26 mar 2018

Recanto Cataratas, cenário perfeito para relaxar em Foz do Iguaçu

por
Gabi Miranda

Destaque, Maternidade, Viagem

Eu não sabia até chegar na cidade, mas Foz do Iguaçu é a 2ª cidade mais visitada no Brasil e perde só para o Rio de Janeiro. Sempre fui louca para conhecer e esse ano pintou essa oportunidade. Conhecemos a cidade e ficamos hospedados em um resort incrível: Recanto Cataratas Thermas. Pensa num resort completo para a família toda. É o cenário perfeito para passar alguns dias em Foz do Iguaçu. Seja feriado ou férias, vale a pena conhecer o Recanto Cataratas.

Não dá vontade de sair do Recanto Cataratas de tanta atração disponível. O Resort oferece áreas de lazer, entretenimento, Spa, restaurantes, bares e suítes maravilhosamente confortáveis. Adianto, minha sugestão para famílias como a nossa, dois adultos e crianças, o tempo mínimo de estada é de 7 dias. Isso porque Foz é uma cidade linda e tem muitos pontos turísticos para conhecer, entre eles, as Cataratas. Só aí são dois dias, um para conhecer o lado argentino e outro o brasileiro. Mas esse é assunto para outro post… Hoje quero contar a nossa experiência no Recanto Cataratas e mostrar um pouco do que aproveitamos nesse resort incrível.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

5

comente!

23 mar 2018

A chegada de um irmãozinho

a chegada de um irmãozinho

Como ajudar os irmãos mais velhos a lidarem com a chegada de um irmãozinho, um novo bebê na família?!

Muitas crianças pedem um irmãozinho de presente, mas quando ele chega tudo o que ela quer é construir uma casinha de cachorro no quintal pro novo bebê morar lá, certo?

a chegada de um irmãozinho

É natural que a chegada de um novo bebê desencadeie uma série de comportamentos agressivos: bater, chutar, cuspir, morder – são sinais da frustração do irmão mais velho, que sente-se muitas vezes ameaçado pela presença de um novo membro na família. Embora isso seja perfeitamente normal, é importante que os pais sejam claros, reforçando que bater ou ferir o novo bebê não é permitido.

Além disso, comportamentos regressivos são muito comuns, como: a recusa de usar o banheiro quando a criança já está desfraldada, voltar a fazer xixi na cama, chupar o dedo, mudar a forma de falar para um jeito mais “de bebê”, demonstrar dificuldade de fazer tarefas simples sozinhas que antes eram rotineiras. Essa regressão é um meio para lidar e expressar a mistura de emoções que acontece quando um novo bebê invade sua casa.

Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

22 mar 2018

Educação financeira começa na infância

por
Gabi Miranda

Destaque, Dinheiro, Maternidade

Amo falar sobre educação financeira! Talvez porque eu não tive educação financeira na infância gosto tanto do assunto e o acho muito importante. Se eu tivesse tido, imagino que não teria tido os problemas financeiros que já tive no passado. Por isso, aqui em casa tomamos algumas medidas para ensinar as crianças a lidarem com o dinheiro.

No dia das crianças desse ano, por exemplo, não demos presentes para as crianças. Primeiro porque elas já tinham ganhado presentinhos durante nossa viagem de férias. Segundo, porque eu realmente não quero incentivar o consumo nessas datas comemorativas. Terceiro, porque elas já ganham bastante coisas com o blog e dos avós. Ou seja, elas não precisavam de mais coisas.

E por falar nos presentes do blog. Em comemoração ao dia das crianças, a SulAmérica enviou para as crianças dois cofrinhos e uma cartilha com dicas para iniciar a educação financeira na infância. Achei super bacana e vem de encontro com nossas crenças e práticas aqui em casa.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

20 mar 2018

Viva, a vida é uma festa

por
Gabi Miranda

Destaque, Entretenimento, Maternidade

a vida é uma festa

Tinha visto o trailer do filme, mas juro que não tinha dado nada pra ele. O que me chamou a atenção mesmo foi o nome: viva – a vida é uma festa. Vivo repetindo essa frase, embora saiba que nem sempre é. Eu não tinha encontrado muita relação do trailer com o nome, sei lá. Até que o filme ganhou Oscar de melhor animação e eu falei: meoooo, tenho que assistir isso com o Benjamin.

Decidimos assistir num final de semana nada atípico, aniversário de morte de quando perdi minha mãe. E esse filme foi uma grande surpresa agradável pra mim. Ele fala justamente sobre família, memória, amor, morte e vida. Aqueceu meu coração assisti-lo naquele dia. E de uma forma muito lúdica, o filme apresenta a viagem de um menininho ao mundo espiritual, no dia dos mortos – seguindo a tradição mexicana – e lá encontra seus antepassados e lá ele discute algumas questões familiares e conhece dois personagens também importantes na história. Não tem nada de terror ou que dê medo para as crianças, muito pelo contrário. O filme é cheio de cores, criaturas mágicas, músicas que o torna ainda mais encantador.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

19 mar 2018

Rotina diária das atividades domésticas

Há alguns dias, postei no stories a foto da minha tabela de rotina diária das atividades domésticas. A imagem estava cortada e muitas pessoas me pediram para postar no Instagram a imagem toda. Trata-se de um quadro feito à mão, que fiz para estabelecer certa rotina da vida doméstica. Confesso que acho muito chato os deveres domésticos, alguns mais que outros. As pequenas coisinhas vão minando a minha vontade de trabalhar em casa. O trabalho da casa nunca acaba e se bobear passamos os dia inteiro trabalhando para a casa. Como conciliar trabalho home office, casa, casamento e maternidade?

Eu e marido estamos juntos em casa e essa tabela de rotina diárias das atividades domésticas foi criada para não causar discórdia em nosso relacionamento. Sério. Penso que nós mulheres, talvez por termos sido criadas assim, achamos evidente tudo o que precisa ser feito numa casa. Nós enxergamos o pó nos móveis, os banheiros sujos nos incomodam, o lixo tiraríamos todos os dias e passaríamos o dia varrendo a casa toda. Ainda mais casa com crianças.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

13 mar 2018

Pantera Negra, o filme: 10 motivos para assistir com seu filho (a)

por
Gabi Miranda

Destaque, Entretenimento, Maternidade

Há duas semanas fomos assistir o filme Pantera Negra. Eu sei que já ficou um pouco tarde para falar do filme, mesmo assim quero fazê-lo. Aqui temos um menino viciado em Marvel. Uma mãe que não ligava muito para essa coisa de super-heróis, mas que pegou gosto depois da maternidade. Definitivamente eu não gostava muito e isso mudou completamente. Muito por conta do menino que ama e vibra tanto por super-heróis quanto pelos vilões. A Marvel tem também sua parcela de culpa por me conquistar. Os caras realmente fazem filmes com bom enredo e mensagens de valores significativos.

Mesmo sabendo disso, foi uma surpresa pra mim o filme Pantera Negra. E pelo que vi por aí, surpreendeu positivamente muitos telespectadores. Abaixo, relacionei uma lista dos itens que mais me chamara a atenção.

Motivos para assistir Pantera Negra com seu filho

Lealdade

O filme ensina uma importante lição de lealdade ao mostrar a ligação que o povo de Wakanda – o reino (quase secreto) que é o centro da trama – tem com seu rei Pantera Negra. Lealdade na vida é coisa fundamental, para com nossos amigos, nossa família, nossos colegas de escola e de trabalho. E aprender isso desde criança gera valores para a vida toda… afinal, vivemos em comunidade e em constante convívio, enfrentando dificuldades que, talvez em outra escala, não sejam tão diferentes das do filme.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

Página 6 de 175Primeira...456789...Última