necessários e os supérfluos, tudo! Depois você vai cortando o que achar desnecessário.
  •  lista de convidados (a partir dela vamos definir local da festa, quantidade de convites, lembrancinhas e o menos importante os comes e bebes)

Comece a organizar a festa de 3 a 4 meses antes da festa. Faça uma lista de tudo que precisa resolver:

  •  data da festa;
  •  local da festa (reservar data e horário);
  •  lista de convidados;
  • preparativos: opção 1) vai contratar buffet? ou opção 2) você vai: a) colocar a mão na massa e fazer tudo com o maior amor do mundo para seu filho, b) sabe que vai se estressar, e chorar achando que tudo vai dar errado quando estiver chegando a data, mas vai persistir em preparar cada detalhe com carinho, c) contar com a colaboração do pai, tias e avós, d) todas as alternativas estão corretas? Eu vou de opção 2 e se você também escolheu essa alternativa, siga lendo. Caso tenha escolhido a primeira alternativa, pule três casas;
  • Clique e continue lendo!

compartilhe!

21

comente!

22 mar 2012

Livro: A maternidade e o encontro com a própria sombra

por
Gabi Miranda

Livros, Puericultura

Enfim, terminei de ler o livro “A maternidade e o encontro com a própria sombra”, de Laura Gutman. Essa foi uma sugestão de livro que peguei no blog Duas Linhas Paralelas, da linda Isis, mãe de Amelie. Eu simplesmente adorei o livro, a começar pela capa e contracapa – achei de uma sensibilidade e delicadeza sem fim. A divisão dos capítulos permite iniciarmos a leitura do assunto que mais nos interessa, ou seja, não precisa obrigatoriamente seguir a sequência do livro. Eu fui lendo aleatoriamente capítulo por capítulo e fazendo anotações, rabiscando, refletindo.

Laura Gutman é psicoterapeuta familiar e se especializou em temas sobre maternidade, lactância, relações familiares. Natural de Buenos Aires, foi lá que fundou e dirige o Crianza, uma instituição onde funciona uma escola de capacitação de profissionais, que desenvolve um trabalho voltado ao tratamento de crianças e casais, grupos de apoio à maternidade, seminários, acompanhamentos, terapias e debates. Pareceu-me um trabalho lindo. Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

20 mar 2012

Um super marido para uma super mulher

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Tenho que admitir, tenho um marido-pai participativo. Ele participa ativamente na tarefa doméstica e familiar. É claro que não foi sempre assim, mas ele aprendeu no decorrer desses anos de casamento (apenas 3 anos e meio), depois de tanta encheção de saco da minha parte (faz isso, faz aquilo, etc) . Após o nascimento do Benjamin meu marido me surpreendeu ainda mais. Ele ajudou muito no pós parto, revesava comigo quando no primeiro mês o Ben não dormia de jeito nenhum. Detalhe: eu estava de licença, ele trabalhando e mesmo assim passou noites em claro ao meu lado.

Hoje, confesso, não sei como seria minha rotina sem o Marido. Ele é o primeiro acordar, se arrumar, dar um jeito na casa, cuida da Capitu, acorda o Benjamin, troca e dá mamadeira enquanto a bonita aqui toma coragem pra levantar da cama e ir se arrumar. Eu não funciono no primeiro horário do dia, logo não faço nada e o Marido compreende e toma conta de tudo. Clique e continue lendo!

compartilhe!

7

comente!

tags: , ,

Página 170 de 180Primeira...168169170171172173...Última
?