01 ago 2018

Sete dicas para uma amamentação saudável

por
Gabi Miranda

Bebê, Destaque

amamentação saudável

Hoje começa a Semana Mundial do Aleitamento Materno e vai até o dia 7 de agosto. É uma semana que serve para ressaltar a importância da amamentação para o desenvolvimento saudável dos bebês, assim como para a diminuição da mortalidade entre recém-nascidos no mundo. Claro que é um assunto que deve ser tratado ao longo do ano. Pois é um assunto muito importante. Leite materno pode salvar vidas!

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), mais de 800 mil vidas seriam salvas anualmente se toda criança fosse amamentada desde o nascimento até os 2 anos. “Isso porque a amamentação é uma das formas mais eficazes de garantir a saúde e a sobrevivência de recém-nascidos”, pontua o ginecologista e obstetra Corintio Mariani Neto, presidente da Comissão Nacional de Aleitamento Materno da Febrasgo e diretor técnico do Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

25 jul 2018

Rotina do sono das crianças na volta às aulas

por
Gabi Miranda

Destaque, Filhos, Sono

sono das crianças

Não sei vocês, mas aqui acho difícil retomar a rotina do sono das crianças. Aliás, sei da importância de manter a rotina dos pequenos inclusive nas férias. E não sei como tudo foge do controle.

Estou cansada de saber que ter uma rotina do sono é um dos principais fatores que colaboram com a saúde, o crescimento e desenvolvimento das crianças. E depois do episódio que tivemos no primeiro semestre com o Benjamin, devia ter aprendido a lição. Contei AQUI que fomos chamados na escola porque Benjamin estava sofrendo de falta de atenção.

Mas com o período de férias não consigo manter os horários regrados, especialmente porque o Benjamin adora ver um “filminho” e os melhores passam à noite. Eu acabo afrouxando e deixando ele ver TV até mais tarde. Afinal, se não viajamos, para que servem as férias?

Leia também: como regular a rotina de sono com a volta às aulas

Há uma semana para retomar as atividades escolares, resta-nos estabelecer a ordem novamente. E depois ter paciência com o período de adaptação das crianças. Porque com certeza, na hora de acordar cedão para ir à escola, estarão com sono e vão ficar irritadas. Sobra para nós, pais, administrar a situação. A verdade é que quanto mais estável a rotina de sono for mantida, mais fácil será a readaptação no período de volta às aulas. Por isso, o ideal é que o horário de sono seja igual todos os dias, com variação máxima de uma hora. E isso vale para os finais de semana. Quando a criança dorme bem, ela tem mais disposição e bom humor para aproveitar o dia, seja na escola ou em casa.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

23 jul 2018

A morte não é nada

por
Gabi Miranda

Desabafo, Destaque

a morte

Hoje, 23 de julho, minha mãe completaria 64 anos. A morte a levou há 4 anos. Incrível como a gente se acostuma com a falta de uma pessoa que amamos. E assustador também. Contudo, todo ano é a mesma coisa, nas datas comemorativas, principalmente, a dor aperta. É como se a ferida abrisse. Fazia tempo que não me sentia triste com a ausência dela. Mas desde ontem, estou sentindo uma tristeza e tanto. Funciona assim, você não pode imaginar como seria se a pessoa estivesse aqui, não relembrar o passado. Assim, fica mais fácil controlar. Só que quando você não consegue evitar os pensamentos… é um avalanche de crueldade consigo mesmo.

Tenho muita dificuldade de mandar meus pensamentos para minha mãe como se conversasse com ela. Acho que no fundo, ainda estou brava com ela – como se tivesse esse direito, por ela ter ido embora. Eu sequer sonho com a minha mãe. Sonhava muito logo quando engravidei da Stella. Mas eram sonhos confusos, sempre no velório. Acreditava que era porque eu a chamava muito. Até que um dia parei de chamá-la tanto. Mas passei a não sonhar mais com ela. Acho que os sonhos, quando são bons, é uma forma da gente ultrapassar as barreiras entre a vida e a morte. Uma forma de matar a saudade. Sinto falta de sonhar com a minha mãe.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

20 jul 2018

Uma das minhas histórias de vida

por
Gabi Miranda

Coach de Vida, Colunas, Destaque

uma das minhas histórias de vida

Houve momentos na minha vida que senti que as coisas fugiam ao meu controle. E hoje vou contar uma das minhas histórias de vida.

Como executiva mentalmente “formatada” para ter tudo planejado, controlado e dando resultados, me deparei em 2016 com a notícia de que tinha um melanoma (câncer de pele metastático). Absorvi a informação de forma muito equilibrada, segui os passos recomendados pela dermatologista e cirurgião oncológico (meus anjos da guarda!) e agendei a primeira cirurgia para 10 dias após o diagnóstico. Praticidade ao máximo! Se tenho que resolver, vamos lá.

Leia também: equilíbrio na vida

Até o pós-operatório tudo estava sob controle. No entanto, a surpresa veio quando, na biópsia que fizeram dos linfonodos (gânglios) da axila, o resultado foi positivo. Ou seja, o melanoma do braço havia passado para os linfonodos e seria necessário fazer uma nova cirurgia para retirá-los. Nesse momento, senti que “as coisas fugiam ao meu controle”. Mistura de medo, susto, “alguém me ajuda, o que mais pode vir”? Sabe quando falam em vulnerabilidade? Pois é, isso mesmo. Sentimento de “perdi o controle da minha vida”.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

1

comente!

19 jul 2018

Carta do futuro: O que eu diria para mim hoje, aos 67 anos

por
Gabi Miranda

Comportamento, Destaque

Há três semanas, participei do workshop Planeje sua Carreira e seus Resultados, comandado pela especialista em finanças Sandra Alonso, do Feminanças e a Coach de Vida e Carreira Mariana Parada. Foi uma experiência muito rica. Uma manhã deliciosa, voltada só para mulheres, cheia de exercícios para refletirmos sobre nosso presente e futuro. Um dos exercícios era justamente para escrever… uma carta do futuro. Isso mesmo, para escrevermos uma carta do futuro, como se estivéssemos no ano 2048. Uma carta nossa do futuro, para nós agora em 2018. E eu escrevi.

carta para o futuro

Mas antes de compartilhar e registrar aqui a minha carta do futuro, quero pontuar algumas impressões e experiências. Minha mãe escrevia tudo o que ela desejava. Juro. Todo final de ano, por exemplo, ela grudava um cartaz atrás da porta de entrada da sala, com tudo o que ela desejava conquistar dali algum tempo. Digo envergonhadamente agora, que achava aquilo uma tolice, embora admirava a fé e a esperança que minha mãe depositava naquele cartaz.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

16 jul 2018

Tag sapatos e tentando desapegar

tag sapato

No início desse ano, fiz uma limpeza no closet e um dos itens que tive mais dificuldade para desapegar, foram os sapatos. Amo sapato e bolsa, gente! Mesmo fazendo a limpeza, fiquei com uma quantidade de sapatos desnecessária. E então, resolvi gravar um vídeo com a tag sapato, no qual respondo algumas perguntas relacionadas ao tema.

Gravando o vídeo Tag Sapato, concluí que eu precisaria de uns 5 pares de sapatos apenas. E eu tenho bem mais que isso, como dá para ver no vídeo. Mas quem disse que consigo desapegar de todos os outros?! São sapatos que gosto também, mas que não os uso tanto. E lógico, nem todos combinam com qualquer ocasião, por isso acabo usando menos.

Antes de ter filhos, eu comprava de um a dois pares de sapato por mês. Depois isso foi diminuindo… Não sei se os sapatos ficaram caros demais ou ter filho é caro demais. rsrsrs Mas a chegada dos meus filhos, me trouxeram também outra consciência em relação ao consumo. Aprendi a dar mais valor ao dinheiro e aprendi sobre consumo consciente. Afinal, a gente acaba querendo ser exemplo para nossos filhos.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

Página 3 de 179123456...Última