15 dez 2015

Poupe uma parte do décimo terceiro

por
Gabi Miranda

Destaque, Dinheiro, Maternidade

13

Fim de ano chegou, com ele vem junto várias despesas extras: 13ª mensalidade escolar, uniformes, material escolar, férias, viagens, IPTU, IPVA, seguro do carro, Natal e aquela vontade de sair comprando presentes para a 13ª geração da família e…chega também o décimo terceiro. Ele parece a solução dos nossos problemas. Em tempos de crise ou não, acho mesmo que devíamos aprender a poupar. Isso sim seria um recurso mais adequado para quando as despesas chegam todas de uma vez. Afinal, todo ano é a mesma coisa, sabemos que teremos as mesmas despesas, embora elas não sejam fixas e sim esporádicas, sabemos que naquela mesma época chegam todas de uma vez. Então, por que não nos planejamos? Porque não nos preocupamos com o dia de amanhã.

O Brasil está passando por uma tremenda crise, só se fala nisso, mas não vejo as pessoas tendo atitudes diferentes. Todos continuam gastando como se não houvesse amanhã. Percebi isso na Black Friday, as pessoas procurando o que comprar sem precisar, mas porque teria uma promoção. E olha que irônico, a Black Friday acontece dias antes da primeira parcela do décimo terceiro. Não é à toa que em português significa a sexta-feira negra (rá!). Não é uma crítica, tá?! Eu também gastei na Black Friday, mas não foi uma compra por impulso e sim algo que eu já estava planejando e vi nessa data uma oportunidade de pagar mais barato.

As pessoas não tem o hábito de poupar, de pensar antes de gastar, de planejar. E o que é pior, muitas vezes gastam por conta, sem ainda nem ter o dinheiro. Já conheci pessoas que faziam planos sim, mas de como gastar o dinheiro que cairia na conta e gastavam antes da grana entrar. Costumo brincar que não ganho na Mega Sena por dois motivos: 1. porque eu faço planos com o dinheiro antes de ganhar, 2. porque eu não jogo (mas em 2016 isso vai mudar).

Uma verdade: as pessoas gastam mais do que ganham e terminam sempre em dívidas. A conta ‘final de ano + 13º’ é uma armadilha e tanto, pois a tendência é as pessoas acreditarem que com a entrada do 13º o dinheiro está sobrando. Mas é como diz a música, dinheiro na mão é vendaval. Ele vai embora, some e a gente nem vê a cor. Concordo que muitas vezes não dá para pagar todas as contas dessa época apenas com o salário, por isso aconselho fazer um fundo que vou chamar aqui de “Natal com 13º é mais Feliz”. Consiste em todo mês guardar uma quantia X destinada a liquidar essas despesas. Assim, é possível não gastar todo o décimo terceiro de uma vez.

Sei que está um pouco tarde esse post, já que a primeira parcela do décimo terceiro já caiu. Mas vem aí a segunda parcela! Não gaste todo seu décimo terceiro, poupe parte dele nem que seja bem pouquinho e comece 2016 com novos hábitos. Estabeleça metas! Quando estamos dispostos e nos comprometemos a cuidar melhor da nossa saúde financeira, dificilmente sofremos com a falta de dinheiro na hora em que encostamos a cabeça no travesseiro para dormir. 😉

compartilhe!

0

comente!

Comente!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.