14 jul 2014

Peppa Pig se torna alvo de polêmicas (cômicas) em alguns países

por
Gabi Miranda

Entretenimento, Maternidade

Peppa Pig, o desenho de mais sucesso entre os pequenos, é também alvo de polêmicas no mundo. Na Austrália, a mãe da porquinha foi acusada de ser feminista. Agora, na Itália, a associação de defesa dos animais, AIDAA pediu aos pais que boicotassem o desenho. Segundo eles, o desneho distorce a realidade da verdadeira condição de vida dos porcos e outros animais de fazenda. O presidente da associação, Lorenzo Croce, chegou a dizer “se queremos transformar os animais em um negócio, este é o caminho certo. Mas se você ama animais também tem que mostrar o outro lado da moeda, o da violência e da morte…”. Para o presidente, os animais reais são idealizados através dos desenhos animados. Oi?

Cadê a permissão para a licença poética do desenho?! Esse povo nunca ouviu falar de metáfora?! Príncipes encantados não existem e nem por isso foram extintos dos contos de fadas. O sapo jamais vira príncipe. Cachorros não falam, no entanto o Scooby Doo sim. O personagem mais famoso da Disney, o Mickey, é um rato e não vive como tal. Desenhos, filmes, livros, todos são repletos de metáfora, que sem ela, talvez não fizesse sentido nenhum. Que sentido faria mostrar a verdadeira realidade nua e crua para crianças?

Dizem até que Peppa Pig e sua família não ensinam nada. Eles arrotam, vivem grunhindo, rolam na lama e se jogam no chão rindo de felicidade – o que um jornalista italiano define “como idiotas”. Nunca ouvi eles arrotarem, exceto aquele “roink” – uma espécie de imitação de porco, que sinceramente, é o único fator que me incomoda um pouco no desenho. Reparem: as crianças imitam e até adultos o fazem. Penso que a felicidade alheia incomoda muito os outros e que esse jornalista, pai de um garoto, detalhe(!), nunca deve ter rolado no chão de tanta alegria com seu filho. E também nunca deve ter ajudado em casa, preparado um jantar. Talvez seja essa a preocupação desse povo: a retaliação, se um porco faz, porque o homem não?!

No meu ponto de vista, a mãe não tem nada de feminista, muito pelo contrário, ela representa a realidade de muitas famílias contemporâneas: os pais contribuem cuidando da casa e das crianças. Um fator reparado pelo meu marido, é com relação ao pai, que sempre está trocando os pés pelas mãos. O pai porco tem medo de aranha (mas e daí?!), não consegue pregar um quadro na parede sem estragá-la e vive sendo o estopim das trapalhadas do desenho. Segundo meu marido, a imagem do Papai Pig denigre um pouco a imagem do pai num contexto geral, mas ele sabe que não passa de um personagem, e que alguém tem de fazer este papel.

Desenho infantil

De resto, a família é super simpática e dá bons exemplos para as crianças, como por exemplo, organizar e compartilhar os brinquedos, a importância de brincar e não querer ser adulto antes do tempo, cuidar do irmão (a), cultivar amigos e conviver em família.

Tudo isso seria trágico se não fosse tão cômico. Acho mesmo que esse povo todo está com inveja da porquinha e sua família que roubam a atenção das crianças quando aparecem na TV. Essas pessoas não devem ter preocupações maiores e, pior, não devem viver em harmonia com sua própria família.

compartilhe!

5

comente!

5 respostas para “Peppa Pig se torna alvo de polêmicas (cômicas) em alguns países”

  1. José. disse:

    Moro na italia e realmente aqui esses ambientalistas defensores dos animais exageram muito. Quase toda semana eles surgem na mídia com ideias totalmente sem nexo. Uma pessoa morre, ninguém liga. Mas se uma mosca morre, ai fazem um drama de novela mexicana.

  2. anthonya disse:

    Já vi crianças que são fissurada nesse desenho, com um comportamento bem estranho que até começou a chamar a vó de gorda e até esmurrar a vó.

  3. Jessica disse:

    Não acho que o desenho em si seja mal. Mas não gosto. Pois a peppa e meio mal educada e sim, eles vivem arrotando. Meu fillho ainda não nasceu. Mas tenho um afilhado de 4 anos que adora eles e para a questão do arrotar e muito dificil controlarmos ele. Pois ele ve no desenho e quer fazer em casa.

  4. maria vitoria disse:

    eu ja vi na internet que a peppa é cada coisa , ate coisas imorais , os criadores mesmo falaram !
    eu fiquei chocada . que tem mensagens sublimiares .
    eu acho que isso é uma vergonha , tanto pra quem faz ,todo mundo aqui em casa adora a peppa , ninguem tem noção das historias que contam sobre ela .
    minha irmã é fissurada pela peppa .
    espero que arranjem outra historia , para essa porca

  5. Julia Costa disse:

    Ai, Gabi! Que surreal essa história! rs

    O Luquinha adora a Peppa, como toda a criança da idade dele! Eu tenho minhas observações… Acho que ela é mal educada, já a vi chamando o pai de gordo várias vezes e todo mundo achar graça. Eu condenaria esta atitude se fosse meu filho… Também não gosto daquele episódio que o pai está colocando os dois para dormir e ela acorda o George depois que ele já está dormindo.

    Mas, no geral, acho Peppa — assim como os outros desenhos que chegam às nossas casas — totalmente inofensivo. Os desenhos animados perderiam totalmente sua função de entreter se fossem meras cópias da vida real, como você disse. 😉

    Beijos e saudades! rs 🙂

Comente!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.