06 fev 2014

A casa com criança

por
Gabi Miranda

Organização, Terapia do lar

Houve um tempo em que a casa bagunçada me incomodava. Quando digo casa bagunçada, me refiro à bagunça de criança: brinquedos, roupas e acessórios infantis espalhados pelos quatro cantos, de todos os cômodos.

Com o tempo, fui me acostumando à casa com crianças. Os brinquedos espalhados, principalmente, pararam de me perturbar e passaram a transformar o ambiente em festa, cheio de vida, cor, alegria.

Em nossa nova casa, me deparo com brinquedos espalhados frequentemente, pois diferente da outra casa, onde os brinquedos já ficavam armazenados em caixas na sala, Benjamin traz os brinquedos constantemente para sala e ali alguns vão ficando…

São brinquedos espalhados, adesivos colados onde não deve e daqui a pouco (na outra casa já tinha) paredes e portas rabiscadas.

casa com criança

Como nosso apartamento é pequeno, acho que fica mais evidente quando os brinquedos estão espalhados. Benjamin não tem uma área só pra ele além do seu quarto – por sinal, bem pequeno. Portanto, ele pode explorar os espaços comuns da casa, inclusive a varanda. Sempre o deixamos à vontade para espalhar seus brinquedos, contanto que tenha limites. Brincou, guardou.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

24 jan 2014

Receita: Macarrão ao molho pesto

por
Gabi Miranda

Receitas, Terapia do lar

Houve um tempo que eu não sabia cozinhar. Não sabia nem se pimentão descascava ou não. Se cenoura podia cozinhar junto com arroz ou separado. Na feira, não identificava algumas verduras e legumes (ok, isso ainda não domino. Quem faz feira lá em casa é o marido).

Aí Benjamin nasceu e eu me atrevi a ir para cozinha. Queria fazer as comidinhas do meu filho (coitado, hoje quando penso que ele já deve ter comido tanta gororoba que fiz, deve ser por isso que come de tudo). E estava na hora de aprender a cozinhar. Foi quando comecei a compartilhar aqui algumas receitas que fazia em casa. Mas depois fui ficando mais relaxada, sem vontade de usar a cozinha da casa em que morávamos e parei de postar minhas experiências.

Mudamos de casa e depois de um mês e meio sem gás de cozinha (foi instalado na semana passado), voltei para cozinha – lugar em que até sinto certo prazer, mas não pode ser algo imposto, obrigatório. A cozinha da nova casa é pequena, mas tem balcão que dá pra sala, algo que estou achando o máximo. É estranho ainda, as coisas tem lugar bem diferentes da outra casa, mas super gostoso. E lá fui fazer uma experiência.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

09 jan 2014

Herdei da vovó

por
Gabi Miranda

Uncategorized

A casa da minha avó paterna era literalmente casa de avó, lugar cheio de objetos de uma vida inteira dela, netos crescendo no meio daquilo tudo, lugar com cheiro (e até sabores) que não existe igual no mundo. A casa dos meus avós ficava numa vila onde só tinha a casa deles. Ainda existe, ainda é da minha avó, mas ela já não vive mais lá. A casa também já não é e nem contém os objetos, o perfume de antes, a família já não compartilha mais momentos naquele lugar.

Quando a família decidiu que a vovó não viveria mais ali, todos os seus pertences foram compartilhados entre os familiares. Cada um foi lá e pegou um móvel ou um objeto de lembrança. Eu peguei alguns simples objetos que guardo de recordação, mas confesso não ter pego nada que de fato era o que preencheria a lembrança guardada no coração (eu trocaria as poucas coisas que peguei pelos sininhos que ficavam na porta de entrada da casa e que anunciava a chegada de alguém. Fico com a lembrança daquele barulhinho bom). Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

18 dez 2013

O arquiteto da mudança e uma despedida

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Há meses tenho tentado organizar nossa vida para mudança. Fiquei planejando, tentando destralhar a casa tudo para que na última hora as coisas fossem tranquilas. Mas você pensa que foi tudo como planejei?! Nada!

Na véspera da mudança ainda tinha muita tralha coisa para encaixotar. Ficamos eu e marido até tarde encaixotando e ainda assim não terminamos. Além de tudo, é muito complicado fazer uma mudança com uma criança de dois anos mexendo em tudo, correndo pra lá e pra cá, solicitando os pais a todo instante.

Nossa, como esse período foi cansativo! Eu ainda estou mega cansada, indisposta e com muito sono. Encosto e sou capaz de dormir em segundos.

Surpreendente foi o marido. Antes da mudança ele estava lá todo tranquilo e sossegado, como de fato ele é. Mas no dia da mudança foi ele quem cuidou de tudo so-zi-nho. Terminou de encaixotar as coisas, instruiu lá a empresa de mudança e acreditem: organizou todo o apartamento na medida do possível. Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

16 dez 2013

O nosso assento sanitário

por
Gabi Miranda

Decoração, Terapia do lar

Quando nos mudamos para casa antiga, lembro do meu espanto ao descobrir o preço de um assento sanitário. Primeiro que a casa tinha dois banheiros, sendo que um dele tinha o vaso quadrado. Sim quadrado ou retangular, sei lá que pocilga era aquele formato. Eu comentava com os outros e me diziam que vaso sanitário quadrado era chique. Não sei desde quando isso. Pra mim isso tem outro nome: antigo.

Um dia indo para o trabalho, passei em duas lojas de construção para comprar uma tela de proteção  (que até hoje não sei pra que usei) e ver se tinha um assento apropriado para o tal vaso quadrado. Lembro até hoje do episódio. Entrei na primeira loja completamente sonolenta e foi como acordar com porrada quando o vendedor falou o preço da tampa:

– R$66,00.
– SESSENTA E SEIS REAIS??? Como assim? A tampa de privada custa R$66,00??? Tem certeza, moço?
– Tenho sim.
– Ok. Vou levar só a tela de proteção.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

12

comente!

12 dez 2013

Desapego – a vez dos brinquedos

por
Gabi Miranda

Uncategorized

Primeira lição para quem mora em casa e muda para um apartamento:  DESAPEGO!

Apartamentos não são tão espaçosos como casa. Não dá para acumular tranqueiras, coisas desnecessárias, muito menos em excesso.

Pra mim essa é uma lição muito dolorida. Desde junho tenho encarado de frente (e na prática) essa palavrinha de 8 letras e não tem sido fácil. De lá pra cá, já me desfiz de muita coisa, mas não é de tudo que consigo assim tão facilmente. Quando você muda de casa, já passa por uma transformação e desapegar faz parte do processo.

Um exercício que tenho feito é analisar e me perguntar há quanto tempo não uso tal objeto. Muitas vezes nem me lembrava que ele existia. Ou lembrava, mas não usava. Se a resposta for um ano, tenho descartado de cara o objeto, sem pensar muito – porque quando a gente pensa, da margem para aquele argumento “ah, mas posso usar em determinada situação”. E não! você nunca mais vai usar. Clique e continue lendo!

compartilhe!

5

comente!

12 nov 2013

Cantinho de leitura – todo lar deve ter livros

por
Gabi Miranda

Decoração, Terapia do lar

Não é segredo para nenhum leitor do Bossa Mãe, eu AMO livros!

Aqui em casa temos o hábito da leitura. Marido não gostava muito e pegou gosto pelo negócio prazer. Leio mais de um livro de uma vez. Tenho sempre um livro na bolsa – para o caso de surgir uma brecha para leitura: no metrô, no carro quando estou indo com motorista fazer um trabalho externo, na sala de espera de uma consulta, numa viagem…

Desde que Benjamin nasceu comecei a construir sua biblioteca. Hoje ele já possui mais de 50 livros. E quero muito montar um cantinho de leitura. Alguns dos seus livros estão guardados dentro do guarda roupa dele – por falta de vergonha na cara da mãe, outros estão dispostos na sala, de fácil acesso: na parte de baixo do móvel da TV. Agora com o apartamento novo e a cabeça da mãe fervilhando com decoração, ando pensando em como vou dispor os livros, tanto os nossos, quanto os Ben.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

2

comente!

07 nov 2013

Checklist da mudança

por
Gabi Miranda

Organização, Terapia do lar

Acredite, é preciso fazer um Checklist da mudança!

Checklist da mudança

Mudança é quase uma engenharia. Minha cabeça tá fervilhando de pensar em tudo que preciso providenciar e ainda assim, sinto que não tenho TUDO em mente. Aí fiz um diário caderno da mudança. Nele anoto todas as informações relacionadas ao apartamento novo: orçamentos, o que já foi comprado até o momento, o que ainda precisa providenciar, planilha de gastos, as medidas do apartamento (no meio dele também ando com a planta), os telefones dos fornecedores. Tenho registrado tudo nesse caderno e carrego ele pra cima e pra baixo.

Decidi escrever e compartilhar aqui um checklist da mudança que anotei dia desses, quem sabe ajudo alguém na mesma situação. Vamos lá?!

Checklist da mudança

  • Encontrar empresa de transporte para fazer a mudança;
  • Destralhar a casa;
  • Fazer lista de coisas que vai levar na mudança;
  • Separar o que for doação e se possível doar antes da mudança;
  • Se for para um apertamento como nós, aproveite o momento para lavar (e levar tudo limpo) todas as roupas de inverno e roupas de cama;
  • Clique e continue lendo!

compartilhe!

0

comente!

01 nov 2013

Estamos de mudança

por
Gabi Miranda

Livros, Uncategorized

 A mudança em si é um ato, um evento, algo físico, geográfico. A transição é um processo, uma passagem de um lugar para outro, de um estado de espírito para outro. E isso requer adaptação, já que exige deixar algo para trás e começar algo novo….

O grau de dificuldade de adaptação depende da relação entre as culturas, da personalidade de cada integrante da família, do modo como a mudança é enfrentada, do grau de estabilidade familiar e da recepção do novo contexto.

São muitas as dificuldades na mudança de uma família de um lugar para outro, especialmente quando há filhos. A tendência é levá-los como se fosse parte da mobília da casa. Porém, é importante que eles façam parte de todo processo de mudança, para que a transição seja mais fácil. Afinal, quando os filhos não vão bem, a família também não o vai.

A mudança pode ser uma oportunidade ímpar para a família se unir, reavaliar a dinâmica da vida, olhar para trás e rever as boas memórias, bem como olhar para frente com expectativa e esperança.

Clique e continue lendo!

compartilhe!

2

comente!

21 out 2013

Estamos em obra

por
Gabi Miranda

Organização, Terapia do lar

Em janeiro contei que a casa em moramos estava a venda. Contei também que esse ano a construtora entregaria o apertamento que compramos em 2010 – ano que também engravidamos do Benjamin. Há 10 dias pegamos a chaves do nosso novo e tão sonhado lar (Êêêêê…!).

Sou por natureza uma pessoa ansiosa e, assim que me vi com as chaves nas mãos, saí agendando tudo que era necessário para iniciarmos o processo de mudança. Além da minha ansiedade natural, tem a ansiedade pra fazer tudo rápido porque não vai ser fácil pagar aluguel + financiamento + obra + mudança + tudo que uma casa nova exige (piso, redes de proteção, luminárias, torneiras, aquecedor, gás, cortinas, chuveiro, pintura, móveis planejados, mesa de jantar, cama, eletricista, pedreiro, etc) + todas as contas cotidianas + etc. Haja dinheiros!

Nós havíamos contratado uma arquiteta – a querida Ana que fez um projeto lindo, do nosso gosto e adequado para nosso apertamento. O projeto envolve quebrar paredes, ou seja, modificar toda a planta original. Então nesse sábado começamos a obra.
Clique e continue lendo!

compartilhe!

2

comente!